Podcast: A verdadeira alegria está em amar a Deus

Faltam poucos dias para o carnaval, a festa mais popular do Brasil. Muitos cristãos ainda ficam confusos se podem ou não comemorá-lo e como fazer para não desobedecer aos mandamentos de Deus numa época tão apelativa ao pecado e aos excessos.

Para ajudar a responder essas perguntas, o convidado deste episódio do 'Podvir' – o podcast do canal de Eventos – é o missionário Márcio Mendes, que vai participar do Acampamento de Carnaval da Canção Nova.

Márcio Mendes, missionário da Canção Nova
Foto: Arquivo CN


Confira um resumo do bate-papo:

Podvir: Como os cristãos podem comemorar o carnaval de maneira sadia?
Márcio Mendes: O carnaval é uma festa que surgiu dentro da Igreja, era para ser uma festividade familiar. Em alguns países isso ainda acontece. A família sai de casa para se divertir. Mas, aqui no Brasil, hoje,  essa festa tomou uma conotação triste e apelativa. Os acidentes desta época são frutos de um desequilíbrio, pois o carnaval foi se corrompendo com o tempo!

Lembre-se da máxima: “Diga-me com quem andas e direi quem tu és”. Com quem você pretende passar esse carnaval? Se você estiver no meio da galera, na bagunça, ficará difícil resistir ao pecado. Fechar-se num clube noturno, embriagado com luzes na sua cabeça, qualquer um fica fora de si. Se você pensa em festejar o carnaval dessa maneira, acho muito difícil não se manchar interiormente. A ideia geral é curtir a noite como a última do mundo, como se não tivéssemos que prestar contas pelo que fazemos. Isso não cabe aos cristãos.

Podvir: Então a dica é se prevenir disso tudo e não dar chance para o pecado?
Márcio: Com certeza. Temos de encontrar um meio bom e seguro para festejar o carnaval. Se você puder participar de uma atividade na paróquia, será ótimo. Se não puder, reúna a sua família e amigos num clube para brincar e festejar de maneira sadia. O espírito não pode ser o de fazer tudo que foi proibido até essa data. Misturar-se com pessoas que você não conhece, achando que nesse período pode fazer o que quiser; isso é arriscado. Eu não deixaria meu filho ir a um lugar como este. Por mais que você não queira cometer pecado, está sujeito aos outros [nesses ambientes].

Podvir: Muita gente ainda confunde a alegria de Deus com a do mundo, principalmente nesta época do ano. O que fazer para experimentar a verdadeira alegria?
Márcio: É preciso separar a euforia da alegria. Até uma pessoa que há muitos anos traz em seu coração uma tristeza profunda, vive momentos de euforia. Ela se empolga, fica feliz por um tempo, depois volta a ser o que era antes. Às vezes até pior! Esse tipo de reação se chama euforia. Isso você  também obtém com efeito de drogas, de álcool… Eu posso ficar eufórico com uma conquista ou uma paixão, por exemplo, mas depois de um tempo ela some e fica o vazio.

A alegria é algo que não passa. Ela fica conosco sempre, no sofrimento e na felicidade. Você fica em paz consigo, se sente feliz. Este sentimento fica conosco mesmo nas contrariedades da vida. A alegria que vem de Deus não é passageira, ela não deixa uma "ressaca psicológica". Não nos afunda ainda mais na dor que já sentíamos antes de experimentar algo.


Como baixar:

Ao ir para a página do Podvir, você encontrará, abaixo de cada um dos episódios, uma seta; ao clicar nela você conseguirá baixar o arquivo em MP3.



Ouça o podcast na íntegra:

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo