É preciso voltar para os braços do Pai

E_preciso_voltar_para_os_bracos_do_Pai

Padre Evandro Lima. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Quando as coisas não acontecem exatamente como gostaríamos, precisamos voltar para os braços do Pai

O impossível pode se realizar em nossa vida e o perdão dos pecados é algo maravilhoso, inexplicável que não damos a importância apropriada. Antes de iniciar a homilia, quero falar que o nosso Deus é um Deus de misericórdia que está sempre disposto a nos ouvir. Ele quer trazer a paz, a misericórdia, o perdão ao nosso coração.

A primeira leitura, nos diz de um modelo. Paulo, ao falar a Timóteo, fala sobre como deve ser uma pessoa que está à frente para pastorear um grupo e não porque sabe mais, mas porque alguém precisa ‘puxar’ o rebanho de Deus. Paulo fala que essa pessoa precisa ser responsável.

Ao ser ordenado, eu recebi a missão de pastorear as ovelhas de Deus, por isso eu celebro missa, atendo confissões, me gasto. Mas, parece que Timóteo estava passando por uma crise, porque percebeu que não estava sendo aquele modelo aos irmãos.

Paulo fez com que Timóteo chegasse à conclusão de que ele precisava ser fiel. Timóteo, talvez, tenha enfrentado situações que fizessem com que ele se sentisse cansado. Uma das situações é que ele poderia estar vivendo de uma forma solitária. Talvez, ele tenha experimentado a solidão de quem está à frente. O pastor, muitas vezes, sofre a solidão por não conseguir dividir com ninguém aquilo que vive.

Timóteo, no seu ser jovem, pode ter se achado inadequado para a missão que Deus lhe havia confiado. Quantas vezes nos perguntamos: ‘Senhor, será que sou capaz de fazer isso que me pedes?’

Nossa vida de oração é muito importante na missão, precisamos estar em intimidade com Deus, não sendo negligentes em nossa forma de rezar. Se não há intimidade, se não há participação na vida divina, corremos o risco de não ser aquilo que Deus sonha e planeja para nós. A vida de oração deve nos levar sempre pra frente e quando as coisas não acontecem exatamente como gostaríamos que acontecessem, precisamos voltar para Deus.

Diante de tudo isso, precisamos querer, do fundo do coração, voltar para este Deus que nos ama, que nos acolhe. Voltar para Deus é tocar no que é mais sagrado, é tocar no nosso íntimo. Timóteo esqueceu que tinha um amigo com quem poderia falar sobre tudo.

É preciso se alimentar da leitura e não é de qualquer livro que Paulo está falando, ele fala da Palavra de Deus. Além de se alimentar da Palavra, de querer exortar o povo, é preciso ensinar e muitas vezes, ensinamos mais com nosso testemunho.

Se acaso você se sentir solitário, inadequado, um pouco afastado de Deus, porque não tem rezado como Deus pede que você cresça na intimidade com Ele, é preciso ir à Palavra, se fortalecer com a Escritura.

No Evangelho de hoje, tivemos a oportunidade de ouvir uma passagem que precisa mexer com o nosso coração. A mulher do Evangelho era uma pecadora pública, todos sabiam os pecados que ela cometia e Jesus também, mas Ele está sempre disposto a perdoar, a devolver a paz. Jesus devolveu a paz àquela mulher e a fé dela, o desejo de mudança foi o que moveu o coração de Jesus para esta atitude. Aquela mulher muito amou e porque muito amou todos os seus pecados foram perdoados.

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn1


Padre Evandro Lima


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo