Se Tu queres, Senhor, eu quero

Querer o que Deus quer é garantia de acerto na própria vida

Evandro Nunes Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Vamos ler juntos o Evangelho segundo Mateus 1,18-25, e permitir que essa Palavra de Deus – sempre viva e eficaz – nos envolva:

“Eis como nasceu Jesus Cristo: Maria, sua mãe, estava desposada com José. Antes de coabitarem, aconteceu que ela concebeu por virtude do Espírito Santo. José, seu esposo, que era homem de bem, não querendo difamá-la, resolveu rejeitá-la secretamente. Enquanto assim pensava, eis que um anjo do Senhor lhe apareceu em sonhos e lhe disse: ‘José, filho de Davi, não temas receber Maria por esposa, pois o que nela foi concebido vem do Espírito Santo. Ela dará à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo de seus pecados’. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que o Senhor falou pelo profeta: Eis que uma Virgem conceberá e dará à luz um filho, que se chamará Emanuel (Is 7,14), que significa: Deus conosco. Despertando, José fez como o anjo do Senhor lhe havia mandado e recebeu em sua casa sua esposa. E, sem que ele a tivesse conhecido, ela deu à luz o seu filho, que recebeu o nome de Jesus.”

Quando compreendemos qual o significado do nosso próprio nome, também compreendemos o sentido da nossa missão e existência.

José é um nome bem popular em nosso país. Mas o que significa esse nome? José, em hebraico, significa “aquele que acrescenta”. Grave bem isso, pois hoje falaremos bastante sobre São José, patrono da nossa Igreja.

Meu irmão, você precisa dizer com sua vida: Se Tu queres, eu quero, Senhor! E o que Deus quer? Ele quer que sejamos santos. Se o que você faz na sua vida, não está contribuindo para a sua santificação, afirmo sem receio: “isso não lhe serve”.

Quem faz a vontade de Deus, eu digo: “não tem como dar errado”. Ah! Como seria maravilhoso se todos nós compreendêssemos isso! Meus irmãos, querer o que Deus quer é garantia de acerto na própria vida.

São José, um homem honrado

E temos, hoje, como exemplo de santidade, São José. A Igreja nos apresenta São José como esse modelo concreto de santidade. E veja: São José é aquele que nos ensina a importância de se viver a santidade com um coerente testemunho de vida, muito mais do que com belas palavras.

O que São José fez repercutiu muito mais do que aquilo que ele falou. Que belo ensinamento para nós! Eu, por exemplo, estou aqui diante de vocês nessa pregação. Para pregar para vocês eu faço uso da minha Bíblia, mas para evangelizá-los eu preciso fazer uso da minha vida. Entende isso? Somente uma vida coerente em Deus é que evangeliza os demais.

Esse trecho bíblico que acabamos de proclamar, afirma que São José era um homem de bem, ou seja, um homem honrado. E o que é uma pessoa honrada? É aquela pessoa que não negocia seus princípios morais, é aquela pessoa que fala e vive com coerência aquilo que fala.

Algo importante que precisamos ter em mente é que o autor sagrado escreveu as Sagradas Escrituras tendo em vista o povo judeu, e não a nós, brasileiros. Então, precisamos entender, a partir dessa ótica, o que significou para São José esse gesto de rejeitar a Maria secretamente. Na verdade, ao tomar essa decisão, São José estava assumindo para si toda a responsabilidade daquela – até então inexplicável – gravidez de Maria.

Queira ter sonhos proféticos

Mas eis que surge o anjo do Senhor em sonho e lhe revela a verdade daquele acontecimento de forma profética. Os sonhos de José eram ricos de detalhes. E naquele tempo, sonhos proféticos não eram comuns. Mas, mesmo assim, o Senhor concedeu esses sonhos a São José.

Meu irmão, peça a Deus um sonho profético! Não tenha medo de pedir essa graça ao Senhor. Ele quer orientar sua vida, sua família, seus negócios a partir de um sonho profético.

Leia mais: 
.:São José: um exemplo de discípulo para os cristãos
.:São José, família e o trabalho
.:Oração ao glorioso São José

São José, a partir desse sonho profético, cumpre a vontade de Deus. Meu irmão, todo aquele que deseja fazer a vontade de Deus só pode se colocar em movimento a partir do momento que Deus dá essa ordem. Permaneça no lugar onde Deus lhe ordenou ficar, meu irmão! Foi isso que São José fez! Ele queria ir embora, deixar Maria, mas Deus ordenou que ele permanecesse ao lado de sua esposa. E São José assim permaneceu.

Mas São José teve um segundo sonho profético. E nesse segundo sonho, Deus ordenou a São José que partisse imediatamente. Agora, já não é hora de permanecer, e sim de partir em obediência. Se Deus mandou fazer, meu irmão, faça! Por muito tempo, eu deixei de fazer a vontade de Deus por causa da preocupação que tinha com o que os outros iriam achar… Quanto tempo perdido, meu Deus! Mas hoje, graças a Deus, eu aprendi a lição.

Sinto que Deus me trouxe aqui, hoje, porque Ele quer derramar sobre nós uma unção de consolação. Temos visto muitas tragédias em nosso país, meus irmãos, como a que aconteceu ontem em Suzano (SP). E, então, nos perguntamos: “Por que está acontecendo tudo isso?”. E eu penso que seja para nos voltarmos a Deus, nos aproximarmos do Senhor, retomarmos os sonhos proféticos que Deus tem para cada um de nós.

São José quer nos inspirar neste momento e nos motivar a clamarmos a Deus esses sonhos proféticos em nossa vida.

Banner do canal PlayCancaonova no Youtube

Transcrição e adaptação: Alexandre Oliveira

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo