A paciência produz fruto

Nós existimos porque Deus assim o quis. Porém, nossa existência não pode passar despercebida, nós precisamos dar frutos. Assim, quando Deus precisar usar deles, o Senhor encontrará uma árvores repleta.
Uma das maiores virtudes da Pastoral da Sobriedade é a paciência. É por meio da paciência que somos capazes de alcançar nossos objetivos. A maior prova disso é a mãe que carrega o filho por 9 meses em seu ventre, mas ela não faz isso por acaso, ela faz isso para que ali gere vida.

Dom Irineu Danelon
Foto: Daniel Machado/cancaonova.com

 :: Veja fotos no Flickr
:: Veja + fotos também no Facebook

Hoje, por intermédio das leituras, nós recebemos alguns convites de Jesus para a conversão. E a conversão não é apenas, por exemplo, deixar as drogas e viver a sobriedade. Mas é também se entregar completamente ao Senhor, deixando que Ele guie nossas vidas.

Sem a paciência, que podemos chamar também de perseverança, ninguém consegue corresponder ao chamado de Deus. Não pense que, ao ficar em sua casa, você estará evitando problemas. Afinal, nenhum navio foi feito para ficar no porto, mas sim para aventurar-se em águas profundas, com a sabedoria e a perseverança de quem o conduz.

O cuidado é o maior remédio para manter a esperança acesa. É justamente por isso que muitos deixam a dependência química, porque descobrem que existem pessoas que querem cuidar deles.

 

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo