Dom Alberto fala aos jovens: "Seus sonhos e esperanças não pertencem somente a você"

Uma tarde especial foi reservada para os jovens, no 15º Congresso Eucarístico Nacional. No sábado, dia 20, mais de 5 mil jovens se reuniram no Centro Multiuso de São José/SC, onde também esteve presente Dom Alberto Taveira, arcebispo de Palmas/TO, que lhes falou sobre o tema: \”Juventude, Eucaristia e vocação\”.

Em seguida caminharam para o Estádio Orlando Scarpelli ao som de muita música e alegria, animados por um trio elétrico.

Confira, na íntegra, a mensagem de Dom Alberto aos jovens:

\”Irei ao altar de Deus, do Deus que alegra a minha juventude!

Há alguns dias, numa celebração eucarística da Assembléia dos Bispos, um jovem de oitenta anos, Dom Lelis Lara, Bispo Emérito de Itabira-Coronel Fabriciano, começou asssim sua homilia: irei ao altar de Deus, do Deus que alegra a minha juventude, um versículo do salmo 42, que era rezado no início de todas as Missas.

A experiência do Pe. Jacques Loew, quando, cheio de perguntas, participou de uma Semana Santa num Mosteiro beneditino: “Ou estes homens são inteligentes, são loucos, ou há algo de sério aqui!”

Você que veio a este espaço cultural, com todos os ideais grandes que Deus plantou em seu coração, o rumo que é chamado a percorrer. Quero propor-lhe uma direção para a vida, o banquete no Reino de Deus, correspondente à expectativa de Jesus Cristo, quando se reuniu com seus apóstolos para a última ceia, na qual instituiu a Eucaristia: “Chegada a hora, Jesus pôs-se à mesa, e com ele os apóstolos. Disse-lhes: Desejei ardentemente comer convosco esta Páscoa, antes de sofrer. Pois vos digo: não tornarei a comê-la, até que ela se cumpra no Reino de Deus. Pegando o cálice, deu graças e disse: Tomai este cálice e distribuí-o entre vós. Pois vos digo: já não tornarei a beber do fruto da videira, até que venha o Reino de Deus. Tomou em seguida o pão e depois de ter dado graças, partiu-o e deu-lho, dizendo: Isto é o meu corpo, que é dado por vós; fazei isto em memória de mim. Do mesmo modo tomou também o cálice, depois de cear, dizendo: Este cálice é a Nova Aliança em meu sangue, que é derramado por vós” Lc 22, 14-20). Temos um compromisso marcado, além do tempo e das idades, no Reino, na plenitude, com Jesus Cristo! Você não foi feito para menos do que isto!
Salmo 42

A juventude que prepara a partilha e anuncia a Eucaristia, Pão partido para a vida do mundo:

Há um caminho a percorrer e eu lhe pergunto sobre o que você traz na mochila da vida. Sim, o que você tem para oferecer e não tanto o que você quer receber hoje. O pouco que tem ou pode dar é o princípio da conversa em direção ao banquete do Reino.

Uma vez, um moço ofereceu a matéria para um milagre de Jesus. (João 6, 1-15)
O que você tem para oferecer? Capacidade para partilhar, generosidade, esperança, capacidade para recomeçar, criatividade, coragem.

Os seus sonhos e esperanças não pertencem somente a você e trazem consigo a responsabilidade de uma escolha, a que chamamos vocação. Muitos há que se perguntam sobre o futuro, mas não chegam a perguntar-se sobre o que Deus quer deles. Nesta pergunta se decide a eternidade! Sim, porque você não é fruto do acaso, mas pensado por Deus desde toda a eternidade, no mistério profundo do chamado e da resposta, no qual se joga a liberdade, precioso tesouro que Deus lhe ofereceu.

Você tem também muito de material a oferecer. Se aqui perguntássemos o que você tem no bolso e o que poderíamos fazer com o que possuímos, certamente muitos milagres de multiplicação estão aqui mesmo escondidos.
E nós podemos começar um mundo novo, de partilha e de fraternidade. Isto está em nosso coração, em nossas mãos e em nosso bolso!

Prepara-se a mesa do banquete!

.: Segunda parte: A juventude, chamada ao amor

Links relacionados:
.: Veja a cobertura da Jornada Mundial da Juventude 2005, em Colônia/Alemanha
.: Evangelização da Juventude – Cobertura da 44ª Assembléia Geral da CNBB


Adquira em nosso shopping:

.: Livro: Geração PHN, de Padre Jonas Abib

Livro: Eucaristia: Nosso Tesouro de Padre Jonas Abib

.: CD: Minha história, de Eros Biondini

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo