Maria, dai-me a graça que vos peço e tanto suplico

Como saber se o que estou pedindo é vontade de Deus?

Pregação Fernanda Soares - 269x329

Fernanda Soares – Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

Há quanto tempo você pede a graça de Deus? Há meses, há um ano, oito anos ou 20 anos? Se a graça ainda não aconteceu na sua vida, procure compreender o que o Senhor quer falar com você.

É preciso purificar os pedidos

Se você ganhar na Mega Sena, esse prêmio vai aproximá-lo ou afastá-lo de Deus? O seu pedido de oração é justo e cristão? Se, por exemplo, uma pessoa oprimiu você, demitiu-o do emprego, humilhou-o, agora você reza pedindo a Deus vingança? Isso não está correto! Seu pedido é uma condição para estar na Igreja? Se Deus não lhe der o que pediu, você sai da Igreja ou permanece nela?

Maria, dá-nos essa graça que tanto pedimos e suplicamos! Mas por que pedir isso a Maria e não diretamente a Jesus? Em Jo 2,1-11 lemos: “Eles não têm vinho!”. Cuidado e preocupação são próprios de mãe. Maria se compadeceu dos noivos e intercedeu por eles – interceder é pedir a favor de algo ou alguém, intervir ou rogar; é colocar-se no lugar de outro e defender a sua causa como se fosse sua própria.

Maria é nossa intercessora

“Mulher, para que me dizes isso? A minha hora ainda não chegou”. Existe um tempo no Céu para cada coisa. Deus tem a sua hora de intervir. Talvez, não estejamos prontos ou maduros para receber a graça ainda; talvez essa espera esteja nos forjando numa mulher ou homem de têmpera, forte na fé.

“Fazei tudo o que ele vos disser!” Com autoridade de Mãe que lhe é dada, Maria já não só pede, mas ordena que Jesus antecipe o milagre. Não é ela quem faz o milagre, não é ela a “deusa”. Nossa Senhora indica cada um de nós Àquele que é o Senhor e poder fazer o milagre: Jesus.

O que nós precisamos fazer? Tudo que Ele nos disser. O que Jesus lhe pede para fazer hoje? É preciso ter intimidade com o Senhor, numa vida de oração, para ouvir o que Ele quer de nós.

Eu achava muito exagerado o jeito que minha mãe rezava e pedia a intercessão de Nossa Senhora. Eu não acredita na intercessão da Virgem e questionava a intercessão dela em nossas vidas. Minha família recebia a imagem da Mãe Peregrina e aquilo muito me incomodava.

Certa vez, de férias com minha família, senti uma dor forte e fui medicada. O médico disse que eu havia perdido a visão direita e, mesmo tratando, só recuperaria 30% dela. Ele disse que só um milagre faria com que eu voltasse a ver completamente.

Foram seis meses de tratamento, seis meses pedindo a intercessão de Nossa Senhora e Santa Luzia. Ao fim do tratamento, o médico disse à minha mãe que a fé havia salvado minha visão. Aos 12 anos, comecei a intender o sentido da intercessão de Nossa Senhora.

No Evangelho, Jesus disse a Sua Mãe: “Minha hora ainda não chegou”. Mas, ainda assim, Ele fez o que ela lhe pediu. Muitas vezes, Deus não nos dá o que Lhe pedimos, porque ainda não estamos maduros para receber alguma coisa.

Posso afirmar que o sofrimento nos fez crescer; é como uma fruta que, com o tempo, vai amadurecendo. Talvez a espera que você vive faça de você um homem e uma mulher maduros.

O que Jesus lhe pede agora? Qual ordem Ele lhe dá? Como saber se é Deus falando? Trouxe paz ao seu coração? É Deus falando! Porém, precisamos ter atenção, porque Ele fala conosco por meio de pessoas, músicas e muitos outros modos. No entanto, para ouvi-Lo é preciso parar e também falar com Ele.

Pregação Fernanda Soares - 595x420

Peregrinos participam da Quita-feira de Adoração na Canção Nova – Foto: Daniel Mafra/cancaonova.com

“Enchei as talhas… ”

Imagino que deva ter dado trabalho encher aquelas talhas, deve ter sido preciso uns 10 homens para enchê-las de água e levá-las a Jesus.

Enquanto você espera pela graça, encha sua vida do Espírito Santo, encha-a de esperança e fé. Talvez você tenha chegado aqui cansado de rezar, decepcionado com a Igreja, mas o Espírito Santo é capaz de lhe dar forças para suportar todas as coisas.

Se estivermos cheios de Deus, viveremos o sofrimento com alegria; e quando o milagre vier, já estaremos felizes.

Leia também: 

:: “Maria, onipotência suplicante”, de professor Felipe Aquino

Há oito anos, venho pedindo a Deus o milagre de ver meus pais, mas nada acontece. Hoje, vivo a espera para vê-los. Há oito anos não sinto o cheiro deles, não como a comida da minha mãe, não os abraço, mas sei que Deus tem Sua maneira de nos formar e amadurecer, por isso minha fé precisa estar firmada n’Ele.

O Senhor age conosco como um pai que precisa levar o filho para tomar uma vacina. A criança chora, chora, e o pai tem vontade de tirá-la dali; mas ele sabe que não pode, porque se fizer isso, aquela criança pode ter sequelas, pode morrer. Assim Deus faz conosco.

Precisamos ter a coragem de abraçar nossa cruz

Se eu lhe contar quantos frutos colho dessa distância que vivo dos meus pais, ficaríamos horas aqui conversando. O sofrimento já não é maior que os frutos. Neste ano, eu me caso; e fico perguntando a Deus se vou ter a graça de entrar com meu pai, de ter a minha mãe comigo.

Qual a graça você tem suplicado há tanto tempo? Hoje, o você precisa pedir a Nossa Senhora?

Quero falar aos homens: vocês precisam ser belos. Não digo de uma beleza padronizada, mas você é convidado a viver a beleza da alma, a beleza de Deus. Às vezes, o rapaz é bonito esteticamente, mas no olhar a beleza lhe escapa.

A beleza da mulher também vai muito além da aparência, pois está em seu coração. A mulher segundo o coração de Deus já está em você. Não tema, é chegada a hora de mudar de vida.

Com este novo livro que escrevi ‘A beleza da mulher a ser revelada’, quis comprovar que a mídia está promovendo padrões de beleza que nada tem a ver com a verdade. Não estou dizendo que não devemos nos arrumar; pelo contrário, o que eu digo é que não podemos exagerar ou nos tornar escravas desse padrão pré-definido. O problema do padrão da beleza é que ela nos impede, muitas vezes, de sair de casa, porque não nos achamos belos. Há pessoas que comem e vomitam, porque não querem engordar.

Quero lhe dar três dicas:

Enquanto espero o que faço?

Deixe Deus purificar você, amadurecê-lo e transformá-lo numa mulher segundo o coração d’Ele. Ajude os outros, faça caridade, faça o bem, trabalhe para levar Deus às pessoas. A beleza da mulher a ser revelada está escondida no sofrimento de uma espera, nas lágrimas que só seu travesseiro e Jesus sabem.

É seu filho que está nas drogas? Você quer um namorado? Seu esposo lhe dá trabalho? Fale ao Senhor sobre sua situação.

Transcrição e adaptação: Rogéria Nair

Adquira esta pregação pelo telefone (12) 3186 – 2600

a_beleza_da_mulher_a_ser_revelada

Click e adquira o livro de Fernanda Soares


Fernanda Zapparoli


Missionária da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo