Fortalecidos pela Eucaristia

“O cálice por nós abençoado é a nossa comunhão com o sangue do Senhor”

Foi na Santa Ceia que o Senhor instituiu a Eucaristia. É por isso que Ele disse que queria comer a ceia junto com os discípulos.

.: Confira a pregação na íntegra: 


Meu irmão, vivemos hoje o amor. Jesus reunido com os Seus apóstolos disse: “Amai-vos uns aos outros, como eu vos amei”. Ele amou de todas as formas, compreendendo e aturando os Seus apóstolos. Não foi fácil transformá-los, mas Jesus empenhou toda a Sua vida em amá-los.

E o que aconteceu com eles, acontece conosco também, porque Jesus quer nos formar discípulos, mas só o Mestre pode nos formar discípulos. É o Senhor; só Ele que nos faz discípulos.

Hoje, Ele quer suscitar em nós o grande desejo de ser discípulo. Sei que você já começa a dizer desculpas: “Mas, como eu serei discípulo? Eu, tão pecador?”. Jesus não escolheu os melhores. Veja Pedro, até Judas foi escolhido. Ele acreditou em todos e trabalhou com cada um e aceita você do jeito que é e na situação em que você está. Ele confia em nós.

Jesus vive confiando em nós, mesmo quando nós O decepcionamos

Ele não se decepciona conosco. Ele confia, porque ama você. O Senhor já tem suportado muita coisa de você, que tem Lhe dado trabalho, porque Ele o ama. Ele nos fala:

 

“Eu o aturo, tenho paciência com você. É assim que tenho que tratá-lo, mas, às vezes, preciso ser mais duro, porque preciso formá-lo discípulo. Você não tem sido ‘ferro maleável’ em minhas mãos, muitas vezes, não se deixa moldar. Eu o compreendo, mas você não me compreende e, por isso, lhe digo, hoje: ‘Minha filha, Meu filho, Me compreenda!’.”

O Senhor sabe das dores e sofrimentos que você tem passado e precisa lhe dizer que em tudo isso Ele está presente. Ele trabalhando em você:

“Você é uma pedra dura como um diamante, por isso, preciso trabalhá-lo. Saiba que Eu estou contando com você, trabalhando, operando, fazendo minha obra em você, para que seja semelhante a mim. Eu preciso fazê-lo semelhante a Mim”.

Dê a sua resposta ao Senhor

O Senhor nos diz: “Nesta noite, precisamos fazer um acordo. Você, muitas vezes, escapou de Mim, fugindo das situações. Deixe-me trabalhar em você. Quero lhe fazer meu discípulo, quero fazê-lo semelhante a Mim. Você aceita esse acordo? Eu estou fazendo este acordo nesta Semana Santa com você”.

Dê a sua resposta ao Senhor. Sei que, muitas vezes, você não entendeu, desesperou-se diante dos problemas e, hoje, o Senhor está lhe explicando todas as coisas. Somente você pode dar uma resposta ao Senhor. Diga: “Faça-se em mim, segundo a Tua palavra!”.

Jesus realizou já e agora a coisa mais linda que poderia realizar é: “Isto é o meu corpo que é dado por vós. Fazei isto em minha memória”. Também, aquele que come ou bebe do cálice do Senhor indignamente, pense bem antes de recebê-los, pois se é indignamente, ele toma a sua própria condenação. É isso que o Senhor quer recobrar: a nossa fé na existência real na Eucaristia.

“Quem não comer minha carne e meu sangue não terá a vida eterna”

Houve um tempo em que os discípulos começaram a duvidar disso, porque, no início, os judeus falaram muito e questionavam como “esse homem podia dar Sua carne e Seu sangue”. Quando os judeus começaram a falar assim, Jesus, ao invés de voltar atrás, foi aí que mais falou. E disse também: “Quem não comer minha carne e meu sangue não terá a vida eterna”.

Digamos a Jesus: “Obrigado, Jesus! Eu não quero Te negar, mesmo que a minha cabeça não entenda. Mas, porque eu confio, Te digo: ‘Senhor só Tu tens palavra de vida eterna. Tu és o Filho de Deus e permanecemos contigo. Nesta noite santa, nós Te adoramos'”.

Jesus está sendo ofendido. Tem um povo fazendo um alarde, mas saiba que é uma minoria. Deus quer que você se assuma como discípulo.

Diga ao Senhor: “Eu creio, Senhor, mas aumenta a minha fé. Senhor, aumenta a nossa fé! Eu quero ter fé viva, uma fé forte. Eu professo a minha fé. Enche-me, Senhor, com o seu Espírito”.

 

Transcrição e adaptação: Manoela Almeida

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo