Canção Nova beneficia famílias carentes com "Natal Solidário"

"A caridade não pode ser realizada na desordem e com brigas, precisa ser com amor". Foi o que declarou o padre Aluísio Ricardo de Souza, na homilia da Santa Missa no "Natal Solidário" da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP). Neste sábado, dia 15, foi realizado o evento que anualmente atende as famílias carentes, com distribuição de cestas básicas, atendimento ambulatorial e atividades recreativas.

Em sua 12ª edição, o "Natal Solidário" é iniciativa dos funcionários da Fundação João Paulo II, mantenedora do Sistema Canção Nova de Comunicação. A primeira atividade foi a doação de cestas. E, hoje, as ações são mais abrangentes.

A Santa Missa teve como intenção principal agradecer a Deus pelas vitórias das Obras Sociais da fundação e também pela vida de todos os seus voluntários, os quais doam suas vidas para ajudar os mais necessitados, unindo forças com a Comunidade Canção Nova.

Dr. Joel Ramos de Mota, que atua na área odontológica, testemunhou que não somente a pessoa carente é beneficiada com o trabalho, mas ele também o é quando cada assistido diz a ele um "Deus lhe pague". E continua: "Eu me sentia renovado por renovar fisicamente aqueles que renovam minha alma", declarou o dentista.

Neste ano se destacou a 1ª Ação de Prevenção de Câncer Bucal, realizada em parceria com a universidade de odontologia, núcleo da UNESP de São José dos Campos (SP).

A aposentada Alzira de Paula, de 70 anos, que marca presença desde o primeiro Natal Solidário, disse, emocionada, que "trabalhos como estes são muito importantes para a população carente". A dona-de-casa Alzira Gomes, moradora da zona rural, afirmou que "A Canção Nova nunca poderá deixar de fazer esse trabalho, pois seria muito ruim para os pobres".

Cerca de 1.500 cestas básicas foram distribuídas no evento.

Obras Sociais da Canção Nova

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo