Temos um intercessor no céu

Temos_um_intercessor_no_ceu

Padre Anderson Marçal. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

O nosso intercessor, Jesus, ora incessantemente ao Pai por nós

No capítulo 17, versículo 20, do Evangelho de São João, Jesus faz uma oração ao Pai; e nesta oração estamos nós. Chegou o momento de dizermos: “Eu quero seguir Jesus Cristo”. Mas ainda há tantas pessoas que não conheceram Jesus! Outras que até O conheceram, mas fizeram a escolha de andar longe d’Ele. Crsito está também intercedendo por estes, porque Ele não quer perder nenhum de Seus filhos.

Precisamos cultivar a oração de Jesus, cultivar Suas intenções. Às vezes, quero alguma coisa que está só na minha realidade, mas Jesus quer muito mais para mim. Quando rezamos, temos de ter a certeza de que Jesus também reza por nós. É necessário entender a oração que Jesus está fazendo por nós.

A primeira intenção da oração de Jesus é que vivamos a unidade; já a intenção do diabo é nos dividir, separar-nos. Às vezes, trabalhamos de graça para o divisor, e nos dividimos sem perceber. Se estamos dividimos entre nós, é porque, antes, estamos divididos em nós mesmos. Se agirmos conforme o que somos, não seremos divididos.

Se estamos nos dividindo, é porque não temos mais a capacidade de ver o sofrimento do outro. A violência na sociedade prende-nos em nossa própria casa, temos de colocar cercas, grades… E isso é muito mais sério do que simplesmente nos proteger da violência. Estamos nos separando dos nossos irmãos, ficando cada vez mais presos achando que estamos livres.

De que adianta fazermos grandes coisas se não estivermos atentos às pequenas coisas que estão nos dividindo? Uma pessoa que não sabe quem é, vai precisar de segurança para se autoafirmar. Se chamamos Deus de Pai, temos de para e pensar: “O que eu estou fazendo pelo meu irmão?”.

De que maneira estamos trabalhando, dentro de nós, essa intenção primeira de Jesus, que é a unidade de sensibilizar-se com o outro, de fazer algo por ele mesmo que ninguém veja.

A segunda intenção de Jesus é que a nossa vida exale que somos d’Ele, que a nossa vida seja a continuidade da escrita da Palavra de Deus no mundo. Precisamos entender que a nossa vida pode ser uma verdadeira evangelização.

Temosumintercessornoceu

“De que adianta fazermos grandes coisas se não estivermos atentos às pequenas coisas que estão nos dividindo?”, disse padre Anderson. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

A família precisa de promoção. Você tem promovido os valores da sua família? Os traficantes, as ideologias estão roubando os filhos, porque não estamos mais promovendo as famílias. Hoje, não temos mais tempo, mas precisamos “correr” para sustentar os filhos. Mas o que ganha seus filhos é o amor que você dedica a eles. Não existe traficante que resista a uma família bem promovida.

Quando achamos que podemos ter uma vida como queremos, que podemos fazer do nosso corpo o que bem entendemos, estamos destruindo os verdadeiros valores. O nosso intercessor, Jesus, ora incessantemente ao Pai para que vivamos a unidade, e para que a nossa vida seja uma continuidade da Palavra de Deus.

A terceira intenção de Jesus é que acreditemos na ressurreição. Se não acreditarmos nela, viveremos como se tudo terminasse com a morte e nada tivesse sentido. Precisamos acreditar que também ressuscitaremos com Jesus. Quando chegar o fim aqui, temos de acreditar que haverá um início lá no céu. Se temos responsabilidade com a nossa vida, é porque acreditamos na ressurreição.

Colocar Jesus no centro é termos a coragem de ficar apenas com aquilo que Ele nos dá. Na perda de uma pessoa querida, diante de situação difícil, precisamos nos perguntar: “O que Jesus está nos dando?”

Às vezes, queremos tantas coisas, mas será que nosso querer é o mesmo de Jesus? Há pessoas que pedem a Ele um milagre e são curadas; tantas outras também pedem, mas não são atendidas. É necessário filtrar as nossas intenções. Diante da oração que você fizer, pergunte-se: “A minha vida vai ser uma verdadeira Palavra de Deus? Isso vai me fazer servi-Lo mais? Vai me fazer ser mais unido a mim mesmo e aos meus irmãos?”.

Nós temos um intercessor no céu: Jesus Cristo!

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn


Padre Anderson Marçal


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo