Vaidades das vaidades...

O Espírito Santo levou Jesus à presença de Herodes no último dia da vida d'Ele terrestre. Segundo o Evangelho de São Marcos, o Senhor passou uma noite de muito sofrimento, humilhado, cansado, e o rei [Herodes] queria vê-Lo, e Ele esteve diante dele, que Lhe fez várias perguntas, mas o Senhor nada lhe respondeu.

Quero falar da humanidade de Jesus. Ele estava cansado, humilhado, e Herodes Lhe pede que realize milagres e o Senhor não os faz; e mais uma vez, é humilhado. E, com certeza, deve ter apanhado novamente. Vaidades das vaidades… Como estava o corpo de Jesus Cristo? Quantas pessoas, como Herodes, querem ver o poder de Jesus Cristo? Hoje, precisamos amá-Lo com uma intimidade profunda, a ponto de querer vê-Lo, desejá-Lo de forma gratuita. Cristão ama Jesus independemente de qualquer coisa, não quer vê-Lo só pelo extraordinário, mas sim, no ordinário da vida.
 

Herodes ansiava ver o Mestre havia muito tempo. Mas vai vê-Lo no "coração" da Paixão, ele poderia vê-Lo em vários momentos. Em muitas oportunidades eles tiveram essa chance, e o Espírito Santo deixou que ele visse Jesus no estado físico totalmente humano. O Senhor deveria estar com a humanidade d'Ele toda ferida. Imaginem o que Ele sofreu nessa noite.

 

Filhos e filhas, neste tempo no qual a Igreja precisa ter a sua identidade resgatada, precisamos amar Jesus Cristo em sua humilhação. Como? Quando você for humilhado por causa d'Ele. Não busque só milagres, não esqueça do ministério do Senhor, precisamos buscá-Lo, amá-Lo não pelo o que Ele faz, mas pelo o que Ele é. Herodes queria usar Jesus, e é muito ruim ser usado. O Senhor nunca iria realizar uma cura, um milagre para o bem de Herodes, pois este nunca iria conseguir manipulá-Lo, assim como nós não temos como manipulá-Lo com o nosso desejo. Não adianta sair da Igreja em busca de milagres, se você adora a Jesus, se Ele não realiza o seu desejo, espere aí, pois Ele estará santificando você. Quando o Mestre não realiza o milagre para Herodes é zombado, e, hoje, quantas pessoas são zombadas por causa do Senhor.

Parece que ao optarmos por seguir o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo somos mais perseguidos. As pessoas zombam de nós. E como um jovem que entrega a vida a Jesus Cristo é perseguido! O mundo ensina você a ter poder, mas isso é ápenas "vaidade das vaidades", como ensina a Palavra de Deus, pois tudo acaba, mas o corpo de Jesus é o nosso tudo. Por isso não tema quando você for colocado diante dos "Herodes" da vida. O meu Deus é Jesus Cristo e Ele morreu por amor. Não quero manipulá-Lo, a minha admiração por Ele está na certeza do encontro pessoal com Ele, que é meu único Senhor. Lembra de como estava Jesus Cristo diante de Herodes? Você tem de entender que precisamos dar um testemunho ao mundo da nossa humilhação. Não adianta você se gabar do seu dinheiro, porque quase todos que têm poder zombam de Jesus Cristo. Não aceitam a humilhação que temos de viver por Ele.
 

Tudo vai passar, tudo é vaidade das vaidades! Há momentos em que o silêncio é a maior evangelização, principalmente quando o inimigo quer tirar da gente o que temos de mais precioso. É difícil a humilhação? Sim, é! Mas lembre da humilhação que Jesus passou. O nosso amor por Ele não está nos milagres. Não queira ver Jesus por causa dos milagres, queira vê-Lo para ter um coração cheio de alegria! Queira vê-Lo pelo amor. É muito mais fácil vê-Lo somente pelos milagres, mas a vitória de Jesus está na cruz! Adore-O profundamente e quando alcançar um milagre agradeça. Tudo o que Deus lhe der partilhe com os pobres, pois tudo é vaidade. Vaidade das vaidades! O ricos não conhecem Jesus Cristo, por isso não tenha medo de ser envergonhado em nome do Senhor, em meio à própria comunidade, pois lembre-se: Jesus foi humilhado. Que a partir dessa Santa Missa nosso amor por Jesus possa aumentar cada vez mais. E que O defendamos, e que o Espírito Santo nos conduza e que estas palavras sejam guardadas em seu coração.

 

 

Transcrição: Elcka Torres
Fotos: Paulo Sérgio


Padre Roberto Lettieri


Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo