Bendita és tu entre as mulheres

benditaéstuentreasmulheres

Maria Salomé. Foto: Rogéria Nair/cancaonova.com

Maria é bendita porque, desde toda a eternidade, ela foi pensada por Deus.

Este foi o segredo de termos chegado, até aqui, nestes vinte e cinco anos da Comunidade Obra de Maria: seguramos nas mãos do Senhor da Galiléia. No início, nada sabíamos, mas havia a meta de querer servir, adorar a Jesus e amar. Quando agarramos nas mãos do Senhor, não somos decepcionados, porque Ele é fiel e conhece os planos e cada um de nós.

Somos uma comunidade mariana e Jesus Eucarístico é o centro das nossas vidas. No começo, foi muito difícil iniciar a Comunidade Obra de Maria. Dizemos que o monsenhor Jonas Abib é o nosso diretor espiritual por ter nos ajudado desde o início.

É aos pés de Jesus que depositamos a nossa esperança e a nossa fé. E não podemos deixar de lembrar que temos uma poderosa aliada, pois, nesse tempo todo, Maria esteve conosco, em nossa comunidade.

Nossa Senhora tem uma presença marcante em minha vida, antes de ter o encontro pessoal com o Senhor eu me encontrei com ela. Maria sempre foi minha companheira, amiga e formadora. E logo a Mãe me apresentou Jesus na Renovação Carismática Católica (RCC). Sempre tive esta frase comigo: “Maria, passa na frente”. E na Comunidade Obra de Maria, sempre foi assim. Gilberto [Gilberto Gomes Barbosa é o fundador da comunidade] disse em sua pregação: “Quando colocamos Nossa Senhora na frente, Jesus também está à frente”.

Outro dia, tive um sonho em que alguém dizia assim: “Maria, passa na frente e resolve o que eu não posso resolver!”. E sempre tenho rezado com esta frase, e é isso que ela tem feito em nossa comunidade. Como Nossa Senhora fez na festa de casamento de Caná, provindenciando o vinho, assim ela é em nossa vida e em nossa comunidade, que possui 700 membros internos. Imagine cuidar de setecentos filhos? Por isso, contamos com o cuidado de Nossa Senhora. Em nossa vida, nunca faltou o “vinho” do amor, da providência e do alimento.

Eu penso que, nas Bodas de Caná, a Virgem Maria foi à cozinha e viu que não havia mais vinho. E Nossa Senhora foi até Jesus e disse: “Meu Filho, eles não têm mais vinho!”. Maria não mede esforços por nós. Nossa Senhora é cheia de graça. Vocês não imaginam a simplicidade da gruta onde o Verbo se fez carne! O anjo chamou Maria de “cheia de graça”, e ninguém foi chamado assim. E ela se chamou de “serva”.

São Luís Maria Grignion de Montfort afirmava: “Deus juntou todas as águas e fez o mar. Deus juntou todas as graças e fez Maria”. Deus quis que todas as graças viessem a nós por intermédio de Nossa Senhora.

Deus quer que todas as graças passem pela intercessão de Maria” (São Maximiliano Kolbe). Maria é bendita entre todas as mulheres do mundo. Esta foi a saudação que Santa Isabel fez a ela: “E aconteceu que, ao ouvir Isabel a saudação de Maria, a criancinha saltou no seu ventre; e Isabel foi cheia do Espírito Santo. E exclamou com grande voz, e disse: Bendita és tu entre as mulheres, e bendito o fruto do teu ventre” (Lucas 1,41-42). Nossa Senhora, mesmo sendo a Mãe do Salvador, não se fez de rainha, mas saiu e foi servir sua prima Isabel. Maria é bendita porque, desde toda a eternidade, foi pensada por Deus.

Quando a Santíssima Virgem apareceu a Santa Bernadete, esta disse ao pároco o que havia lhe ocorrido, mas ele não acreditou nela e pediu que Bernadete lhe perguntasse o nome. Ela perguntou a Virgem Maria, e esta lhe respondeu: “Eu sou a Imaculada Conceição”. Maria é bendita porque foi virgem antes, durante e depois do parto, porque, para Deus, nada é impossível. Esta verdade de fé também foi confirmada por Nossa Senhora em 1571, quando apareceu ao índio Juan Diego, que disse a ela: “Que bela mulher! Quem é você?”, e ela respondeu: “Eu sou a sempre Virgem Maria, a Mãe de Deus!”.

Nossa Senhora é bendita porque ela foi levada aos céus pelos anjos e coroada com as doze estrelas. Mesmo não sabendo o que iria lhe acontecer, por estar grávida, ela não teve medo por saber que Deus só tem coisas boas, por isso declarou: “Faça-se em mim segundo a vontade de Deus”.

Maria não quer honrarias para si; ela quer apenas que o seu Filho seja glorificado, amado e anunciado. Um santo afirma que Maria é como a aurora, pois, quando o Sol, que é Jesus, aparece, ela se esconde para que Ele apareça.

Conta-se que, certo dia, um médico ateu foi visitar um paciente seu em estado terminal e disse a este brincando: “Vai a Lourdes (França)”. Em Lourdes, Maria apareceu a Bernadete Soubirous e lhe pediu que cavasse um buraco na terra, onde, até hoje, há a fonte na qual as pessoas são curadas. O paciente do médico ateu foi a essa cidade e realmente foi curado, causando estranheza ao médico. E esse caso se repetiu quando este recomendou que outro paciente seu também fosse a Lourdes, e o milagre aconteceu novamente. Então esse homem ateu também foi a essa cidade e foi tocado pela Mãe e se converteu.

Eu tenho uma amiga evangélica e, um dia, conversando comigo, ela me disse: “Me fala um pouco da sua Maria?”. E fui lhe falando de Nossa Senhora em doses homeopáticas. E ela me perguntou: “Por que vocês rezam nestas bolinhas?” E eu expliquei a razão; e a partir disso, ela me disse que sempre anda com o terço no bolso e outro dia se pegou clamando: “Maria, passa na frente!”.

São João Bosco, muito cedo, começou a amar a Nossa Senhora, pois sua mãe o havia cativado a manter essa devoção em seu coração. Logo depois ele teve um sonho que dizia: “Dar-te-ei Nossa Senhora como Mãe”. E ele consagrou a sua congregação a Virgem Maria. E em tudo, quando admiravam algo na Congregação Salesiana, ele dizia: “Foi ela quem tudo fez!”.

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D’Onofrio.

Adquira esta pregação pelo telefone: (12) 3186-2600

contribuicaocn

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo