Misericórdia, fonte de luz e salvação

Esta devoção se baseia nos ensinamentos dados por Jesus à Irmã Faustina Kowalska. A prática dessa devoção possui extrema eficácia à salvação das almas e, por isso, o Beato João Paulo II, no ano 2000, instituiu a Festa da Misericórdia – que acontece todos os anos no primeiro domingo após a Páscoa.

Além desta comemoração pascal, a Canção Nova também promove, todos os anos, o Encontro da Divina Misericórdia. Este ano, o evento acontecerá entre os dias 21 e 23 de setembro, na sede da comunidade, em Cachoeira Paulista (SP).

 

 

 

Ao instituir a Festa da Misericórdia, o Beato João Paulo II nos diz que "em todo o mundo, o segundo domingo da Páscoa receberá o nome de Domingo da Divina Misericórdia, um convite perene ao mundo cristão para encarar, com confiança na divina benevolência, as dificuldades e provações que a humanidade enfrentará nos anos vindouros".

::. Conheça a Novena da Divina Misericórdia
::. Aprenda a rezar o Terço da Misericórdia

 

A instituição desta festa é descrita no diário de Santa Faustina como um pedido do próprio Jesus que nos diz: “A humanidade não terá paz enquanto não se voltar à fonte da minha Misericórdia (Diário 699), por isso quero que essa imagem, que pintarás com o pincel, seja benzida solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa e esse domingo deve ser a Festa da Misericórdia (Diário 49)".

Importância da devoção à Divina Misericórdia

A Misericórdia de Deus é fonte de salvação para todos aqueles que, de alguma forma, encontram-se longe do Seu amor.

Por isso, nas mensagens deixadas à Santa Faustina, Jesus pede: “faz o que está ao teu alcance pela divulgação do culto da Minha Misericórdia. Eu completarei o que não conseguires. Diz à humanidade sofredora que se aconchegue no Meu Misericordioso Coração, e Eu a encherei de paz (…) Quando uma alma se aproxima de Mim com confiança, encho-a com tantas graças, que ela não pode encerrá-las todas em si mesma e as irradia para as outras. As almas que divulgam o culto da Minha Misericórdia, Eu as defendo por toda a vida como uma terna mãe defende seu filhinho.” (Diário, 1074-1075).

A fonte da Misericórdia de Jesus foi aberta na cruz, quando seu coração, atravessado por uma lança, jorrou sangue e água sobre todas as almas, afim de ser sinal de redenção para os que sofrem. Por este motivo, Jesus concede a graça da conversão, quando um coração contrito e confiante pede por alguém: "Ó Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus como fonte de misericórdia para nós, eu confio em Vós" (Diário, 187).

 

Saiba mais sobre a devoção à Divina Misericórdia:

 


Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade de relacionamento cristã
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: Conheça nossos aplicativos para iOS
:: Conheça nossos aplicativos para Android

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo