Jesus é a nossa vitória!

Padre Roger Luis
Foto: Wesley Almeida/CN

Estamos no mundo, mas não pertencemos a ele. “Pois a nossa luta não é contra o sangue e a carne, mas contra os principados, as potestades, os dominadores deste mundo tenebroso, os espíritos malignos espalhados pelos are” (Efésios 6,12).

Podemos derrotar o diabo? Não! Porque ele já foi derrotado, vencido pela Cruz de Cristo. Sabendo disso, o inimigo tenta colocar medo em nós, temos que ir contra ele que já é derrotado, assumindo a vitória de Cristo em nossa vida e em nossa família.

“Deus anulou o documento que, por suas prescrições, nos era contrário e o eliminou, cravando-o na cruz; despojou os principados e as potestades e os deu publicamente em espetáculo, arrastando-os no seu cortejo triunfal” (Colossenses 2,14-15).

Antigamente quando um rei vencia um exército, ele pegava o rei adversário com os despojos do seu exército e o arrastava atrás de sua carruagem, para que todos vissem aquele rei humilhado, e é isso que são Paulo diz a nós. Cristo despojou o inimigo pela Cruz! Apesar de Cristo ter derrotado o inimigo, ele ainda não foi acorrentado no lago de fogo para sempre, ele continua tentando e rondando.

“…O vosso adversário, o diabo, anda em derredor como um leão que ruge, procurando a quem devorar. Resisti-lhe, firmes na fé…” (I Pedro 5,8-9). A nossa vitória está nas mãos de Cristo, em suas Chagas.

“Por isso, protegei-vos com a armadura de Deus, a fim de que possais resistir no dia mau, e assim, empregando todos os meios, continueis firmes. Ficai, pois, de prontidão, tendo a verdade como cinturão, a justiça como couraça” (Efésios 6,13-14).

A verdade precisa ser o primeiro adereço da armadura do cristão porque o diabo é mentiroso. A Palavra nos diz que em Cristo somos mais que vencedores e tem muita gente andando cabisbaixo porque acredita na mentira do diabo. Assumir a verdade, é não dar brecha a mentira.

Nosso Deus nos leva ao perdão e o maligno ao desânimo. Ter a justiça como couraça, é ser justo, seguir um caminho reto, sem impor condições. Não se pode viver uma vida dupla, o que você é dentro da igreja, você precisa ser na sua casa, no seu trabalho, nos seus relacionamentos, não viva de aparência. Fique atento as artimanhas do diabo para esfriar sua fé, isso não é radicalismo, é Evangelho de Jesus Cristo.

Acampamento de Cura e Libertação na Canção Nova
Foto: Wesley Almeida/CN
Veja mais fotos no Flickr

“e os pés calçados com o zelo em anunciar a Boa Nova da paz” (Efésios 6,15). Você tem testemunhado Jesus? Se você não faz, saia desse acampamento testemunhado os milagres que Deus realizou em você.

“Em todas as circunstâncias, empunhai o escudo da fé, com o qual podereis apagar todas as flechas incendiadas do Maligno” (Efésios 6,16). Precisamos buscar cada vez mais nos aprofundarmos em nossa fé.

A fé não é sentimento, é decisão, atitude, comportamento. É como vivo que mostro o que creio! “Enfim,ponde o capacete da salvação e empunhai a espada do Espírito,que é a Palavra de Deus” (Efésios 6,17).

Proclame a salvação de Cristo em sua vida, para que caia por terra todo espírito de derrota, de medo. Jesus é o Libertador, o Santificador, Ele é a nossa vitória! “Eu vivo, mas não eu: é Cristo que vive em mim. Minha vida atual na carne, eu a vivo na fé, crendo no Filho de Deus, que me amou e se entregou por mim” (Gálatas 2,20).

"Quer caminhar em vitória? Perdoe! Perdoe as pessoas que te magoaram", ensina sacerdote
Foto: Wesley Almeida/CN

Não tema o mal, não tema o inimigo, é ele que tem que temer o cristão. Porque se Cristo vive em mim, o que o inimigo pode contra mim? Nada! Porém se nós andarmos no território do inimigo estamos colocando tudo isso a perder.

Quais são as brechas, a porta de entrada para o inimigo em nossa vida?
Primeiro o pecado. Não podemos compactuar com o pecado, porque ele dá entrada a ação do maligno. Por isso temos que estar em dia com os sacramentos. Venha para Deus e feche a porta dos vícios, lute pela santidade.

Segundo o ocultismo. O poder, é o campo que o diabo mais gosta. A Igreja adverte aos fiéis a evitá-los.

Terceiro as mágoas e feridas interiores. Quer caminhar em vitória? Perdoe! Perdoe as pessoas que te magoaram.

E o caminho que Deus nos dá para nos libertarmos de tudo isso, o Padre Rufus nos trouxe: Arrependimento, confissão, perdão e renúncia das práticas ocultas. Coloque-se na cruz e apresente a Jesus todas as pessoas que te ofenderam, deposite-as nas Chagas de Cristo, pois com Ele somos mais que vencedores, porque Jesus é a nossa vitória!

Transcrição e adaptação: Edna Carvalho


Adquira essa pregação pelo telefone
(12) 3186-2600

Veja também:
.: Acompanhe a cobertura pelo portal cancaonova e ganhe prêmios
.: Saiba o que é exorcismo

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo