Visão e batalha espiritual

'É importante vivenciar a Palavra de Deus', disse Alexandre Oliveira
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com
Para refletirmos bem sobre este tema 'Visão e batalha espiritual', convido você a ler os Atos dos Apóstolos (26,9-18) para que possamos, juntos, meditar estas palavras.

Este tema é muito importante para a nossa vivência espiritual, porque nós pedimos a Deus inúmeras necessidades, e o Senhor vem nos alertar e convidar a dar um passo além. Muitos cristãos têm esquecido de pedir ao Senhor a graça de ter a 'visão espiritual', pois isto é doação divina.

O que você faria para mudar a cabeça de homens como Saulo, que perseguia e combatia os cristãos? Paulo mudou da água para o vinho; assim, de Saulo o perseguidor para Paulo evangelizador. Ele mudou de vida após deixar sua visão antiga e abrir-se para uma visão do Senhor, ou seja, ele vai enxergar pela óptica de Deus e olhar as situações com os olhos d'Ele.

Paulo foi chamado pelo Senhor para abrir os olhos dos que estão cegos. Todos nós nascemos sem esta percepção espiritual, por isso devemos pedir esta graça ao Senhor, pois homens e mulheres não são ninguém sem a visão de Deus na sua vida.

Seria muito bom você, um dia, chegar em alguém e disser que você era uma pessoa cega, mas, depois do encontro verdadeiro com Deus, passou a enxergar com os olhos do Alto. O homem que faz a experiência com o Senhor é aquele que testemunha a ação divina na sua vida e tem o coração convertido.

Quando ganhamos esta graça, nossa vida é transformada. Precisamos reconhecer as nossas necessidades, nossa falhas e fraquezas para que possamos ter esta visão espiritual. Depois disso, poderemos deixar de olhar para os nossos problemas de uma maneira superficial e mundana, e passaremos a olhá-la com os olhos do alto.

O Senhor nos chama para as coisas do Reino e nos convida para caminharmos com Ele; portanto, os homens e mulheres precisam pedir este colírio para renovar a sua vida espiritual e enfrentar as dificuldades. Nós devemos lutar, todos os dias, para viver, porque,  em cima das nossas cabeças existe uma luta entre anjos e demônios. Precisamos ser homens de visão para vencer esta batalha.

Fiéis participam do 'Acampamento Quem como Deus'
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com


Precisamos ir para a batalha revestidos com a armadura de Deus, por isso é preciso pedir a graça de ter esta percepção do espírito. A nossa luta é contra os espíritos malignos, então, quando vamos revestidos com esta armadura, temos a certeza de que sairemos vencedores desta batalha.

Aquele que mora em nosso coração é maior do que aquele que vive no mundo. Batalha é batalha, seja no campo físico ou espiritual precisamos vencer este confronto, pois a nossa recompensa será diante de Deus. Para aqueles que venceram esta luta, Deus irá parabenizá-los por ter vencido todas as perseguições. Não precisamos ter medo, porque Ele é nosso guia.

Todos nós vivemos uma luta, pois, a partir do momento em que deixamos o ódio invadir nosso coração, perdemos a batalha para o inimigo. Deus é amor. Quando preenchemos nossa vida com o amor, o inimigo não tem espaço para agir. Por isso não podemos deixar o ódio tomar conta de nós.

A batalha espiritual tem início quando alimentamos o ódio dentro de nós. No entanto, o homem tem forças para não ser tomado por estes males. A revolta que nós cristãos sentimos, neste mundo, não é com as pessoas que estão à nossa volta, mas é com o encardido que alimenta este ódio em nosso coração.

Virão muitas batalhas espirituais, mas quem faz parte do exercito de Deus não precisa temer. O homem e mulher de visão espiritual enxerga Deus agindo na vida deles.

Transcrição e Adaptação: Alessandra Borges


Alexandre Oliveira


Missionário da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo