Rezando com a Palavra de Deus

A experiência com a Palavra de Deus transforma os corações

Padre Reinaldo Cazumbá – Foto: Arquivo Canção Nova

Estamos neste mês de setembro celebrando a Palavra de Deus; ela é viva e eficaz. Nela Deus tem respostas para a nossa vida e sempre terá. Ela nos liberta e transforma, provoca em nós uma vida de oração. E, toda a nossa oração é baseada na Palavra de Deus.

O que nós queremos provocar neste mês é, cada vez mais, fazer com que o Cristão se volte para a Palavra. Todos que encontram-se com Jesus, encontram-se com a Palavra.

Nós, só entendemos o Antigo Testamento, olhando para o “Novo”; olhando para Jesus. Sabemos que o Antigo Testamento nos remete para a vinda de Jesus Cristo. Em Deuteronômio, capítulo 6, versículo 4, nos diz:”Escuta Israel”.

São Paulo nos diz que a salvação entra pelos ouvidos. Quando fazemos uma verdadeira experiência com a palavra de Deus, a nossa vida é transformada. Quer rezar bem? Tenha sempre a Palavra de Deus como lâmpada, como o salmo 119,105  nos fala: “A Palavra é um farol para nossos passos, uma luz para o nosso caminho”.

A eficácia da Palavra em nossa vida

“Pois a palavra de Deus é viva, eficaz e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes. Penetra até dividir alma e espírito, articulações e medulas. Julga os pensamentos e as intenções do coração” (Hebreus 4,12).

A Igreja vive da Palavra de Deus, claro que, a partir de uma interpretação, de um entendimento, conduz a vida da pessoa tranquilamente. A Palavra de Deus traz paz e a experiência com ela transforma os corações, transforma a vida.

“A primeira atitude para ter contato com a Palavra de Deus é o sentido da escuta.”

Eu já vi a Palavra de Deus sendo pronunciada e pessoas sendo libertas de espíritos maus. Ela traz libertação, por isso, o padre durante a Missa proclama o Evangelho e, no final, ele diz: “Palavra de Salvação”.

Nós aprendemos a rezar com a Palavra. Não sei se você tem tanto contato com a Palavra e, não sei qual é o conteúdo da sua oração. Mas, os salmistas nos ensinam que é necessário rezar com aquilo que é anunciado pela boca de Deus. A nossa oração é uma oração eficaz se, de fato, nós temos conhecimento da Palavra de Deus. Nós rezamos e comunicamos com Deus a partir daquilo que temos de conhecimento d’Ele.

Leia mais:
.: Formação teológica: qual é a origem da Sagrada Escritura?
.: Como ler a Bíblia
.: Por que ler a Bíblia?

O caminho de conversão

Se você estuda a Sagrada Escritura, ela provocará em você a conversão. Nós mudamos de vida com a experiência do encontro pessoal com Jesus a partir da Palavra de Deus. Quando Jesus curava uma pessoa, Ele dizia: “Vai e conte o que você escutou; o que você experimentou”.

A Palavra de Deus não nos engana; quem a vive, sabe que não vive enganado. Ela provoca, em nós, o desejo de permanecer com o Senhor. A Palavra de Deus nos faz livres, autênticos; nos faz viver na verdade; ela é uma escola para a nossa vida.

Nós precisamos aprender com o povo do antigo testamento: colocar o rosto no chão e  humilhar-se diante de Deus. Na oração precisamos nos render a Deus. O autossuficiente e  o orgulhoso não conseguem rezar. Quando a rainha Ester foi rezar, ela tirou o manto real e humilhou-se na presença do Senhor.

Quando você reza, você se humilha da presença d’Ele? O que é daqueles que dizem: “Estou rezando e, o Senhor, precisa fazer em minha vida e ponto final”.

Precisamos aprender com aqueles que vieram antes de nós, para aprendermos a rezar (Cf.: Ester 4,1ss), uma sugestão é fazer um estudo dos livros de Ester e do livro de Tobias, e observarmos como eles oravam. Quando você melhorará na oração? Somente quando humilhar-se e colocar o rosto diante de Deus.
A melhor oração é quando nos colocamos em humilhação diante do Senhor. É a Palavra d’Ele que ensina isso.

Transcrição e adaptação: Adailton Batista

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo
Pregações Youtube