Não tenha medo da paternidade

Foto: Daniel Machado

Não tenha medo da paternidade Hoje nos vamos trabalhar com dois personagens da Bíblia, pois a Palavra é permeada por homens de Deus, e muitos destes homens foram pais, viveram os desafios da paternidade.

O primeiro exemplo que eu quero partilhar nesta manhã está em Gênesis 22, 1. Vamos ver o exemplo de Abraão, que antes se chamava Abrão, mas Deus mudou seu nome, que passou a significar 'Pai da multidão'. “E Deus disse: “Toma teu filho único, Isaac, a quem tanto amas, dirige-te à terra de Moriá e oferece-o ali em holocausto sobre o monte que eu te indicar”. Abraão levantou-se bem cedo, encilhou o jumento, tomou consigo dois criados e o seu filho Isaac. Depois de ter rachado lenha para o holocausto, pôs-se a caminho para o lugar que Deus lhe havia ordenado. No terceiro dia, Abraão levantou os olhos e viu de longe o lugar. Disse então aos criados: “Esperai aqui com o jumento, enquanto eu e o menino vamos até lá. Depois de adorarmos a Deus, voltaremos a vós”. 6.Abraão tomou a lenha para o holocausto e a pôs às costas do seu filho Isaac, enquanto ele levava o fogo e a faca. Os dois continuaram caminhando juntos. Isaac falou para seu pai Abraão e disse: “Pai!” — “O que queres, meu filho?” respondeu ele. O menino disse: “Temos o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto?” Abraão respondeu: “Deus providenciará o cordeiro para o holocausto, meu filho”. Os dois continuaram caminhando juntos. Quando chegaram ao lugar indicado por Deus, Abraão ergueu ali o altar, colocou a lenha em cima, amarrou o filho e o pôs sobre a lenha do altar. Depois estendeu a mão e tomou a faca a fim de matar o filho para o sacrifício. Mas o anjo do SENHOR gritou-lhe do céu: “Abraão! Abraão!” Ele respondeu: “Aqui estou!” E o anjo disse: “Não estendas a mão contra o menino e não lhe faças mal algum. Agora sei que temes a Deus, pois não me recusaste teu único filho”. Abraão ergueu os olhos e viu um carneiro preso pelos chifres num espinheiro. Pegou o carneiro e ofereceu-o em holocausto no lugar do seu filho. Abraão passou a chamar aquele lugar “O SENHOR providenciará”. Hoje se diz: “No monte em que o SENHOR aparece”

Imagina a cena Abraão subindo o monte com a tocha e a faca, para sacrificar seu próprio filho, seu filho amado como diz a Palavra, o filho da promessa, a pedido de Deus. E você pode até se perguntar: mas que pedido de Deus é este? que pede a um pai para sacrificar seu próprio filho. Nos já ouvimos muito falar sobre esta passagem, e ficamos tocados com o exemplo de fé de Abraão, mas o exemplo de obediência de Abraão nos ensina que precisamos obedecer com fé e não somente obedecer por obedecer, não obedecer somente, mas confiar que Deus providenciará. Naquela montanha haviam dois filhos e dois pais, Isaac e Abraão que também era filho. E dois pais: Abraão e o Pai do céu.

O segundo exemplo está em Juizes 11, 1-40. Neste trecho vamos ver a história de Jefté, que teve uma uma vida sofrida, pois era filho de Galaad, fruto de um adultério com uma prostituta. Jefté não foi aceito pelos seus irmãos, e foi expulso para outra terra e la se torna um ladrão, mas quando Israel estava com problemas guerreando contra os amonitas, pediram a Jefté que os liderasse na batalha. Então Jefté aceitou, mas fez um voto com o Senhor: “Jefté fez um voto ao SENHOR, dizendo: “Se entregares os amonitas em minhas mãos, a primeira pessoa que sair da porta de minha casa para vir ao meu encontro, quando eu voltar vencedor sobre os amonitas, pertencerá ao SENHOR e eu a oferecerei em holocausto”. (Jz. 11, 30-31)

Duas historias, dois pais, uma história com final feliz e uma com final triste; E o que Deus quer nos ensinar com estas palavras? Deus quer nos falar para que tenhamos cuidado com nossas palavras e com o prometemos. A palavra de um pai tem muito peso para um filho, e hoje precisamos ser mais do que nunca homens da Palavra, do que somente 'homens de palavra' O mundo tem pregado para nos, que ser pai é uma roubada, que você vai ter problema, q ue ser pai é arrumar dor de cabeça; E hoje os pais fogem de casa, da família, e vão para o bar, vão jogar sinuca, o mundo esta pregando para nós que a paternidade é um problema. Quando nos que somos pais vamos dormir extenuados, cansados depois de um dia muito cheio com os filhos, nos experimentamos a alegria própria do coração de Deus, pois Deus é pai e é esta mesma alegria que Ele tem de cuidar de nós que somos filhos.

Nossos filhos tem crescido com uma imagem de Deus Pai como um Deus sisudo, fechado, que castiga, porque nos pais não manifestamos o amor, não basta falar de amor é preciso dar e amor. É preciso parar e tomar um picolé com o filho, é preciso dar um computador, mas aprender junto com o filho a usar o computador e não só jogar lá e falar pro seu filho se virá.

Foto: Daniel Machado

Hoje nos precisamos fazer escolhas e definir as nossas prioridades, pois a maior pregação é na vida. Eu fiquei um ano sem sair em missão, sem pregar, pois minha esposa estava doente, e eu precisava cuidar dela, agora ela estava bem melhor Graças a Deus. Durante este tempo eu preguei para meus filhos com a vida, cuidando da minha esposa, cuidando deles, lavando louça, brincando com eles, levando no médico, na escola, estão junto com eles, pois eles são a minha prioridade.

Nos dizemos que Deus é Rei na nossa casa, mas como este reinado tem se manifestado ? Os meus filhos tem experimentado o Reino dos Céus? Os nossos filhos tem experimentado nas minhas palavras, nas minhas atitudes, nas coisas que eu faço com eles o Reino dos Céus ? Desarme seu filho, seu filho rebelde, que chega em casa e bate a porta, se tranca no quarto, eu não conheço algo que desarme tanto um jovem como o amor, ame seu filho, diga pra ele que você o ama, o abrace, o beije, você vai ver se seu filho não desmonta. Quantos jovens vivem pelo mundo aos frangalhos, sem forças, moles, sem tempera, fugindo dos desafios da vida, por que não são abençoados pelos pais, os jovens crescem hoje com medo da paternidade.

Jefté, confiou em si, Abraão confiou no Senhor, na providencia. Jefté sofreu as consequências de não colocar sua confiança em Deus, em ter feito uma escolha errada e não no Senhor. Quantos filhos estão dizendo para o pai com suas atitudes desesperadas: “Pai se orgulhe de mim, pai olhe para mim”

Pai você precisa ser um homem de valor, eu não tenho todas as respostas, e muitas vezes quando não tenho resposta para meus filhos, eu me ajoelho, diante do grande Pai, e peço que Ele me ajude e me de sabedoria, e me de a força para ser este homem de palavra e um 'homem da Palavra'. Eu quero ser um homem de fé como Abraão, que confia que Deus providenciara.

 

 

Adquira essa pregação pelo telefone:
(12) 3186-2600

 


Conheça também o podcast do Alexandre:

 

:: Nonstop

 

Conheça mais do nosso conteúdo:

:: WebTVCN, muitos vídeos para você
:: Gente de fé, a sua comunidade cristã de relacionamento
:: Podcasts: ouça áudios sobre variados assuntos
:: Cadastre sua paróquia ou capela no Portal Canção Nova

Para o seu celular:

:: Canção Nova Mobile
:: CN Chama, a Palavra de Deus no seu celular
:: Iphone

Mais canais na web:

:: meadiciona.com/cancaonova


Alexandre Oliveira


Missionário da Comunidade Canção Nova

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo