Monsenhor Jonas e Luzia lançam livro no retiro de carnaval

Padre Jonas convida os leitores a despertarem para as coisas de Deus

Alessandra Borges
Da redação

A Editora Canção Nova presenteia os peregrinos neste ‘Acampamento de Carnaval 2015‘, de 13 a 18 de fevereiro, com o lançamento de dois novos livros: ‘Desperta, tu que dormes’, escrito pelo fundador da Comunidade Canção Nova, monsenhor Jonas Abib e o ‘Só pra você’, da cofundadora da comunidade Luzia Santiago.

Monsenhor Jonas convida os fiéis, por meio deste livro, a despertarem para as coisas de Deus: despertar para a salvação aquele que dorme no pecado; despertar para a fé aquele que dorme na incredulidade; para a vida nova aquele que dorme na vida velha; para o Espírito Santo aquele que dorme fora da ação do Espírito, por fim, despertar para a Igreja aquele que dorme fora da Igreja de Cristo.

monsenhorjonase luzialancamlivrono retirodecarnaval

Monsenhor Jonas Abib e Luzia Santiago lançam livros pela Editora Canção Nova. Foto: Andréia Britta

“É preciso fé! E é isso que o Senhor está querendo de nós, porque fé não é agir naquilo que é seguro. Fé é justamente agir naquilo que é inseguro, onde nós não vemos solução, é caminhar na direção onde nós não vemos caminho”, escreveu padre Jonas.

Luzia, em seu livro, coleciona pequenas reflexões sobre o dia a dia com uma visão doce e singela sobre a vida. Monsenhor Jonas compara o livro a um beija-flor, que vai de flor em flor, colhendo o que de melhor cada uma tinha: a doçura do néctar.

“Você vai gostar tanto, que fará o trabalho de beija-flor, passando um exemplar desse livro a outras pessoas. É certo que muitos precisarão dele: você lhes servirá o néctar de que eles necessitam”, disse padre Jonas.

As obras estarão disponíveis para compra a partir desta sexta-feira, 13 de fevereiro, na Loja do Davi, em Cachoeira Paulista (SP). Você pode adquiri-lo durante o encontro, também na loja.cancaonova.com, com os vendedores porta a porta e o Call Center pelo telefone (12) 3186-2600.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo