Alerta, meu filho! O tempo é breve e Jesus está voltando

Monsenhor Jonas Abib

Monsenhor Jonas Abib – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Meus irmãos, das leituras de hoje, a leitura central que capta tudo é a 2ª leitura. Nós estamos festejando Aquela (Maria) que esmagou a cabeça da serpente. O Senhor disse: “porei ódio entre ti e a mulher”. Nós estamos justamente na festa d’Aquela que é imaculada e esmagou a cabeça da serpente. “Ela deu à luz um filho, um menino, aquele que deve reger as nações com um centro de ferro” (Apocalipse 12,5).

Esse Rei vai vir não para oprimir, mas para vencer o inimigo. Houve uma batalha no céu, e Miguel e seus anjos tiveram que combater o dragão. No dia 29 de setembro festejamos os santos arcanjos. Nós aqui na Canção Nova fizemos a Quaresma de São Miguel, justamente recordando a vitória dos anjos sobre o dragão. Esse dragão hoje tem muitos nomes, mas é o inimigo de Deus.

A maldade e a crueldade desse inimigo, que teve a ousadia de desafiar o próprio Deus e foi por isso que Miguel, o arcanjo, teve que tomar a iniciativa de lutar contra ele [dragão]. E o que aconteceu? Ele foi precipitado na terra e com ele os seus anjos. Os demônios foram precipitados. Onde? Na terra. Agora chegou a salvação, o poder e a realeza de Deus porque foi precipitado o acusador que nos acusava dia e noite diante do nosso Deus.

Por isso a Palavra de Deus nos diz: “alegrai-vos”. Meus irmãos, essa passagem é muito importante para nós no agora, nesses tempos. Precisamos de muito cuidado porque o demônio desceu até nós cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta.

Por que estão acontecendo coisas tão dolorosas no mundo de hoje? Quantas famílias sendo dissolvidas. É a dissolução das nossas famílias. Quantos simplesmente se separaram. Quantos pais sofrendo por causa dos filhos que não têm mais respeito nenhum por eles, saem na hora em que querem, voltam na hora em que querem. Filhos que muito cedo começam a beber. É uma tristeza isso, filhos e filhas que começam a se drogar, da droga mais simples ao crack. Quantos pais sofrendo por causa disso. Quantos crimes, quantos homicídios, quanto roubo, corrupção, quanta maldade!

Tudo isso é diabólico, é satânico. É isso que a Palavra de Deus nos diz: “o demônio desceu para vós cheio de grande ira, sabendo que pouco tempo lhe resta”. Então ele quer destruir, quer matar. Mais do que nunca ele está sendo assassino. Assassino dos nossos casamentos, do relacionamento entre pais e filhos. Estamos vivendo tempos difíceis. Infelizmente, satanás anda à solta. Não sou eu quem diz isso, não. Paulo VI, João Paulo II, Papa Bento, Papa Francisco, todos eles falam sobre isso, sobre a ação terrível do demônio na Igreja e fora da Igreja. Ações diabólicas, satânicas. E o Apocalipse nos explica: “ele sabe que pouco tempo lhe resta”.

Padre Jonas faz alerta

“Alerta, meu filho! A Palavra de Deus nos mostra que o tempo é breve e que Jesus está voltando”, afirma monsenhor Jonas – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Não sabemos quanto tempo será, mas a Palavra de Deus nos mostra que o tempo é breve e Jesus está voltando. Sabemos que o demônio está fazendo tudo isso porque ele não tem mais nada a perder; na verdade, ele quer pôr tudo a perder. Mas Jesus está chegando, e hoje a chegada d’Ele está mais perto do que ontem. Dia após dia Jesus está se aproximando. Precisamos estar em alerta.

Alerta, meu filho! Porque Jesus virá e a coisa mais linda é esta: os três evangelistas Mateus Marcos e Lucas nos dizem que aparecerá no céu o sinal do Filho do homem. Infelizmente, não estamos correspondendo à santidade de vida. “Então todas as tribos da terra baterão no peito e verão o filho do homem vir sobre as nuvens do céu com grande poder e majestade”. Será a coisa mais linda deste mundo! Nós teremos essa graça. Nós veremos o Filho do homem vindo sobre as nuvens do céu com grande poder e glória. Quando Jesus vier em glória os mortos ressuscitarão. Imagine então que beleza, os mortos ressuscitando e os vivos não precisarão morrer, serão transformados e arrebatados. Essa Palavra diz muito, é uma força nos empurrando ao encontro do Senhor. Ele virá com os anjos cantando e as trombetas tocando, triunfante.

Jesus, na Sua vida terrena, sofreu como nós. Ressuscitou, sim, mas apenas uns poucos viram o Senhor ressuscitado. Mas no fim dos tempos, o Senhor virá com toda a Sua glória diante de todos, de todos os lugares, de todos os países. E nós participaremos dessa glória. Com Jesus nós esmagaremos a cabeça da serpente e, é evidente, a principal entre nós que vai esmagar a cabeça da serpente é ela: a Mãe de Jesus, e nós estaremos com ela. “Não é contra homens de carne que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, os príncipes desse mundo tenebroso, as forças do mal”. E realmente é isso que nós enfrentamos no dia a dia. Não sejamos tolos, ingênuos. Estamos enfrentando os principados e potestades. Eles querem nos derrubar pelo pecado. Não podemos dar moleza.

“Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. Tomai, portanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz. Sobretudo, embraçai o escudo da fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do Espírito, isto é, a palavra de Deus. Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos.”( Efésios 6, 11-18)

Fiéis na Canção Nova

Fiéis acompanham atentamente a homilia de monsenhor Jonas – Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

“Tomai, portanto, a armadura de Deus para que possamos resistir nos dias maus e mantermos inabaláveis no cumprimento do nosso dever.” Os dias que estamos vivendo são maus. Estamos numa terrível batalha. É preciso viver o Evangelho, é preciso que nós caminhemos nessa vida dentro dos princípios de Nosso Senhor Jesus Cristo.

“Ficai alerta, a cintura cingida com a verdade.” Em todos os tempos isso foi importante, mas agora, nesse tempo de “mentirada”, é ainda mais. Precisamos viver a verdade. Nós que queremos ser arrebatados e ir ao encontro do Senhor, precisamos viver a verdade. Esse é o cinturão que colocamos em nós.

“Cinturão da verdade, couraça da justiça”. Precisamos ser justos sempre, em qualquer situação. Nada de injustiça na nossa vida! Não adianta apontar o dedo para os outros. Não. É preciso que nós vivamos a justiça. A couraça protege o coração, o pulmão. Se a couraça não for forte, uma espada, uma lança, atinge o coração e aí vem a morte. Para não morrer, viva a justiça.

Precisamos evangelizar. Só posso evangelizar. Jesus quer que eu evangelize e eu evangelizarei. Dá-me a graça, Senhor!

“Tomai, enfim, o capacete da salvação e a espada do espírito que é a Palavra de Deus”. Foi pelo encontro pessoal com Jesus que tudo mudou na minha vida. Então, peça comigo: Senhor, dá-me o capacete da salvação. A coisa mais preciosa da minha vida é a Palavra de Deus. Já gastei não sei quantas Bíblias. Muitas ainda tenho comigo, outras as pessoas pediram e eu dei a elas, outras não sei onde estão, mas foram gastas. O próprio João Paulo II lia a Palavra de Deus assim: molhando o dedo na boca e passando as páginas. Não é algo bonito, mas é algo precioso. A Bíblia de João Paulo II era toda lambuzada. Mas que “lambuzado” maravilhoso! Lambuzado que o fez santo.

Não tenha medo de lambuzar a sua Bíblia. Não precisa ler assim, mas não tenha medo de riscar sua Bíblia, marcando as passagens, não tenha medo, leve-a debaixo do braço para o grupo de oração. Se você gastar muitas Bíblias, bem-aventurado será você! O maior investimento que você faz é gastar a sua Bíblia. Toda a minha transformação foi pela Palavra. Eu já a usava, mas principalmente depois do batismo no Espírito Santo. Realmente, a riqueza do meu dia a dia é a Palavra de Deus.

Transcrição e adaptação: Thaysi Santos


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo