Papa Bento XVI envia saudação à Fraternidade Católica

Enviado pela Nunciatura apostólica do Brasil

:: Mensagem em inglês

Secretaria de Estado do Vaticano, 3 de novembro de 2006.

Ouça: Mensagem lida por Dom Alberto Taveira

Sua Excelência,

Sua Santidade o Papa Bento XVI envia cordiais saudações aos membros das inúmeras comunidades, nascidas da corrente de graça que é a Renovação Carismática Católica, reunidas em sua assembléia em Cachoeira Paulista, Brasil, para refletir sobre o tema "Novas comunidades para uma nova evangelização". Ele também saúda com muita alegria os muitos bispos presentes que se reuniram para refletir sobre o tema "Carisma e Instituição: coessenciais".

Como Sua Santidade disse aos membros dos movimentos eclesiais e novas comunidades reunidos na Praça de São Pedro na vigília do último Pentecostes: "Todo aquele que encontrou aquilo que é verdadeiro, belo e bom em sua vida – o verdadeiro tesouro, a pérola de grande valor – precisa partilhá-la em todo lugar, na família, no trabalho e em todos os contextos da sua vida" (Homilia das vésperas da Solenidade de Pentecostes, 3 de Junho de 2006). Não foi este testemunho novo, alegre e espontâneo, que depois se tornou proclamação, um impulso missionário inspirado pelo Espírito Santo que levou muitos fiéis leigos a se entregarem a uma vida cristã mais comprometida dentro de suas comunidades? Como resultado, disse também o papa na praça de São Pedro, eles podem "colaborar ainda mais, muito mais, no ministério apostólico universal, abrindo as portas para Cristo". Este é o melhor serviço que a Igreja pode oferecer para homens e mulheres e em particular para os pobres: ajudar cada indivíduo a ter uma sociedade justa e uma coexistência pacífica entre as nações que encontraram em Cristo a pedra fundamental na qual a verdadeira evangelização, a civilização do amor, pode ser construída.

Falar da nova evangelização significa também falar sobre aqueles que irão levá-la adiante, pessoalmente, cada indivíduo cristão, aqueles que se encontraram com Cristo, porque "Ser cristão não é resultado de uma escolha ética, uma escolha particular, mas um encontro com um acontecimento, uma pessoa, que traz para a nossa vida um novo horizonte e um caminho decisivo" (Deus Caritas Est, 1). Para dar vida ao mundo, aquela verdadeira vida que está em Jesus Cristo, cada cristão tem que tornar-se Seu seguidor, deve fazer de Jesus o Mestre e Senhor de sua vida, deve entrar em comunhão profunda com Ele, e tornar-se íntimo dos Seus pensamentos, os quais encontramos na Sagrada Escritura.

E foi exatamente para refletirem juntos sobre como ser discípulos de Jesus nos dias de hoje que os movimentos e comunidades eclesiais da América Latina reuniram-se de 9 a 12 de março deste ano, em Bogotá, Colômbia. O encontro pontuou várias prioridades urgentes convocando todos a uma ampla cooperação: formação cristã, uma poderosa proclamação diante do mundo, um estilo missionário consistente, uma preocupação com os mais pobres, com os que sofrem e com os excluídos. Um compromisso firme diante destes desafios irá certamente contribuir para a renovação da Igreja, particularmente na América Latina.

No aguardo da 5ª Conferência Geral do Episcopado Latino-Americano, que irá acontecer em Aparecida-SP, em maio de 2007, com o tema "Discípulos e missionários de Jesus Cristo para que Nele os povos tenham vida", o Santo Padre expressa sua esperança de que o presente encontro, através da troca de experiências, reflexões e novas propostas, contribua efetivamente para a preparação deste evento eclesial tão significativo.

Entregando o trabalho desta conferência à intercessão de Maria, Mãe da Igreja, particularmente venerada no Brasil como Nossa Senhora Aparecida, Sua Santidade envia a todos os presentes sua especial benção apostólica.

Em particular saúdo esta iniciativa e desejo que ela tenha muito sucesso. Minhas saudações em Cristo,

Cardeal Tarcísio Bertone
Secretário de Estado

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo