Restaurados pelo Preciosíssimo Sangue de Jesus

restaurados_pelo_rreciosissimo_sangue_de_jesus

Padre Eduardo Braga e Silva. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Bendito seja o Preciosíssimo Sangue de Jesus!

Nós começamos um novo mês, e este é dedicado ao Preciosíssimo Sangue de Jesus. Hoje, é o dia que Jesus instituiu para o Santíssimo Sacramento, que é a Eucaristia. Hoje é o dia do amor.

O Senhor disse: “Fazei isto em memória de mim” (Lc 22, 19). E a Igreja obedeceu essa ordem e essas palavras que são vida. “Não há maior prova de amor do que dar a vida pelos seus amigos” (João 15,3). Jesus falou isso, Ele viveu essa palavra.

Nesta manhã, a nossa reflexão é esta: Jesus é a prova evidente do amor do Pai. Essa é a prova do Senhor, o Seu Corpo e o Seu Sangue. Muitos de vocês já fazem a oração oficial da Igreja, que é a liturgia das horas. Muitos jovens têm acesso a esse aplicativo no celular e rezam de manhã e à tarde. Na liturgia das horas, rezamos todas as manhãs, e há nela o cântico que Zacarias cantou quando Jesus Lhe deu Seu filho João Batista, o qual seria o precursor de Jesus. E a Canção Nova é esse João Batista.

“Graças à ternura e misericórdia de nosso Deus, que nos vai trazer do alto a visita do Sol nascente, que há de iluminar os que jazem nas trevas e na sombra da morte e dirigir os nossos passos no caminho da paz” (Lc 1,78-79). Graças ao coração misericordioso de nosso Deus, Ele envia o sol nascente do alto para nos visitar.

Irmãos e irmãs, Zacarias está dizendo que o Senhor Deus enviará não apenas o precursor, mas aquele que virá nos visitar e tirar das trevas. Jesus é a maior prova de amor de Deus por nós. Em Hebreus, Deus nos falou de muitos modos, mas, no último tempo, Ele nos falou por intermédio de Seu Filho, que é expressão máxima do amor do Pai.

Você pode dizer como Tomé: “Meu Senhor e meu Deus!”. Jesus veio para você, receba-O nesta manhã. Ele é o seu Deus, Ele vai salvá-lo para curar e nos fazer santos. Ele veio para dar a vida e não qualquer vida, mas a vida plena. Então, professe, meu irmão: Jesus é o seu Senhor! Isso vai lhe dar confiança de novo, pois você tem um Deus apaixonado por você! Sinta isso, mas se não sentir, tenha a certeza no seu coração.

restaurados_pelo_preciosissimo_sangue_de_jesus

Fiéis participam da pregação do padre Eduardo Braga. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Quando Deus abre para nós uma porta, devemos correr para ela imediatamente! Existe um santo italiano chamado José de Cotolengo que dizia: “A providência de Deus acorda uma hora antes que a gente e vai dormir uma hora depois”.

Deus é a sua única oportunidade; Ele continua na história, Ele está com você e quer ser o seu caminho e a sua verdade. A misericórdia do Senhor não se cansa de esperar e amar.

Papa Francisco escreveu a Bula (Documento) ‘O rosto da misericórdia’, e nós precisamos aprender com o coração d’Ele. Se desejamos seguir o Senhor, precisamos seguir o que o Papa Francisco está falando. “Jesus é o rosto da misericórdia do Pai” (Papa Francisco). O amor não é somente uma palavra, é um sentimento e uma verdade. Jesus é o amor definitivo do Pai por nós!

O amor, cuja fonte é Deus, não acaba! Você está entendendo que é amado por um amor definitivo que não acaba? O Pai está dizendo: “Receba a minha paz! Não como o mundo dá, mas a verdadeira paz!”. Hoje, inchados pelo orgulho e pela vaidade, parece que é proibido pedir perdão e se humilhar. Quantas vezes estamos nos humilhando diante de bens materiais e coisas que não são dignas da nossa humilhação? Nós precisamos da misericórdia, porque nós precisamos de Deus.

Ouça um trecho desta pregação e adquira pelo nosso telefone: (012)3186-2600:

Nessa nova encíclica, que tem sido incompreendida por muitas pessoas, o Papa diz que só poderemos salvar a natureza se salvarmos os homens. Não podemos aceitar as imposições de hoje, como uma roupa que não nos cabe. Não podemos ser escravos do mundo.
Papa Francisco traz imagens, e uma é a porta da misericórdia. Quantas vezes nós pensamos: “Não tenho mais jeito!”. Se você está vivo, é porque ainda existe uma missão para você. Se a sua história não for pelo amor, vai ser pela dor, mas uma dor inútil, que o levará ao vazio e tirará sua paz. Atravesse a porta da misericórdia. Não espere dia 8 de dezembro para viver o ano da misericórdia. Quando Deus abre para nós uma porta, devemos correr para ela imediatamente!

Quando Francisco de Assis encontrou o Senhor, ele quase ficou louco, gritando pela cidade de Assis: “O amor não é amado!”. Se somos cristãos, o que precisa nos diferenciar é o amor. Olhe para as seus relacionamentos e veja se há amor. Como diz Beata Helena Guerra: “Que tudo em mim seja amor”. Imagine um jovem, um pai, um homem em que tudo nele seja o amor. Quem disse para você, pai, que você não pode amar e dizer para sua esposa e para seus filhos desse amor?

A nossa santificação só virá pelo amor. Santa Teresinha só sossegou quando descobriu sua vocação: “No coração da Igreja eu serei o amor”. Quantas pessoas esperam que o outro morra para dizer que o amava! Por isso, enquanto você está vivo, ame, porque, depois que morre, não há como mais amar.

É tão triste quando vemos as profanações de alguém rouba o sacrário, o Corpo e o Sangue de Jesus! Cuidado para você não profanar o Senhor que está em você! Cuidado para que a sua infidelidade não feche a porta da misericórdia. Não é somente a misericórdia de Deus que vem nos visitar, nós também devemos ser misericordiosos.

Nossa direção de vida, neste mês, precisa ser debaixo da sombra da cruz, porque ali somos fortes e o mal não chega até nós. Foi um crucificado que salvou o mundo. Aos pés da cruz você conseguirá ser misericordioso e perdoar.

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D’Onofrio.

contribuicaocn1


Padre Eduardo Braga


Vigário Episcopal do Vicariato rural da Arquidiocese de Niterói – RJ

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo