Esteja firme, Jesus está a caminho

Padre Alessandro Chagas
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Para nós que acreditamos e vivemos na fé, a nossa única certeza é de que, um dia, Cristo irá voltar e estaremos diante dele. Isso é o maior conforto para corações cansados e que se sentem abandonados diante dos problemas.

Jesus nos prometeu que iria para a casa do Pai preparar nosso lugar e, quando tudo estiver pronto, voltaria para nos buscar. Por isso, nosso sustento precisa ser a segurança que precisamos ter em Deus, mas não as coisas passageiras desse mundo.

Para chegarmos a glória, é preciso antes passar pelas dificuldades da cruz. Cumprir a vontade de Deus não é e única será algo fácil, mas também não podemos ter a cruz de Cristo como sinal de morte o fim, mas de recomeço e vida eterna.

O inimigo de Deus vai mandar tudo para destruir a nossa vida e nos afastar do coração de Deus. Ele faz isso com o único objetivo de zombar do Senhor, pois isso é tudo que ele é capaz de fazer.

O pecado tem um efeito danoso em nossas feitas, porque quanto mais fundo formos nele, mais distantes estaremos da graça do Pai.

Não conheço as tempestades e as tribulações que você vive na sua vida, mas uma coisa eu posso afirmar: se sua família foi construída sobre a rocha que é o próprio Cristo, sua casa não cairá jamais.

Não desista da sua casa e assim você não estará desistindo de Deus. Porque quando Nosso Senhor voltar, ele precisa te encontrar vigilante.

Você não pode perder todo o trabalho que Jesus tem para te levar ao seu por causa de pequenas discussões, orgulho, inveja e a impaciência. Muitas vezes, a única resposta que você terá, será a oração, então se agarre a ela.

A verdadeira experiência com Deus é feita no dia a dia, quando nos deixamos amar e amamos de volta o Senhor. Por isso, devemos nos preocupar muito com o “faça-se em mim” do que com o “eu faço”.

"A verdadeira experiência com Deus é feita no dia a dia." diz padre Alessandro
Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

A autossuficiência acaba nos cegando diante de muitas situações, e quando nos damos conta já esquecemos o lugar de onde vimos e para onde estávamos indo. A docilidade ao Espírito, assim como fez a Virgem Maria, é fundamental para nos firmarmos na fé.

Nossa alegria precisa ser fazer a vontade de Deus. Quando nos afastamos disso e lutamos para seguir nossas vontades é quando as doenças, discussões e a tristeza entra em nossa vida.

A vinda gloriosa de Cristo está cada vez mais próxima a cada Santo Sacrifício que celebramos no altar, mesmo quando não nos damos conta da importância que isso tem em nossas vidas.

Precisamos acreditar que Jesus está vindo e já está a nossa porta esperando nos encontrar vigilantes. Pois nada O alegrará mais do que nos encontrar em prontidão, com todas as coisas prontas, apenas esperando que Ele nos chame.

 


Transcrição e adaptação: Gustavo Souza

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo