Despertando para um caminho de conversão

Rogéria Moreira
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

 A conversão é um trabalho diário

Existem pessoas que trabalham para nos desviarem da conversão, ou até mesmo, nos “desconverterem”. O demônio tem um plano para te tirar dos caminhos de Deus, ele cria armadilhas e utiliza de pessoas que, maldosamente, aproximam-se de você e te contaminam, dizendo que “você é de Deus sim, mas vive no mundo, então, deve aproveitar”.

Quando estamos nos desconvertendo, trazemos para dentro de casa, aquelas coisas que já eram lixo para nós e nos contaminamos. Qual é o resultado de um lixo que fica dentro de casa? O pecado fede na gente! Se você o jogou fora, não o traga para dentro de casa novamente, mesmo que sinta vontade, não olhe para trás. O cristão não pode parar de crescer na fé. O cristão não pode cristalizar na fé; você tem que cristificar-se, tornar-se um Cristo, semelhante a Ele. É preciso dar passos para frente, ser cada vez mais de Deus. E se, por acaso você retrocedeu, é hora de voltar e acreditar na misericórdia d’Ele, ter a coragem de pedir a Sua misericórdia e retornar para Ele. Precisamos nos ajudar, incentivar o outro a ser mais de Deus, a buscar a santidade, pedir ajuda para o irmão. Isso faz parte do crescimento espiritual.

Você já traçou sua meta espiritual para este ano?

A partir de pequenas mudanças, nós vamos dando passos para o fortalecimento da nossa fé. Deixar o lixo (pecado) para trás pode custar bastante, muito sacrifício, mas vale a pena! Depois que nos convertemos, precisamos aperfeiçoar o nosso caminho na fé, nosso caminho espiritual. É preciso converter-se diariamente! Você sabe quais são suas imperfeições? São as pequenas coisas que nos permitem cair e, com isso, deixar o lixo entrar. Não seja um cristão meia boca! Repita para si mesmo: “eu sou de Deus! eu busco as coisas do alto”!

Assista a um trecho da pregação:

Leia mais:
::As lições de São Mateus para todo aquele que busca conversão
::Como fazer o encontro do nosso tempo, com o tempo de Deus?

 

Transcrito e adaptado por Rebeca Astuti


Rogéria Moreira


Missionária da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo