A felicidade mora em nosso lar

Sejamos cristãos que propagam a misericórdia de Deus

Precisamos sair dessa dormência, porque estão acontecendo batalhas entre o bem e o mal, e nós não temos o direito de negar que somos imagem e semelhança de Deus.

Estamos chegando próximo ao dia em que as portas da misericórdia se abrirão; assim, temos de assumir a postura de filhos de Deus. O Senhor virá em nuvens neste Ano da Misericórdia!

A felicidade mora em nosso lar, porque ali é a nossa primeira Igreja. A nossa primeira catequese começa em casa. Tenhamos cuidado com as mídias, porque elas podem nos afastar de Deus e apagar a chama do Espírito Santo que está dentro de nós.

Quando pensei no tema desta pregação, ‘felicidade mora em nosso lar’, é porque, realmente, a nossa felicidade está na nossa casa. Esse tema gerou em mim um coração compadecido diante das catástrofes que estão acontecendo. As pessoas estão precisando de mãos amigas que possam ajudá-las espiritual e financeiramente.

a _felicidade_ mora _no_ lar

Peregrinos participam da quinta-feira de adoração na Canção Nova. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Vamos meditar a Palavra de Deus no Evangelho de São Lucas 19,41-44: “Naquele tempo, quando Jesus se aproximou de Jerusalém e viu a cidade, começou a chorar. E disse: “Se tu também compreendesses hoje o que te pode trazer a paz! Agora, porém, isso está escondido aos teus olhos! Dias virão em que os inimigos farão trincheiras contra ti e te cercarão de todos os lados. Eles esmagarão a ti e a teus filhos. E não deixarão em ti pedra sobre pedra. Porque tu não reconheceste o tempo em que foste visitada”.

Precisamos ser instrumentos para levar a Palavra de Deus às pessoas. Enquanto estivermos em nossa caminhada, haverá uma batalha entre o céu e o inferno, para nos afastar do Senhor.

Precisamos ser sinal de misericórdia! O Senhor nunca se cansa de nos esperar, e Ele está bem próximo. É necessário que sejamos cristãos animados, porque o inferno está cheio de pessoas desanimadas.

Sejamos um sinal de fé e esperança da misericórdia de Deus, que é para todos nós. A felicidade começa nas pequenas coisas do dia a dia, assim é preciso conciliar fé e razão. Não podemos entender os caminhos de Deus pela razão.

Não é a hora de termos medo, mas sim assumirmos a Palavra de Deus. É hora de levantar a cabeça e o ânimo, mesmo que esteja enfermo, porque mesmo assim somos guerreiros.

Abrace aqueles que estão distantes e também viva a reconciliação com Deus. Assuma a misericórdia e abra as portas do seu coração com atitudes concretas de amor e perdão.

A misericórdia deve começar na nossa casa!

Transcrição e adaptação: Alessandra Borges

Para adquirir esta pregação completa  ligue para (12) 3186-2600

contribuicaocn1


Paulo Sérgio Eleutério


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo