Nas coisas pequenas e simples que Deus age

Nas_coisas_pequenas_e_simples_que_Deus age

Padre Márcio Prado. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

O reino de Deus é para os simples, é feito de coisas simples e Deus age na simplicidade

Nesse tempo, temos acompanhado a história de Moisés, que fez uma longa caminhada com seu povo em busca da terra prometida. Quantos de nós também fomos escravos e quantos ainda estamos escravos! Mas a grande promessa que Deus tem para nós é que Ele nos quer pessoas livres. Somos filhos amados do Senhor e, continuamente, precisamos retomar essa verdade.

Nós precisamos escutar o Senhor, pois somos nós quem precisamos d’Ele, temos de dar o passo para escutá-Lo, para sermos instruídos por Ele.

Deus tinha uma novidade para Moisés: não somente ele escutaria a voz do Senhor, mas todo o seu povo. O Altíssimo se manifestou para libertar aquele povo, dando-lhes água e comida, a fim de que se alimentassem. Aquele povo viu a manifestação do Senhor.

Hoje, vemos também esse Deus que se manifesta a Seu povo. Muitas vezes, até sentimos inveja de cantores, pregadores, de pessoas que conduzem momentos de oração, e dizemos: “Como eu gostaria de ser como ele!”. Aquele povo também sentia certa inveja de Moisés. Por que só ele podia ouvir Deus?

Na leitura de hoje, vemos isso, o Senhor dizendo que ia Se revelar a Moisés e também a seu povo. Moisés era um homem de Deus, mas para estar com o Senhor face a face era exigido dele uma preparação e, antes de tudo, fé. Moisés precisava da fé para ir ao encontro do Pai.

Se você tem o desejo de ser melhor, de ser mais de Deus, Ele vai em seu socorro. Você não é o pior pecador do mundo, há sim pessoas melhores que você, mas você não é a pior delas. Mas é importante que você se coloque a caminho, em marcha. Não desista, não olhe para trás. Deus olha para você, acredita e investe em você!

Abra-se ao Senhor, que se comunicou com todo o Seu povo. Nós podemos cultivar o encontro com o Senhor com passos na fé. Embora sejamos pecadores, peçamos provas de amor a Deus, nós somos escolhidos e muito amados por Ele.

Precisamos nos convencer desse amor divino por nós, precisamos investir no amor do Pai. Podemos observar esse amor na história da Igreja. Quantos momentos difíceis nós passamos, quantas dificuldades vivemos em nossa casa, com nossa família, sem que Deus deixasse de se comunicar conosco!

Nascoisaspequenasesimplesque_Deusage

“É necessário lavarmos as nossas vestes, arrependermo-nos dos nossos pecados e abandonarmos os ídolos. É preciso deixarmos Deus ser Deus.”, disse padre Márcio. Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

A Palavra proclamada é sempre nova; e, hoje, Deus está dizendo que Ele se revela a Moisés, mas Ele se revela também a seu povo. Para cada um, que é povo de Deus, Ele tem um comunicado. E quantas maravilhas Ele pode realizar na vida de Seus filhos! É necessário lavarmos as nossas vestes, arrependermo-nos dos nossos pecados e abandonarmos os ídolos. É preciso deixarmos Deus ser Deus.

Corremos o risco de, ao longo da caminhada, adquirirmos ídolos. Além do passo na fé, devemos nos arrepender dos nossos pecados, das nossas falhas, daquilo que não foi bom em nossa caminhada. Continuamente, precisamos retomar a fé e o pedido de perdão a Deus, agradecer-Lhe, porque Ele sempre quer falar conosco.

A Palavra de Deus e a Eucaristia são nossos alimentos. Precisamos amar Nosso Senhor na Eucaristia, precisamos amá-Lo na Palavra, abrindo nosso coração para que ela penetre em nossa vida. Deus nos fala de maneira muito simples, para que possamos compreender.

Comece lendo sobre a vida de Jesus nos Evangelhos. É no Novo Testamento que se cumprem as profecias. Abra os ouvidos e o coração para escutá-Lo. Ele falava e continua falando de maneira muito simples a nós.  O reino de Deus é para os simples, é feito de coisas simples.

Você tem escutado o Evangelho na sua paróquia? Tem visto a lição que Papa Francisco tem nos dado, de maneira simples? Por que será que não mudamos de vida, por que não nos convertemos? Todos nós podemos viver as obras de misericórdia, visitar um enfermo ou um encarcerado. São coisas pequenas, simples, que Jesus fazia, assim como o Papa Francisco, que imita Nosso Senhor e quer ser essa grande voz para nós.

Moisés, na simplicidade, mas com muita fé, falava com o Senhor. Deus, na simplicidade, falou e fala conosco. Que possamos refletir: “O que posso fazer para o outro, mesmo que na simplicidade?”.

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

Padre Márcio Prado
Missionário da Comunidade Canção Nova

contribuicaocn


Padre Márcio José do Prado


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo