Coragem! Eu venci o mundo

Padre Bruno Costa. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Padre Bruno Costa. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Fé, uma palavra tão pequena, mas com um significado muito grande que nós precisamos, todos os dias, trazer à nossa memória. Segundo a Bíblia, na Carta aos Hebreus, a fé é o firme fundamento, é aquilo que sustenta, que dá uma boa consistência.

A fé fez Noé construir a arca, fez Davi confiar plenamente no Senhor. São tantas as palavras, as passagens, mas como anda a nossa fé? No mundo de descrenças, no mundo em que a palavra “promessa” não é mais vivida, muitos pensam: “Eu não aguento mais promessas na minha vida!”. Mas quando me refiro a ela, não falo daquelas feitas pelos homens, mas das promessas de Deus, e Ele sempre as cumpre.

O que realmente é fé? A fé, como substância, torna real a crença de Deus; conseguimos olhar para uma pessoa e saber se é uma pessoa de fé, pois as suas atitudes mostram isso.

Falar que acreditamos em coisas que enxergamos, é fácil; agora, acreditar em uma coisa que não se vê, é difícil! Deus dá existência ao que não existe!

Tantas promessas não se cumprem, que vamos ficando descrentes. A nossa esperança está no Senhor, que fez o céu e a terra. Precisamos confiar plenamente n’Ele, não mais ou menos!

A fé convence, transforma e indica. A pessoa com fé é convencida de que está neste mundo, mas pertence ao céu. A pessoa que tem fé não tira os olhos de Cristo; mesmo em meio às tribulações, continua firme.

Se não tivermos uma fé viva, não iremos suportar, porque a nossa fé tem sido avaliada. Não podemos deixar que o medo nos domine, porém um “medinho”, às vezes, é bom para sentirmos a presença de Deus. Mas quando deixamos o medo nos dominar, vamos perdendo a fé, a alegria e a vontade de lutar.

"A pessoa que tem fé não tira os olhos de Cristo, mesmo em meio as tribulações continua firme", ensina Padre Bruno. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

“A pessoa que tem fé não tira os olhos de Cristo; mesmo em meio às tribulações, continua firme”, ensina Padre Bruno. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Nós não somos deste mundo, mas temos de passar por ele fazendo a diferença. Não podemos perder a esperança, é preciso que, a cada dia, nós a busquemos para recomeçar. Por esse motivo, precisamos viver a Palavra de Deus, precisamos tomar a decisão de fazer deste ano, um tempo diferente. Vamos deixar as coisas pequenas de lado, vamos para Deus, vamos ser ousados e vencer a batalha!

Comece a viver a Palavra, porque não adianta só falar sobre ela, precisamos também agir baseado nela. O mundo precisa dessa prática, uma fé sem obras é uma fé morta! Como se vive bem a fé? Com as atitudes!

O mundo quer mostrar que somos derrotados, mas não deixe de sonhar, seja insistente. O Senhor sonha com você e Ele quer o melhor para a sua vida.

Quaresma não é o tempo de tristeza, mas de alegria. Sabemos que a vida nova vai nos ser dada; então, precisamos estar alegres. Deus quer mudanças concretas, mas nós paramos demais na opinião das pessoas. O que nos guia não é o que os outros dizem, mas sim o que Deus tem para nós! Esta Quaresma não pode ser só mais uma, precisa ser de mudanças concretas!

Não pare no seu pecado, porque Deus ama o pecador e destrói o pecado. Não desista! Lute e viva uma fé pautada na Sua Palavra.

Transcrição e adaptação: Karina Aparecida  


Padre Bruno Costa


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo