Volta para Jesus

Diácono Nelsinho
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Estamos na Quaresma, mas o mundo não sabe disso, porque só sabe de bailes e festas. É tempo de recolhimento, de voltar para Deus! Precisamos voltar para Nosso Senhor.

E disse: Um certo homem tinha dois filhos. E o mais moço deles disse ao Pai, dá-me a parte dos bens que me pertence. E ele repartiu por eles a fazenda. E, poucos dias depois, o filho mais novo, ajuntando tudo, partiu para uma terra longíngua, e ali desperdiçou os seus bens, vivendo dissolutamente. E, havendo ele gastado tudo, houve naquela terra uma grande fome, e começou a padecer necessidades. E foi, e chegou-se a um dos cidadãos daquela terra, o qual o mandou para os seus campos a apascentar porcos. E desejava encher o seu estômago com as bolotas que os porcos comiam, e ninguém lhe dava nada. E, tornando em si, disse: Quantos jornaleiros de meu pai têm abundância de pão, e eu aqui pereço de fome!” (Lucas 15-11s).

Muitos filhos e pais, quando estão com raiva, falam bobagem, até mesmo pedem para um esquecer do outro. Como o filho prodigo que saiu de casa e passou por vários apuros, e em muitos momentos pensou na casa e a comida de seu pai, depois de tanta dificuldade voltou para casa e foi recebido com festa.

Deus está sempre nos esperando, mesmo quando estamos no caminho errado.

Muitas pessoas ficam mendigando amor, atenção e carinho; na verdade, o que querem é colo de pai, de mãe; no fundo do coração, estão buscando Jesus. Não adianta tentar preencher o lugar do Senhor com coisas fúteis.

Precisamos voltar para Nosso Senhor!, afirma diácono Nelsinho.
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

E, saindo eles de Jericó, seguiu-o grande multidão. E eis que dois cegos, assentados junto do caminho, ouvindo que Jesus passava, clamaram, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de nós!”(Mateus 20-30).

Muitas vezes, na nossa vida, não conseguimos ver nada de bom no caminho, pois, mediante as dificuldade da vida e os erros, ficamos cegos; porém é preciso voltar para Jesus Cristo. Mesmo vendo que tudo está errado, devemos ir ao encontro e perseverar para estar com o Senhor na dor e no sofrimento.

E aconteceu que, indo ele a Jerusalém, passou pelo meio de Samaria e da Galiléia. E, entrando numa certa aldeia, saíram-lhe ao encontro dez homens leprosos, os quais pararam de longe. E ele, vendo-os, disse-lhes: Ide, e mostrai-vos aos sacerdotes. E aconteceu que, indo eles, ficaram limpos”(Lucas 17,11-14).

O Senhor quer que o pecado seja banido da nossa vida para que possamos ter um bom relacionamento com as pessoas. Devemos aprender que Deus não é uma "coisa", mas uma Pessoa Divina. Somos tão mal-agradecidos, porque pedimos tanta coisa para Nosso Senhor, mas, ao receber a graça, não voltamos para louvar.

Afinal, Ele nos dá tanto que não percebemos, pois só queremos coisas grandiosas; esquecemo-nos dos detalhes e da simplicidade, de agradecer pelo sol, pela chuva, pela vida e pelo nosso trabalho. Ser agradecido é ser feliz. Se não tomarmos cuidado, ficaremos insensível às coisas do Santo Pai.

Mediante as dores e sofrimentos, louvemos!, pede diácono Nelsinho.
Foto: Wesley Almeida/Cancaonova.com

Hoje, vamos louvar e agradecer ao nosso Santo Pai pelas coisas pequenas que Ele têm nos dado. Mediante as dores e sofrimentos, louvemos!

Uma pessoa que não é agradecida, somente reclama. Para ela, nada está bom e ela se torna uma pessoa chata. O louvar converte o coração.

Agradecer é uma forma de tomar posse. Ao fazer isso, sentimos que já recebemos a graça, temos de confiar. Contudo, devemos começar louvando pelas coisas pequenas, para que, aos poucos, o coração se converta.

E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu te pagarei quando voltar” (Lucas 10-35).

Quem tem o coração agradecido faz o bem para os outros. É tão lindo quando encontramos Jesus no pobre! Não existe maior alegria do que partilhar. Voltemos para Deus, Ele não olha nossos pecados, mas, sim o coração.

Transcrição e adaptação: Thaís Rufino de Azevedo


Diácono Nelsinho Corrêa


Cantor e Missionário da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo