Obediência, caminho da bênção de Deus

Fábio Lira
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Apenas pela obediência alcançaremos a bênção de Deus

A Palavra de Deus nos diz que Ele põe diante de nós “bênçãos” e “maldições”; a escolha é nossa. Para sermos abençoados, a bênção está condicionada à obediência. Obedecer não é simplesmente ouvir, mas praticar as orientações divinas.

As pessoas pensam que já têm as respostas para tudo, não aceitam ouvir, não aceitam obedecer. Ensoberbecem-se na sua própria capacidade. Mas quem quer ser abençoado precisa obedecer, ouvir e praticar a vontade de Deus.

A desobediência é a raiz do pecado. O diabo instiga o homem a se rebelar e a não se submeter à vontade de Deus. E a única forma de ser livre da maldição do pecado é submetendo-se à vontade do Senhor, pois a obediência é o caminho da santificação.

As pessoas se revoltam, pois a Palavra tem muitos “nãos”: não matarás, não adulterarás, não roubarás. É importante, no entanto, compreender que se Deus alinha nossos caminhos com ‘nãos’ na Terra, é para que possamos ter um grande ‘sim’ na vida eterna.

A obediência a Deus exige de nós três iniciativas: humildade, renúncia e vida no amor.

Ser humilde

Uma pessoa orgulhosa e soberba nunca será obediente, porque ela está cheia de si e não tem espaço para o Espírito Santo entrar em seu coração. Só a humildade abre as portas para o trabalho no Espírito.

Só quem é humilde tem a coragem de colocar-se diante de Deus e perguntar: “O que o Senhor quer de mim?”, pois reconhece o senhorio d’Ele e está disposto a viver segundo seus desígnios.

Renunciar

Quem quer obedecer a Deus precisa renunciar à própria vontade e fazer da vontade de Deus a sua própria. Obedecer a Deus é renunciar ao pecado e viver a santidade, pois a carne não quer rezar, a carne não quer ouvir a Palavra, não quer sair do seu conforto para fazer a vontade do Pai.

Obedecer é renunciar ao conforto que agrada a carne e viver a obediência, renunciando ao nosso tempo e aceitando o tempo de Deus.

Entendo que as coisas não devem acontecer quando queremos, mas sim no momento em que Ele determinar.

Viver o amor

Por fim, obedecer a Deus é viver o amor, o que significa não agir por interesse, não fazer barganhas por bênçãos, mas agir por amor, ou seja, fazer sem esperar nada em troca, realizar sem esperar reconhecimento. Na figura de Maria, vemos o maior exemplo de amor, humildade e renúncia de tudo, para, com amor, viver à vocação que Deus lhe reservou.

Vivemos tempo de avivamento, e avivamento é a bênção de Deus sobre nós. Só é preciso que tomemos uma decisão, para que nossa vida e a de nossas famílias sejam abençoadas por Ele. Somente pela obediência vamos experimentar a bênção de Deus.

Assista a um trecho da pregação:

Leia também:
O que é a obediência?
Salvos pela obediência a Deus

Transcrito e adaptado por Jonatas Passos


Fábio Lira


Missionário da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo