Treinar o olhar para a esperança

Padre Adriano
Foto: Robson Siqueira/CN

Nós estamos aqui meditando sobre o ano novo, e tem gente que nutre uma coisa mágica na virada do ano, como se tudo fosse mudar como num conto de fadas. No entanto, o ano só muda quando a gente muda. Nosso coração só muda quando fizermos as equações do que acertamos, do que erramos, dos propósitos para uma nova vida. Independente da cor de roupas que você use, dos pulinhos que você dá na praia, essas coisas 'mágicas', nada vai mudar se você não fizer a sua parte. Não é errado fazer estes propósitos, não é pecado esperar algo melhor para o ano que vem, mas não se engane: não existe a magia do ano novo e nem a do Natal.

Nós sabemos que os judeus, os indianos, os chineses celebram ano novo em datas diferentes e com propósitos diferentes. Nós cristãos, precisamos entender que é Jesus que inaugura um tempo novo, ou seja, o nosso calendário está ordenado por causa da vinda de Jesus. E em Jesus eu já proclamo que Deus tem uma obra nova para você, Deus tem algo novo para a sua família.

“Não vos lembreis mais dos acontecimentos de outrora, não recordeis mais as coisas antigas, porque eis que vou fazer obra nova, a qual já surge: não a vedes? Vou abrir uma via pelo deserto, e fazer correr arroios pela estepe” Isaias 43, 18-19

O profeta vai nos dizer que não é preciso ficar lembrando das coisas do passado e nem ficar voltando atrás nas coisas que aconteceram, porque Deus tem uma obra nova. Deus já começou e Ele está realizando de forma concreta; no entanto quer contar com o seu esforço

Por que muitas vezes nossos olhos ficam impedidos de ver o novo de Deus?

Você já percebeu como somos bombardeados por notícias negativas – não que elas sejam mentiras? Este tipo de coisa, se não é trabalhado dentro de nós, vamos vivendo acreditando que o mal que visita a história é maior do que o bem. Vamos ficando com a sensação de que o mal é muito maior do que o bem, e isto nos impede de ver a novidade de Deus em nossas vidas.

Nós temos a mania de aumentar as coisas. Um exemplo: se você vem à Canção Nova, vai ver muitos cantores aqui rezando com você, te levando para Deus, etc; mas se uma pessoa te trata sem educação na lanchonete você já diz 'na Canção Nova nada presta'. E este exemplo pode acontecer na sua casa, na sua família, no seu trabalho… tem lá 10 pessoas boas, mas uma só que te faz um mal nada mais presta.

"O ano só muda se você mudar"
Foto: Robson Siqueira/CN

  :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

 

Deus está querendo fazer algo novo na sua vida, mas o negativismo em você não permite. Você dá um valor enorme para uma coisa ruim que te aconteceu, e despreza as dez boas do mesmo dia. Por que damos às coisas negativas um poder que elas não possuem?

Pai e mãe, não deixe que as coisas ruins do seu dia interfiram no relacionamento com seus filhos. Os filhos precisam do seu sorriso, de seu 'bom dia'. Não tenha medo de amar, não tenha medo de 'errar' por excesso de amor. A família precisa ser um ninho de amor, dizia João Paulo II. O lar, mesmo com os desencontros e com o mal que a gente vê, precisa ser um ninho de amor. Acredite que o amor vence o mal na sua família.

O bem não é uma balela, uma utopia, mas é preciso treinar os olhos para enxergar além das aparências, enxergar além das desgraças, do mal que acontece no seu bairro, na sua cidade, pois existe o bem nas pessoas, a gente precisa treinar o olhar para este bem, renovar o nosso olhar. Para se renovar, em primeiro lugar, é preciso abrir o coração e jogar fora o que não presta. Digo a partir do exterior para o interior. Abrir as suas gavetas, o seu armário, sua dispensa e jogar fora as coisas que não prestam, aquele monte de bujiganga, aquelas coisas que você guarda a trinta anos mas que não tem utilidade nenhuma na sua vida.

É preciso começar a renovação nas pequenas coisas, pois o ano só será novo se você fechar as portas antigas e abrir novas. Quantas portas antigas emocionais que nos ferem até hoje, pessoas que remoem os traumas, coisas que aconteceram anos atrás.

Quanta gente que vive de fofoca… aliás, a pessoa que fala mal de outra pra você certamente falará mal de você pra outra. Quanto pai falando mal de filho e filho desrespeitando o pai. Mas mesmo com estas pessoas ao seu lado é você que pode fazer a diferença. Seja você este desarmador na sua casa, não existe nada que resista à força do amor, mas muitas vezes este amor vai ser a conta gotas na sua casa. Eu conheço muitos homens que eram uns 'cavalos' em casa mas que através do amor perseverante de suas esposas foram transformados. Temos a fragilidade dentro de nós, sim, mas precisamos perseverar, amar nas pequenas coisas, fechando as antigas portas, jogando fora sentimentos antigos para começar com sentimentos novos em 2013. Sim, aconteceram coisas difíceis em 2012 mas é preciso renovar, deixar para trás o que não pode ser mais levado para frente.

 

Assista a um trecho desta pregação:

 

 

 

Transcrição e adaptação Daniel Machado

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo