Faço repousar sobre ele o meu Espírito

Mons. Jonas Abib
Foto: Daniel Machado/cancaonova.com

Na primeira leitura, o povo de Deus, ao desviar-se d'Ele, entrou em pecados e erros; por causa disso, a desgraça cai sobre eles. O Senhor não queria isso, mas a consequência dos pecados os levaram a isso. Deus fala com dor no coração e apenas anuncia o que vai lhes acontecer.

O salário do pecado é a morte. O Senhor não quer que seja assim, mas precisa declarar isso. Essa é a principal razão pelo qual devemos fugir do pecado, porque ele corta a nossa ligação com Deus Pai; e onde entra o pecado entra a desordem, a desgraça e o desastre.

No Evangelho de hoje, Mt 12,14-21, vemos algo desastroso. Os fariseus, homens que se esmeravam em cumprir a Lei, realizaram um plano para matar Jesus. Embora eles tivessem seus planos, a multidão seguia Jesus e Ele operava milagres em favor deles. Os “justos” tinham um plano para matar Jesus, mas a multidão pobre, simples de coração, aberta ao Senhor e desejosa de Deus, seguiram Jesus e Ele operava numerosos milagres.

O Evangelho mostra que Jesus está totalmente a serviço do Pai, e o que é dito a respeito de Jesus, Deus quer que seja dito a nosso respeito também. Que nós sejamos servos de Deu em primeiro lugar, dispostos a fazer a vontade d'Ele acima de tudo.

O Senhor nos quer na palma de Sua mão, para que Ele possa nos amparar e nos guiar.

"Eleito" quer dizer "escolhido", do latim, "amar". Portanto, Deus faz uma escolha de amor ao escolher você. Você é dileto do Senhor, você é eleito por Ele. O Pai escolheu você, o elegeu por amor, por puro amor. Você não tinha mérito nenhum, mas, por graça, ele o escolheu.

Veja que declaração linda da parte do Senhor para nós! Somos servos, somos o eleito a quem o Senhor quer dar toda afeição. O Pai, que ama Seu Filho Jesus, também ama você. O Pai que põe a Sua afeição em Seu Filho Jesus, a deposita também em você.

Nós estamos, nestes dias, ouvindo o tema deste acampamento: “Coragem, valente guerreiro!”. Palavras que Deus disse a Gedeão em um tempo de grandes desastres. Hoje, o Senhor a diz também para nós.

A Palavra do Senhor continua: "E o Espírito repousou sobre ele”. Sempre me encafifou esse "repousar". Pesquisando, descobri que o mesmo correu na criação do mundo, onde o Espírito repousou sobre o caos e deu ordem a tudo. O Espírito Santo quer repousar sobre você e fazer de você uma criatura nova, totalmente nova. A grande graça que nós temos recebido é o batismo no Espírito Santo, que começou em 1967 e está acontecendo até hoje, transformando pessoas. Eu posso lhe dizer que a grande graça que ocorreu na minha vida foi o batismo no Espírito Santo. Eu fiquei totalmente transformado! Não houve uma mudança logo de início, mas ela foi acontecendo aos poucos. Deus foi realizando maravilhosas mudanças em mim. Hoje, eu já não sou o mesmo. Sei que ainda há muito o que ser feito, mas dia a dia o Espírito vai me mudando.

Santa Missa do Acampamento PHN
Foto: Daniel Machado/cancaonova.com

Precisamos ser batizados continuamente no Espírito Santo. Permita que essa experiência se alargue em você e se faça sempre nova. Como uma planta, que sempre se renova, o batismo no Espírito quer se renovar em você.

Como o Espírito Santo é “Santo”, Ele vai nos transmitir aquilo que Ele é. Ser santo é a essência d'Ele. Onde há água, ela está molhando; onde há fogo, ele está queimando; onde está o Espírito Santo, Ele está santificando.

Quanto mais você se afastar do pecado, mais santo você se tornará. Assim, cada vez mais "imunidade" você terá contra o pecado. É isso que o Senhor tem para nós" E se você não recebeu ainda a graça do batismo, hoje, o Senhor quer lhe dar. 

Quando eu recebi a graça do batismo, eu não entendia muita coisa, mas eu a desejei do fundo do meu coração. Na hora, nem senti muita coisa, mas os efeitos foram vindo com o tempo. Você também precisa desejar receber essa graça.

Quando queremos, nós pedimos. Então, peça! O Senhor quer lhe dar o batismo no Espírito.

Vemos, no fim do Evangelho, por que do batismo no Espírito: “Para que leve as nações à verdadeira religião”. O Senhor quer que levemos o Evangelho até os confins da Terra. Eu não sei qual o seu campo de evangelização, mas Deus sabe. E quando você se abre, Ele vai alargando esse campo. Deus quer que você seja um apóstolo, um evangelizador. Como nosso povo necessita da Palavra de Deus! Como nós precisamos do Evangelho vivido! Quanta transformação, quanta dor e quanto sofrimento! Mas o Senhor quer fazer novas todas as coisas, Ele quer, por meio de nós, levar isso às nações.

Transcrição e adaptação: Paulo Pereira


Monsenhor Jonas Abib


Fundador da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo