Que o vosso coração não se torne insensível

Marcio Mendes

Márcio Mendes. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Se queremos que nossa alegria seja verdadeira precisamos que Jesus nos ajude a diferenciar a alegria que não passa, daquela alegria passageira que deixa na boca o gosto de ressaca.

O que torna o nosso coração insensível para o bem é a gula, a embriaguez e as preocupações exageradas com a vida. Isso nos torna tristes e torna a vida pesada. Devemos tomar cuidado para que o nosso coração não se torne triste, insensível por causa do excesso no comer, beber e nas preocupações.

Será que não foi para você que o Senhor escolheu essa Palavra porque você tem andado triste, com o coração pesado? O coração que se torna insensível a Deus se torna inclinado ao pecado. Um coração insensível é aquele que perdeu a capacidade de sentir. Tem gente que não sente mais a presença de Deus.

O nosso coração é o lugar em que nos encontramos com Deus e não pode se tornar insensível porque Deus mora nele. Você sabia que o demônio não pode entrar no seu coração? O demônio não consegue saber o que você está pensando, ele desconfia do que você pensa, tira as conclusões e age. Apenas você e Deus tem acesso ao que se passa na sua cabeça e no seu coração, porque dentro de você está sua consciência e o Espírito Santo.

 

contribuicaocn

Se o demônio não tem acesso ao seu coração, então por que você sofre? Porque, apesar de ele não ter acesso à sua intimidade, usa de artifícios para te envolver e tornar pesado o seu coração de tristeza e pecado. Quando o coração da pessoa não está curado ela fica insensível e perde a alegria.

As nossas feridas não curadas e nossos pecados formam uma massa em torno do coração e o tornam incapaz de sentir, de se comunicar com Deus e com os outros. Depois que a pessoa perde a comunicação com Deus logo em seguida vai perdendo a comunicação com aqueles que ama.

Muitos podem estar se perguntando: “mas qual o problema da pessoa comer”? A questão é comer de maneira exagera, demonstrando que não se tem domínio sobre si mesmo. A gula é uma expressão de desequilíbrio.

Peregrinos

“O coração que se torna insensível a Deus se torna inclinado ao pecado”, diz Márcio Mendes. Foto:Wesley Almeida/cancaonova.com

Entenda que essa gana para comer é uma manifestação de um sintoma do coração, sintoma de que se está desequilibrado afetivamente. O corpo não precisa daquela comida toda e você tenta preencher o vazio que está no coração com a comida. Gula é comer demais, é comer mais do que é preciso.

Se você não controla o que você come, vai controlar seu filho, sua sexualidade? Como você vai resistir a uma proposta do demônio se você não consegue dizer “não” a um pedaço de bolo fora de hora? Coma o suficiente.

Com facilidade, vamos nos enchendo com coisas pecaminosas. Nós jejuamos para disciplinar o próprio corpo. A Quaresma é tempo de penitência e nesse tempo, quem é cristão de verdade, não faz e nem participa de churrascos.

Quaresma é um tempo de revermos nossa vida, expulsando tudo que é mal, pecaminoso. O mundo, hoje, aproveita até mesmo os dias santos como feriado, inclusive para produzir pecado. A Palavra de Deus foi perdendo espaço neste mundo em que vivemos.

Muitas pessoas que se dizem cristãs não vão à missa nem mesmo aos domingos. Há pessoas que se dizem católicas e trabalham aos domingos porque querem. Há nessas atitudes uma ação diabólica porque atenta contra o descanso, contra a vida familiar.

Quando vamos ao encontro de Deus também vamos ao encontro dos irmãos. O dia sagrado é o dia do encontro com Deus. Por que há tantas pessoas tristes? Porque não vão há lugar nenhum, nem mesmo à missa. Por que uma pessoa, que não guarda nem o domingo para Deus, não vai para frente? Porque a graça de Deus não consegue chegar a ela, seu coração se fechou, tem uma barreira.

Outra coisa que mina a alegria é a embriaguez. Na Palavra essa embriaguez está representada por todo tipo de dependência química. Tem gente que se dopa com cigarro, bebida, droga ou sexo. Embriaguez é tudo aquilo que te entorpece.

Há pessoas que convidam alguém para jantar, mas pegam o celular e conversam com todo mundo menos com quem está à sua volta. Televisão e internet viciam, muitas pessoas estão viciadas. Tudo que for entorpecente causa estragos terríveis.

Há maridos que não conseguem abandonar a pornografia através do computador. Ele quer largar, mas não consegue porque está viciado e a cura é um processo exigente. É preciso perseverança para se libertar.

Por que você não pode permitir que seu coração perca a sensibilidade? Para que você não seja um derrotado e quando chegar a tribulação ela te encontre em pé, diante de Jesus. Que em nossas horas difíceis estejamos em pé. A meta de Jesus é nos curar para nos libertar.

Hoje Jesus se apresenta a você para libertar seu coração e te dar uma vida nova.

Transcrição e adaptação: Míriam Santos Bernardes


Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186-2600


Márcio Mendes


Missionário da Comunidade Canção Nova, teólogo e escritor

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo