Fomos criados para uma missão

Monsenhor Jonas Abib, fundador da Comunidade Canção Nova, pregou sobre a missão que Deus tem para cada um de nós, na manhã desta segunda-feira, no Acampamento de Carnaval na sede da Comunidade em Cachoeira Paulista/SP.

Milhares de fiéis de todo o Brasil e do exterior participam deste evento. Alguns destes, ao final desta pregação, falaram sobre os efeitos da Palavra proclamada em suas vidas.
Confira:

A partir desta pregação do monsenhor Jonas Abib tenho outra visão sobre família. Sou professora, preciso adquirir outro modo de trabalhar com os meus alunos diante da realidade que o mundo está. Vejo a ousadia do monsenhor Jonas em abordar este tema sem reservas. De fato ele tem a ousadia e a coragem de um profeta.

Taise Palombo- 28 anos, professora, São Bernardo do Campo (SP)


Quando foi falado sobre o papel do pai e da mãe na família, sua importância, e que o pai tem que ter consciência da autoridade que Deus confiou a ele e a mãe a mesma coisa, passamos a ter consciência da importância em construir uma família sólida, alicerçada em Deus, e de criar os filhos no caminho do Senhor.

Jardeson e Vanessa Varginha (MG)


Para mim o momento mais forte foi reconhecer a presença do Pai do céu, que me ama, e quer que eu seja fiel diante deste amor. Experimentei a misericórdia e a fidelidade do Pai. E agora volto para casa desejoso de corresponder a esse amor do Pai, sendo fiel e buscando viver a santidade.

Eduardo Henrique, 22 anos, auxiliar de escritório, Magé (RJ)

Um momento forte foi quando o monsenhor falou sobre as mulheres que vão para a faculdade e vivem uma vida de ‘prostituição’. Eu hoje faço faculdade e vejo esta realidade. Tudo o que ele falou é real. Em 1996 eu vim à Canção Nova e mudei de vida. Retornando aqui, diante desta pregação, eu vejo a necessidade de ser uma evangelizadora em minha faculdade.

Márcia Lamunier. 46 anos, Relações Públicas, Taubaté (SP)


Ressaltou para mim quando ele disse que somos filhos do céu. Não adianta pensar que não mereço. Merecendo ou não, eu sou. Quero me consagrar inteiramente a Deus. Quero viver a radicalidade e buscar viver a santidade no meu namoro e em tudo, pois para Deus tudo é possível.

Camila Silva, 17 anos, estudante, Magé (RJ)

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo