Lançamento do CD 'Coisas de Nelsinho' anima peregrinos na Canção Nova

Nesta terça-feira, 31, diácono Nelsinho Corrêa lançou o seu mais novo CD “Coisas de Nelsinho”. O show de lançamento aconteceu durante o Acampamento de Ano Novo, na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP) e contou com várias participações especiais, como a de monsenhor Jonas Abib.

Entrando no Rincão do meu Senhor, dirigindo o seu famoso Fusca vermelho, Nelsinho conduziu uma animada apresentação. A presença do fundador da Canção Nova, cantando a primeira música “Senhor meu Deus”, abrilhantou a noite.

Monsenhor Jonas Abib faz participação especial no show
Foto: Deividson Francisco/CN

“Eu, quando lanço um trabalho, sempre penso nos jovens, porque, há alguns anos atrás, nós não tínhamos músicas católicas como temos hoje. Foi o padre Jonas quem começou a compor e apresentar músicas para os jovens na Igreja”, recordou Nelsinho. Monsenhor Jonas, por sua vez, afirmou que foi uma inovação compor músicas com ritmos para atrair a juventude. “Esta música, 'Senhor Meu Deus', fez tanto sucesso, que a fanfarra de Lorena passou a tocá-la pelas ruas dessa cidade”, disse o fundador da Comunidade Canção Nova.

Adquira o CD "Coisas de Nelsinho"

Desde o estilo sertanejo até o forró, passando pelo bolero, Nelsinho animou e levou os peregrinos a cantarem e a dançarem com as músicas  “Aí eu chamo pela mãe”, “Sertão de Deus”, “Eu não era Digno”, canções do novo repertório que já estão na boca do povo.

Fusca 'Vai Veno' também fez parte do show de lançamento
Foto: Deividson Francisco/CN

Duas músicas são destaque no novo trabalho do missionário: “Família, Santuário da Vida” e “Uma dor sem nome”. Ao cantar “Família, Santuário da Vida”, diácono Nelsinho fez um apelo para que lutemos pela família. “Hoje, tem santuário para proteger tudo: tartaruga, baleia, macaco. Mas a pergunta é: quem vai proteger o santuário da família?”, questionou o consagrado.

Família do missionário presente no palco durante a apresentação da música: "Família, Santuário da vida".
Foto: Deividson Francisco/CN

“Eu fiz esta música para as pessoas que perderam entes queridos. Pessoas que descreveram esta dor que não tem nome, a de perder um filho”, afirmou o diácono durante a apresentação da música: “Uma dor sem nome”. 

Ao final do show, o missionário agradeceu aos sócios da Canção Nova por patrocinarem a evangelização pelos meios de comunicação. Chamou ao palco os seus filhos Gabriel, Lucas e Miriam para, juntos, cantarem mais uma vez a música:  “Família, Santuário da Vida”.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo