Quero ser um Jovem Sarado!

Uma das propostas do grupo 'Jovens Sarados' é que a juventude viva a santidade sem deixar de ser jovem. Ao longo desses seis anos de história, eles têm buscado novos ambientes para se reunir, tendo em vista criar vínculos de amizade e fraternidade.

Antes de serem ativos na Igreja, muitos desses jovens se reuniam para ir às baladas, para participar de festas rave, beber, prostituir-se e usar drogas. Eles eram fiéis a essas atividades. Depois da experiência com Deus, perceberam que esses ambientes não condiziam com o que se propuseram a viver. Por isso, o grupo 'Jovens Sarados' busca proporcionar ambientes nos quais os jovens possam se divertir sem perder a meta, que é a santidade.

Viver a santidade sem deixar de ser jovem
Foto: Arquivo/ CN

Padre Edimilson Lopes, idealizador do grupo, afirma, em entrevista ao cancaonova.com, que é hábito dos 'Sarados' se reunir para lanchar após as reuniões de oração e louvor, a fim de não se prenderem apenas ao espaço onde prestam culto a Deus. Frequentemente, eles promovem momentos de lazer como partidas de futebol, cinema, noite da pizza, noite do sorvete, comemoração dos aniversários dos membros do grupo e outras atividades. Tudo isso a fim de estimular novos vínculos de amizade e manter, no grupo, os já conquistados. 

O grupo 'Jovens Sarados', no entanto, não é feito apenas de atividades de lazer. Ele tem um estilo de vida próprio. Para tornar-se um 'Sarado', segundo padre Edimilson, é necessário aderir a um estilo pautado em algumas realidades:

É necessário criar raízes na Palavra de Deus.
Foto: Arquivo/ CN

– Vida de Oração com base nas “cinco pedrinhas”: adoração, estudo da Palavra, rosário, jejum e confissão;
– Acolhida. Isso é muito significativa para o grupo. Para eles, é preciso acolher bem;
– Radicalidade. É necessário criar raízes, na Palavra de Deus, para viver a radicalidade do Evangelho;
– Serviço a Deus e ao próximo;
– Sadia convivência, ou seja, cultivar relacionamentos saudáveis;
– Viver reconciliado, pedir e dar o perdão sempre.

Aqueles que querem viver como 'Sarados' precisam, de forma espontânea, consciente e livre,  estar dispostos a viver esses princípios. “Esse caminho que os jovens trilham os leva a uma experiência de serviço, a um relacionamento íntimo e de profunda amizade com Deus”,  testemunha padre Edimilson.

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo