Canção Nova ordena mais três servos a serviço da Igreja

Sóstenes Vieira
Foto: Arquivo CN
Diferentes histórias, mas uma única missão. Um é objetivo, o outro é detalhista, o terceiro é divertido. Essas são as características marcantes dos futuros padres da Canção Nova: Fabrício Leitão de Andrade Júnior, de 31 anos; Sóstenes Vieira, de 26 anos; e André Luiz Gregório, de 39 anos.

No próximo dia 21 de dezembro, durante as festividades do aniversário de 72 anos do fundador desta Obra de Deus, monsenhor Jonas Abib, estes três servos serão ordenados sacerdotes.

A celebração eucarística, que acontece às 16 horas, guarda um significado muito especial para esses futuros padres. Consagrados há sete anos na Comunidade, os três afirmam que estão ansiosos e com uma expectativa grande para o momento.

Fabrício Leitão de Andrade Júnior
Foto: Arquivo CN

“Foram sete anos de preparo para assumir essa missão, por isso espero aprender com o modelo de Cristo e ajudar a Igreja a crescer e evangelizar com o meu sacerdócio”, explicou Fabrício, natural de Planaltina (DF), que escolheu como lema sacerdotal 'Por Cristo, com Cristo e em Cristo'. Segundo ele, o lema é uma vivência eucarística. “Quero viver por Cristo obediente, com Cristo casto e em Cristo pobre”.

Com o chamado vocacional proclamado no dia 13 de dezembro de 2000, o detalhista Sóstenes também se diz ansioso. “A minha expectativa é das melhores possíveis. Estou me preparando muito, ficando em retiro. Será um dia marcante para a minha vida, estou muito feliz”.

O futuro sacerdote pernambucano, que tem como lema 'O pão que eu darei é a minha carne para a vida do mundo', afirma que espera ser o que Jesus espera que ele seja. “O bom pastor é aquele que dá a vida pelas suas ovelhas, vou viver para ser Jesus para as pessoas”, contou.

André Luiz Gregório
Foto: Arquivo CN

André, natural de Santos (SP), mal esconde em seus olhos o desejo de que o dia 21 chegue logo. Animado e agitado, o ainda diácono afirma que quer ser sal e luz para os seus irmãos.

“Minha expectativa é receber esse Senhor como um dom para que eu possa servir melhor, quero ser outro Cristo para os meus irmãos. Como padre, espero ser o sal que vai trazer o sabor de Deus aos homens e a luz divina para iluminar os passos de todos”, afirmou André, que tem como lema sacerdotal 'Basta-te a minha graça'.



Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo