A força da oração e a certeza da vitória

Antonieta Sales

Perseverar é essencial para quem deseja tomar posse da vitória

Antonieta Sales – Foto: arquivo cancaonova.com

Confesso a vocês que fiquei um pouco preocupada com este tema da pregação, pois, podemos cometer o equívoco de achar que a vitória de Deus ocorre somente quando Ele realiza aquilo que queremos, seja uma cura, um milagre ou uma graça que tanto aguardamos.

Mas é importante lembrar que a vitória de Deus acontece, sobretudo, quando nos decidimos pela conversão, pela mudança de vida, afinal, como nos ensina a Palavra de Deus: não podemos servir a dois senhores.

Para essa conversão acontecer é necessário disciplina. Para um atleta, sempre é necessário ter disciplina durante seus treinamentos, com o objetivo de superar a si mesmo e também aos outros para se alcançar a vitória. O mesmo acontece nas realidades espirituais: a vitória virá mediante à nossa disciplina na oração.

Mas o que é a oração? Santa Teresinha do Menino Jesus, Doutora da Igreja, nos ensina que a oração “é um impulso do coração, é um simples olhar lançado ao céu, um grito de reconhecimento e amor no meio da provação ou no meio da alegria”.

O próprio Deus, através da Paixão e Morte de Seu Filho, destruiu o muro que nos separava da Sua presença, ou seja, o muro do pecado. E, por meio do Espírito Santo derramado sobre Sua Igreja, pela graça do Sacramento do Batismo, nos tornamos filhos de Deus. A partir disso, passou a habitar dentro de nós essa semente, esse “germe” da oração. O próprio Deus restituiu em nós a graça da oração.

Oração, uma via exigente

Porém, a oração que é uma graça, é também uma via extremamente exigente. A oração nos leva a uma transformação, para que não vivamos mais do “nosso jeito”, e sim do “jeito de Deus”.

A respeito de São João Bosco, patrono da Comunidade Canção Nova, existiu um questionamento sobre quando ele rezava, devido aos seus inúmeros afazeres, então, olhando para a sua vida de intimidade com Deus, chegou-se à seguinte conclusão: “Quando é que Dom Bosco não reza?”. Afinal, meus irmãos, orar é sempre possível. Como nos ensina o Catecismo da Igreja Católica, nos encontramos no tempo do Cristo Ressuscitado. Jesus vivo e ressuscitado está agindo em nosso meio. Portanto, meus irmãos, podemos nos dirigir a Ele com palavras sinceras, palavras que revelam o que verdadeiramente se passa no nosso interior. Não nos preocupemos em rezar com palavras bonitas, porque isso não é o mais importante.

Leia mais: 
.:“O mal vai sucumbir, as muralhas vão cair”
.:Tudo pode ser mudado pela força da oração
.:O poder da mulher orante 

.: Baixe o aplicativo Canção Nova e tenha nosso conteúdo na palma da mão

O cristão precisa mergulhar no tempo de Deus. A perseverança é algo essencial para quem deseja tomar posse da vitória. Lembrando sempre que a verdadeira vitória a ser alcançada é a nossa própria conversão, ou seja, uma vida de santidade.

Meu irmão, com sofrimento ou sem sofrimento, ore! Pois, à medida que oramos, também nos santificamos a cada dia. O orante não se cansa de orar. E o tempo do orante é o tempo do Cristo Ressuscitado, do Senhor que está vivo e que deseja trabalhar em nós, a partir da nossa perseverança e disciplina em uma vida de oração.

O orante é aquele que comunica Deus o tempo todo. Nunca percamos a visão espiritual da importância e da urgência da oração para se alcançar a vitória.

 

 

 

Transcrição e adaptação: Alexandre Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
THE CHURCH