Colocar na presença de Deus os meus pecados

 Deus quer que a humildade verdadeira se mostre em quem realmente somos

Pe. Fábio Camargos. Foto: Jorge Ribeiro/cancaonova.com

Estamos, hoje, partilhando a respeito do combate no amor. A Palavra meditada está em São João 3,1. É a história de Nicodemos, um fariseu, membro do Sinédrio, que foi ter com Jesus uma conversa muito séria.

O Senhor inspirou-me para partilhar a respeito do combate que nós temos de travar com a nossa vida pessoal.

A busca de Nicodemos pela noite mostra-nos um ar de sigilo, algo armado, que não pode ser dito à luz do dia. Nesse clima de combate, Nicodemos vai conversar com Jesus.

O Senhor começa explicando a Nicodemos como é o novo nascimento. Ele lembra Nicodemos usando as Sagradas Escrituras: a passagem de Números 21,4-9 mostra o povo sendo picado por cobras.

Deus havia acabado de tirar o povo do Egito, eles atravessaram o mar Vermelho e sentiram fome. Moisés foi então pedir alimento para eles. Jesus fez chover grãos do Céu. De tanto comerem esses grãos, eles começaram a se irritar e desprezar o alimento que Jesus lhes havia enviado. Por causa desse pecado, o Senhor mandou contra o povo serpentes venenosas que os picavam.

Jesus utilizou dessa palavra de Números para dizer a Nicodemos como começa o novo nascimento, que acontece quando pegamos o nosso pior, aquilo que gostaríamos que ficasse escondido.

Trazemos dentro de nós, desde pequenos, o pecado original. A nossa natureza está direcionada para o mal, a maldade está dentro de nós e podemos percebê-la em nossa realidade.

Ser uma cobra pode parecer ser humilde, viver das coisas baixas, rastejando-se, mas Deus quer que a humildade verdadeira se mostre em quem realmente somos.

Você vai continuar como uma cobra? A verdadeira humildade não é se arrastar, mas se reconhecer pecador. Não é, no entanto, um reconhecimento para humilhar-se diante dos homens.

O novo nascimento acontece quando reconhecemos: “Eu sou ruim. Sou pequeno, mas eu amo Deus”.

Leia mais:
.:Amar é doar-se
.:Somente a consciência do amor incondicional nos torna capazes de amar

Transcrição e adaptação: Karina Silva


Padre Fábio Camargos


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo