Pastoral da Sobriedade promove aos fiéis encontro com Deus

Acampamento da Pastoral da Sobriedade é dedicado as pessoas que desejam, superar os vícios e ter um encontro com Deus

Na sede da Comunidade Canção Nova em Cachoeira Paulista (SP), aconteceu neste sábado, dia 24 o “Acampamento da Pastoral da Sobriedade” com o tema “Renascer no Espírito Santo para a Sociedade”.

O evento contou com a presença do bispo da Diocese de Lins (SP) Dom Irineu Danelon, que trabalha diretamente na pastoral. Em entrevista ao portal Canção Nova falou do desafio de trabalhar com os dependentes químicos. “Cuidar de dependentes químicos é exigente, não podemos ter simplesmente um “amorzinho” por eles. Devemos dar amor gratuito.” Afirma o bispo.

A carioca Josefa Silva, de 45 anos, responsável pela pastoral da sobriedade do Rio de Janeiro participa do encontro. Josefa era alcoólatra, e deixou o vicio há 8 anos, depois de participar de encontros promovidos pela pastoral da sobriedade em sua paróquia, os quais trabalhavam os 12 Passos da Pastoral da Sobriedade:
Admitir, confiar, entregar, arrepender-se,confessar, renascer, reparar, professar a fé, orar e Vigiar, servir, celebrar e festejar

“A Pastoral da Sobriedade não faz apenas a pessoa largar os seus vícios, mas a torna uma cristã sóbria, e tudo é feito na fé. O Pai está de braços abertos esperando por cada um de nós e quer nos dá uma vida nova. Eu experimentei e experimento essa vida nova e agora trabalho para que outros vivam essa mesma experiência.” Diz Josefa.

Pastoral da Sobriedade

A Pastoral da Sobriedade tem como objetivo ajudar os dependentes químicos a viverem a sobriedade como um programa de vida, que requer a vivência dos “12 Passos da Pastoral da Sobriedade”.

O órgão da CNBB atua dando suporte a outras pastorais que lidam com situações semelhantes, na implantação de grupos de autoajuda, na promoção da inclusão social e da reinserção familiar e social dos dependentes em processo de recuperação e excluídos; na formação de grupos para a atuação político-social concreta, tanto dentro como fora da Igreja, e na prevenção e na recuperação de dependentes químicos.

Como age a Pastoral da Sobriedade?

Esta é uma pastoral que possuí como objetivo principal realizar ações concretas de prevenção, recuperação, inserção familiar e social dos dependentes químicos e de outros vícios por intermédio do acolhimento e da evangelização.

Os agentes envolvidos na Pastoral da Sobriedade têm como missão dar apoio a esse público, promover ações e lhes oferecer uma palavra de esperança e o testemunho de que é possível deixarem a dependência e se abrirem para viver uma vida nova.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo