"Vigiai, pois, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor"

"Vigiai, pois, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor." (Mt 24, 44)

Padre Fábio Camargos. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

O Senhor virá de forma gloriosa, diz a Palavra de Deus. Em Sua primeira vinda, Ele veio humilde em uma manjedoura; mas, na Sua segunda vinda, o céu se abrirá e Ele manifestará sobre todos os povos a Sua glória, por isso celebramos o Advento.

“Sabei, porém, isto: se o senhor soubesse a que hora viria o ladrão, vigiaria sem dúvida e não deixaria forçar a sua casa” (Lc 12,39).

Esse trecho que estamos rezando foi tirado do Evangelho de Lucas, composto a partir de entrevistas oculares e trajetórias de Jesus. O Evangelista foi colhendo várias informações de pessoas que viveram com Jesus, que estiveram perto d’Ele, e foi escrevendo com um objetivo muito determinado. Nós percebemos que o escritor tem um contexto e uma lógica bem formados.

Jesus estava caminhando da Galileia para Jerusalém, pois havia tomado a firme decisão de entregar-se por nós. São Lucas narra que quando o Senhor decidiu dar a vida por nós; segundo ele, o rosto de Jesus estava como uma “pedra”.

Jesus sabia que enfrentaria uma grande batalha contra o inimigo de nossa alma, o demônio. De alguma forma, Ele sabia que precisaria preparar Seus discípulos para aquilo que aconteceria em Jerusalém. Ao passava por um vale, os discípulos temiam, pois era um lugar tenebroso. “Ainda que eu tenha que passar pelo vale da morte, não temerei, porque o Senhor está comigo”( Sl 23,4). O Senhor, no entanto, é diferente do inimigo, que também é chamado de ladrão: “O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir. Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância” (Jo 10,10).

O objetivo do demônio é fazer com que muitos se percam. Ele está no inferno por inveja, porque deseja ser igual a Deus. Mas jamais ele terá a glória que o Senhor tem. Ele quer roubar os filhos para depois dizer a Jesus: “O que adianta tanta glória e perder seus filhos?”. O demônio faz isso por inveja!

O livro dos Atos dos Apóstolos narra uma história do exorcista que foi libertar uma pessoa que estava com o demônio; este disse para o exorcista: “Eu não conheço você”. Por isso o inimigo precisa saber e conhecer o nosso nome como Ele conhece o de Jesus. Você é aquele a quem o Senhor tem confiado almas e vidas preciosas que precisam ser resgatadas.

"Vigiai, pois, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor." (Mt 24, 44)

Fiéis participam da pregação do padre Fábio Camargos. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Os materiais e todas as coisas passam, mas, se ficarem aqui, elas serão corroídas. Até mesmo o nosso corpo acabará. Tudo o que nós vemos é finito, tudo passará! Mas as coisas de Deus não vai passar. Um novo céu e uma nova terra ressurgirão para nós. Neste dia, doenças, pobrezas e decepções já não existirão. Mas enquanto este dia não chega, nós precisamos investir tudo o que temos no Senhor.

Quantas mulheres estão fazendo planos de assalto para contribuir com o ladrão e destruir as almas! Você, que é mulher de Deus, tome uma decisão! Homens, abram seus olhos! Que tristeza é uma casa que está tomada no alcoolismo!

Quando Jesus estava na cruz, Ele disse ao ladrão que estava ao Seu lado: “Hoje mesmo estarás comigo no céu!”. Se você tem contatos no seu telefone que não o levam para o céu, delete-os da sua vida.

Quando chegar o tempo da perseguição, só aqueles que foram treinados vão dar conta de vencer em Deus. Ainda que sejamos pecadores, queiramos estar perto do Senhor. Jesus tomou a decisão de subir para Jerusalém e vencer a guerra. Você quer ser do bando de Jesus e vencer a guerra? Então, temos de nos deixar ser “assaltados” por Ele, porque Ele já tem uma estratégia pronta para nos transferir para o reino do Seu Filho.

Jesus sonha com o dia da sua volta. Ele quer libertar você das correntes, soltar os seus braços e lhe trazer de novo à vida. O Senhor, na Sua morte na cruz, tomou a chave da salvação para nos libertar de todas as amarras.

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D’Onofrio.


Padre Fábio Camargos


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo