A obediência: Fruto da Adoração

Peçamos a Deus o dom da obediência a Sua voz 

A obediência: Fruto da Adoração

Lúcio Domício.
Foto: Arquivo/cancaonova.com

O Senhor vem nos fazer um convite: obedecer a Sua vontade para a nossa vida, assim como está no Salmo 142,10, pedindo que Ele nos mostre Seus caminhos. Aceitando esse convite e pedindo isso ao Senhor, estamos dizendo que acreditamos n’Ele e que Ele é o único Deus em nossa vida.

Essa atitude é, primeiro, uma atitude de fé, deixando que Deus nos conduza, mesmo com nossos medos, inseguranças e desconfianças, mas precisamos nos lançar nessa atitude concreta de obediência.

Temos muitas situações de coisas impossíveis, as quais precisamos respirar fundo e pedir a ajuda d’Ele e, assim, decidirmos obedecê-Lo. Deixemos que Ele conduza a nossa vida por onde quiser.

Na I Carta de Pedro 1,15, nos diz que ”a obediência une o coração de quem obedece ao de Deus que a pede”. Ela faz com que ,nosso coração dê espaço para que o Senhor entre.Ele não só agirá nos casos impossíveis, mas no dia a dia, no nosso cotidiano.

O pedido principal do Senhor é que sejamos santos, e Ele pede que isso aconteça em todo o proceder, em todos os momentos e, a partir do momento que aceitamos, temos que olhar para o nosso dia a dia e procurar o que ainda não é santo no nosso proceder. Nós precisamos obedecer a Deus no que é concreto na nossa vida; no aqui e no agora.

Confira um trecho da pregação:

Leia também:
.:Continuemos perseverantes na fé
.:O que é combate espiritual?

Transcrito e adaptado por João Paulo dos Santos

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo