A beleza da Santa Missa

Luiz Carvalho
Foto: Paula Dizaró/cancaonova.com

A liturgia é a expressão da beleza de Deus


Para falar da beleza da Santa Missa precisamos conceituar “beleza”, porque o sentido dessa palavra nesse momento, não é no sentido da “estética”; e podemos  perceber a beleza nos feitos de Deus. No primeiro Testamento, no que diz respeito a “Epifania do Senhor”, vemos a “beleza”, pois, foi quando houve a revelação de Deus em Jesus Cristo, ou seja, a manifestação da Glória de Deus.

Na nossa cabeça, muitas vezes, a beleza está ligada a estética.  “Sois belo, o mais belo dos filhos dos homens” (Salmo 44/45,3). A Palavra está falando de Jesus Cristo.

“Beleza é a maneira particular com que, a verdade do amor de Deus em Cristo, nos alcança, nos fascina, nos arrebata, fazendo-nos sair de nós mesmos e atraindo-nos assim para a nossa vocação verdadeira: o amor”.

 “A Liturgia é a expressão excelsa da Glória de Deus, de certa forma, constitui o Céu que desce à Terra.”  (Papa Bento XVI)

Não cantamos na Missa, e sim, cantamos a Missa!

Quando não cumprimos aquilo que, a Igreja espera de nós nas regras da Liturgia, não contribuímos para que o tempo Litúrgico permaneça.

.: Confira o álbum de fotos do acampamento para músicos

Normas da Liturgia:

  • Canto de entrada:  é o canto que dá início à celebração. Deve favorecer a união dos fieis e nos introduzir no tempo litúrgico. Precisamos mudar nossa cabeça do eu, para nós;
  • Ato Penitencial:  deve nos apresentar pequenos, diante da grandeza da Glória de Deus. Precisamos enaltecer a misericórdia de Deus e não os nossos pecados;
  • Glória: é excluído no tempo Advento e Quaresma;
  • Salmo:  precisa ser composta numa melodia que esteja à serviço da letra. Escolha um tom que a assembleia reze com você;
  • Aclamação:  pode-se cantar o que está proposto no lecionário, ali está também a mensagem central na Missa;
  • Santo:  a única letra que pode-se cantar é a que tem Santo na letra;
  • Cordeiro de Deus: precisa acompanhar o Rito.

 Em nenhum momento o instrumento pode abafar a voz! A Liturgia é um tesouro para nós que somos católicos. Precisamos cumprir o nosso papel, assim como, a “arquitetura” da Igreja cumpre o papel dela, e assim, favorecer a oração do povo de Deus.

Assista a um trecho da pregação

Leia mais:
:: Como participar bem da Santa Missa
:: Aquele que comer deste pão, mesmo que morra, viverá

Transcrito e adaptado por Claudia Lima

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo