A alegria é fruto de uma escolha

Pe.Gevanildo

Padre Gevanildo. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

“A alegria do coração é a vida do homem, e um inesgotável tesouro de santidade. A alegria do homem torna mais longa a sua vida. Tem compaixão de tua alma, torna-te agradável a Deus, e sê firme; concentra teu coração na santidade, e afasta a tristeza para longe de ti, pois a tristeza matou a muitos, e não há nela utilidade alguma” (Eclesiástico 30,23-25).

Durante todo este acampamento de carnaval, estamos meditando sobre a alegria verdadeira que brota de uma fonte conhecida por nós, que Bento XVI diz ter um rosto e um nome: Jesus Cristo.

Alegria é igual vida, vida é igual santidade, alegria e vida caminham juntas. Para termos vida precisamos ter alegria, aquela que, mesmo em meio à dor e à provação, o nosso coração não se deixa ser consumido pela tristeza, porque alegrar-se é uma escolha.

Eu posso escolher ser alegre, ser feliz mesmo em meio ao sofrimento, por isso santidade é igual a vida, que é igual a alegria. Quantas pessoas não escolhem a santidade, não escolhem Jesus Cristo, e por isso são tristes e deprimidas! Nós não podemos perder o ânimo, porque uma pessoa desanimada é alguém sem alma, que não consegue encontrar em seu coração um motivo para sorrir.

Quantos de nós acordamos pela manhã tristes e não sabemos de onde vem a tristeza! Se você não sabe de onde vem seu desânimo, saiba, ao menos, de onde vem a alegria. Escolha ser de Deus, escolha levantar feliz pela manhã.

Você pode me perguntar: “Padre, como eu vou acordar e ser feliz com todos os problemas da minha casa, do meu filho?”. Sei que a tristeza matou muitas pessoas, por isso digo que se você ficar olhando para os seus problemas, eles não vão se resolver. Deus espera que você, dentro de sua casa, seja o meio que leva alegria para sua família. Talvez eles estejam esperando o seu sorriso para sorrir. Quando você encontra alguém sorrindo, seu sorriso automaticamente vem. Quando você sorri, leva o outro a sorrir também.

A alegria, vida e a santidade também são contagiantes; e nós podemos nos deixar ser contagiados pela alegria. Quantas pessoas estão tristes, porque nós não entendemos que podemos ser a fonte de alegria para elas. Muitas vezes, escolhemos infernizar a vida dos filhos, do pai, da mãe, da sogra e do sogro. Meu irmão, escolha ser feliz, pois a felicidade é uma escolha que Deus nos deu como presente. Jesus nos ensina a sermos felizes mesmo em meio às tribulações e aos sofrimentos da vida. A felicidade não depende de nós, ela tem a fonte em Jesus Cristo.

Eu não conheço ninguém que sonha ser triste. Todo mundo sonha ser feliz. Alguém reza pedindo a Deus que o faça triste? Nós buscamos a alegria, buscamos a felicidade, por isso essa alegria que almejamos é fruto de uma escolha. Eu posso escolher acordar triste e deprimido, mas também posso escolher que meu dia seja feliz. Nada nem ninguém podem abalar nosso coração se escolhermos a felicidade.

A coisa mais linda que Deus deu ao ser humano foi a liberdade. Deus não nos trata como marionete, Ele não nos controla. O Senhor nos deu a liberdade para escolhermos o que queremos todos os dias.

Diariamente somos convidados a fazer uma escolha, seja a roupa que vamos vestir ou o penteado que faremos. Mas se não escolhermos Jesus Cristo todos os dias, nossas escolhas vão ficando deficientes e vamos sendo levados a fazer coisas que talvez não queiramos.

Peregrinos

“Se fizermos escolhas erradas, teremos grandes consequências mais tarde”, diz Padre Gevanildo. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

O que é liberdade? É a graça que Deus nos deu para realizarmos aquilo que queremos. Por isso precisamos ser responsáveis pelas nossas escolhas, pela santidade que precisamos trilhar a partir de hoje. Se você escolheu ter relações sexuais com seu namorado antes do casamento, assuma a responsabilidade de ser pai. Se você optar por se casar com essa pessoa que está ao seu lado, assuma a sua escolha.

Se fizermos escolhas erradas, teremos grandes consequências mais tarde. Não baseemos nossas escolhas em prazeres momentâneos, que duram apenas alguns minutos. Lembremo-nos de que aquele que está em Cristo é uma nova criatura. Está na hora de criarmos vergonha na cara e assumirmos esta vida que Cristo nos deu.

Em 2 Samuel 11, podemos entender o que uma escolha errada pode fazer em nossa vida.

“Uma tarde, Davi, levantando-se da cama, passeava pelo terraço de seu palácio. Do alto do terraço avistou uma mulher que se banhava, e que era muito formosa. Informando-se Davi a respeito dela, disseram-lhe: É Betsabé, filha de Elião, mulher de Urias, o hiteu” (2Samuel 11,2-3).

Davi era um homem segundo o coração de Deus, era o rei de Israel. Naquele tempo, rei ia à frente do exército durante as batalhas, mas Davi escolheu não ir.

Uma escolha errada pode destruir uma casa, pode destruir uma família. Você, que está no caminho errado do adultério, largue essa vida, porque você pode destruir a sua casa. Davi escolheu errado e sofreu as consequências.

“Então Davi mandou mensageiros que lha trouxessem. Ela veio e Davi dormiu com ela. Ora, a mulher, depois de purificar-se de sua imundície menstrual, voltou para a sua casa, e vendo que concebera, mandou dizer a Davi: Estou grávida. Então Davi enviou uma mensagem a Joab, dizendo-lhe: Manda-me Urias, o hiteu. Joab assim fez” (2Samuel 11,4-6).

O esposo daquela mulher estava lutando onde Davi deveria estar. O rei, então, mandar chamar Urias para que ele se deitasse com sua mulher, a fim de que pensasse que o filho era dele. O que aconteceu? Urias não foi para casa, porque era fiel ao rei, fiel a Deus. Davi, então, ficou desesperado. Chamou Urias, embebedou-o e o mandou para sua casa; mesmo assim, ele não foi dormir com a esposa. O rei mandou o general colocar Urias à frente do exército para que morresse mais rápido. Assim se fez e Urias morreu.
Olha só como uma escolha errada pode acometer tantos erros! Davi foi adúltero e homicida, tudo para encobrir o que de errado ele havia feito.

Betsabé, sabendo da morte de seu marido, chorou. Davi, então, trouxe-a para morar com ele. O pior de tudo é escolher errado e levar o outro para o inferno.

Deus nos pede para escolhermos a santidade. Somente tendo um coração voltado para Nosso Senhor Jesus Cristo é que poderemos fazer escolhas certas. Se não formos radicais em nossas escolhas, vamos cair, nos lambuzarmos no pecado.

Tomemos cuidado com as pequenas escolhas do dia a dia. Para sermos santo, temos de optar, todos os dias, pela alegria completa, por Jesus Cristo. Hoje, precisamos fazer uma escolha radical por Jesus Cristo.

Hoje, o Senhor nos coloca contra a parede e nos pergunta: “O que vocês querem para a vida de vocês?”. Aprendamos a escolher por Jesus Cristo, pois ele é a fonte inexorável de santidade.

Se fizermos escolhas erradas em nossa vida, Deus virá atrás de nós e nos perguntará: “Onde estás, por que se esconde?”. Deus foi capaz de vir até nós e nos ensinar a escolhermos a vida, a santidade. Ele veio atrás de nossas fraquezas e fragilidades. Ele está conosco e é Ele quem nos ensina a fazermos essa opção. Deus nos ama, Ele ama nossa vida e não quer nos ver no inferno. O Senhor quer o céu para nós.

Deixe para trás sua vida velha, suas tristezas e seus problemas. Assuma uma nova vida. Deixe para trás todos os vícios que o estão dominando.

O Espírito Santo nos faz livres e nos ensina a fazermos opções radicais. Quanta gente já deixou seu vício no confessionário! Mas quantos ainda estão com medo de passar perto dele!

Vamos rezar com a Palavra de Romanos 8,15: “Porquanto não recebestes um espírito de escravidão para viverdes ainda no temor, mas recebestes o espírito de adoção pelo qual clamamos: Aba! Pai!”. Vamos rezar para que todo espírito de escravidão caia por terra em nossa vida.

Transcrição e adaptação: Fernanda Soares


Padre Gevanildo Augusto Torres


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo