O silêncio da criação pela morte de Deus

Márcio Mendes
Foto: Natalino Ueda/ Fotos CN

O Senhor nos ensina a esperar pela ressureição, porque, neste dia de hoje, estamos na expectativa do Senhor que vem, do Senhor que se manifesta. Muitos de nós passamos por momentos de dor e de alegria, mas acreditamos n'Aquele que vem! Passamos pelo momento de dor, mas também de ressureição. No Evangelho de São João vemos essa ressureição que Jesus concedeu a Lázaro.

“Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias. Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus? Tiraram, pois, a pedra de onde o defunto jazia. E Jesus, levantando os olhos para cima, disse: Pai, graças te dou, por me haveres ouvido. Eu bem sei que sempre me ouves, mas eu disse isto por causa da multidão que está em redor, para que creiam que tu me enviaste. E, tendo dito isto, clamou com grande voz: Lázaro, sai para fora. E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir. Muitos, pois, dentre os judeus que tinham vindo a Maria, e que tinham visto o que Jesus fizera, creram nele. (João 11:28-45)

Todos nós precisamos da graça de Deus! Eu sei que você deve ter alguma situação na qual o Senhor precisa de intervir! Eu sei que muitos de nós precisamos de uma intervenção divina! Quem precisa que urgentemente o Senhor intervenha na sua casa? Muitos de nós nos colocamos em oração para rezar pelas nossas famílias. Talvez a nossa alegria esteja por um fio. Nós que aguardamos essa intervenção da ressureição, também cremos: “Se creres verás a glória”. 

Toda doença grave é um processo de morte, porque o enfermo se angustia por sentir a proximidade da morte. Por essa razão Jesus diz a você que está enfrentando uma enfermidade grave: “Se creres verás a glória de Deus!”. O Senhor lhe diz isso em relação à sua casa também.

Nós somos mortificados pelos nossos pecados. A tristeza que trazemos no coração é consequência do pecado dentro de nosso interior, como devido ao apego aos prazeres da carne que vivemos aqui. Quando nós lutamos para ser pessoas diferentes e não conseguimos sê-lo, Deus nos dá a graça e, desse modo, veremos a glória de Deus, ainda que estejamos dentro do sepulcro fechado ou nossa situação seja algo aparentemente impossível. Para o Senhor não existem coisas impossíveis!

Marta e Maria não conseguiam e não tinham como entender o que o Senhor estava realizando! Elas eram amigas de Jesus e mandaram um recado para Ele: “Vem depressa porque aquele que você ama vai morrer!” O recado tinha sido entregue. Ambas perguntaram ao mensageiro: “Você entregou o recado para Jesus?” O mensageiro disse : “Sim”. Mas elas não conseguiam entender por que Ele não viera rapidamente. Depois que Lázaro morreu, Jesus encontrou-se com elas, que estavam acabadas pela dor. Perguntaram ao Senhor: “Nós não entendemos por que o Senhor não veio? Se estivesse estado aqui, ele não teria morrido.”

Muitos de nós também nos perguntamos enquanto estamos à espera da intervenção de Deus: “Senhor, onde estás?” No fundo dizemos a Jesus: “Nós não entendemos como o Senhor deixou aquela pessoa morrer!" Pensamos assim: “Senhor, se tivesse feito alguma coisa esse mal não teria me acontecido!” Muitas pessoas que se sentiram assim hoje precisam perdoar a Deus, mesmo que tenham só pensado!

Hoje Jesus está entrando na sua vida! Maria e Marta diziam: “Agora para o meu irmão não tem mais jeito, porque ele já está morto!” Mas Jesus já tinha uma resposta! Jesus tem uma resposta para você também! Em tudo o que você está vivendo, Cristo tem uma grande resposta para você! Ele lhe diz agora: “Se creres verás a glória de Deus", mesmo sem entender! Se você acreditar no Senhor sem ver, você verá a glória d'Ele acontecer em sua vida!

Você já não parou para se perguntar: Por que Jesus não ressuscitou da cruz? Porque Ele demorou três dias para ressuscitar? O Senhor Jesus ficou no sepulcro, por três dias, para ensinar a mim e a você que precisamos esperar! Se não temos tempo para a espera, não vamos receber a graça.

Quem aqui, na sua oração, pediu uma graça e percebeu que envolve outras pessoas para a conversão da sua família acontecer? Você parou para pensar que, para seu pedido, o Senhor precisa preparar o coração dessa pessoa para Ele entrar! A Palavra de Deus, da primeira à última página, nos ensina a esperar! Olhe Abraão, que teve de esperar no Senhor por amor a seu filho. Moisés que teve que confiar para levar o povo à Terra Prometida, entre outros.

Muitas vezes, nós não entendemos os caminhos tortuosos por que estamos passando. Não entendemos por que os planos e sonhos que tínhamos se desmoronaram. Existem pessoas que dizem assim: “A única coisa que eu queria era ter uma família feliz, porque, depois que nos unimos, tudo se tornou um pesadelo". Quantos de nós crescemos falando uns para os outros o que queríamos ser quando crescêssemos. Você cresceu e alguns sonhos mudaram, e outras coisas aconteceram na sua vida e hoje você não entende muita coisa. Você não tem que entender todos os caminhos de Deus, porque nem tudo nós vamos entender. E isso é um alívio para nós, porque não precisamos entender tudo, o que Deus nos pede é a confiança e o abandono n'Ele. Assim como você não quer que seu filho pequeno entenda tudo o que você diz, mas que apenas confie em você.

Da mesma forma, Deus não espera que você entenda tudo o que está acontecendo, mas que você confie nos desígnios d'Ele para sua vida. Ele segura nas suas mãos agora! Você vai ver a glória de Deus, mesmo que você não entenda o que está acontecendo. Você acha que Nossa Senhora entendeu tudo o que aconteceu com Jesus? A Virgem Santíssima guardava todas as coisas no silêncio do coração e sofria calada. Não consigo imaginar o que Nossa Senhora passou ao segurar Jesus no colo, todo sujo e maltrado! Certamente Ela não entendera por que fizeram tudo aquilo com o seu Filho e por que o chamaram de o Rei de Israel, etc. Jesus não foi só colocado dentro do sepulcro, como também aquela rocha, que fechava o sepulcro, fora lacrada, para terem a certeza de que ninguém entraria ali. Nossa Senhora viu tudo isso, mas depois também viu a Ressurreição de Jesus. 

 

"Quem não espera em Deus está sempre desesperado!", ressaltou Márcio Mendes
Foto: Natalino Ueda/ Fotos CN

A nossa expectativa silenciosa não é de tristeza, mas de confiança na ressurreição. Nós estamos com um grito, entalado na garganta, que nós vamos gritar hoje à meia-noite: “O Senhor está no meio de nós!” Nós cremos que Jesus ressuscitou! Jesus encontrou um remédio para a nossa morte: A ressureição! Você que passa pela velhice, é pela morte que você vai passar, mas, depois com o corpo glorioso, você vai ressuscitar! Quero dizer para você que perdeu uma pessoa: Ela vai ressuscitar!

Quem não espera em Deus está sempre desesperado! Deus não o esqueceu na sombra da morte! Enquanto você pediu algo a Deus e isso não aconteceu ainda, espere, confiante! Entenda que, neste mundo que nós vivemos, tudo passa por uma alegria passageira. A alegria que vivemos neste mundo é uma alegria ameaçada. Tem gente até que vê a nossa alegria e quer fazer alguma coisa para acabar com ela. O maligno não cessa de nos amolar. Mesmo na alegria nós ficamos apreensivos, porque ele não nos deixa de tentar! Jesus determinou como nós deveríamos pedir e rezar: “Perdoai as nossas dívidas assim como nós perdoamos aos nossos devedores!” Ninguém é autossuficiente na Terra! Ninguém é uma ilha, por isso nós viveremos sempre pedindo algo para as pessoas e sempre atendendo algum pedido delas também.

Quem não se apoia na alegria, que vem de Deus, que brota do coração de Deus e da confiança, sempre está com uma alegria desbotada! Nós precisamos aprender a esperar pela graça de Deus! A primeira coisa que nós precisamos fazer, para manter a alegria dentro do nosso coração, é vigiar para saber esperar. A segunda coisa a fazer é rezar para o Senhor nos livrar do mal. Ser de Deus é ser feliz! Nem a morte pode tirar a nossa alegria. Meu silêncio é de espera e não de desespero. Nós vamos enxugando as nossas lágrimas e cantando pelo caminho. Até Jesus chorou quando Lázaro morreu, por que que nós não vamos chorar? Mesmo passando pelas lágrimas nós seguimos cantando. Não é que o nosso sofrimento seja pequeno, mas é porque Deus vai nos dando a graça ainda maior, porque o amor que o Todo-poderoso nós dá é imensamente maior que as nossas dores e sofrimentos.

Nesta vida, todos os dias, nós corremos perigos, mas Deus é fiel e está sempre ao nosso lado. A Palavra de Deus nunca nos disse que não iríamos ser tentados; assim como nunca nos disse que seríamos tentados além de nossas forças. Existem um limite para o mal. Ainda que a nossa provação seja a morte, Deus fará chegar a nosso encontro uma saída pela qual nós poderemos escapar. 

A Semana Santa existe para que você e eu consigamos sair de nossos pecados. Quem se une a Deus, por mais difícil que seja seu caminho, encontra bom êxito em tudo o que faz. E eu lhe digo que você terá bom êxito, porque Deus vai tirá-lo do túmulo em que você entrou! À meia-noite nós vamos gritar, vamos contemplar que o sepulcro explodiu, que a pedra foi jogada longe pela explosão da Ressureição de Jesus Cristo! Ela vai se abrir de novo para você ressuscitar!

A Palavra de Deus deu a você graça, beleza, e mesmo no fogo da tribulação você vai ficar firme! Deus está usando do fogo da provação para torná-lo uma pessoa inabalável. Seu você estiver passando pelo fogo, não fique olhando para o fogo, mas sim para a saída, para a meta, Jesus vai lhe dar a graça.

"Não precisamos entender tudo; o que Deus nos pede é a confiança n'Ele!", exorta Márcio Mendes
Foto: Natalino Ueda/ Fotos CN

Quando era da Aeronáutica, tínhamos, na educação física, vários exercícios. Uma das grandes dificuldades era ficarmos de uma perna só e o cair em alguns exercícios. Um dia o condutor nos disse que, para não cairmos, precisávamos ter o olhar fixo. E foi assim eu aprendi: nós precisamos ter os nossos olhos fixos no Senhor! No céu! A tentação dura muito pouco! A tentação só dura enquanto o seu corpo mortal dura! Enquanto estivermos vivos, nós vamos ser tentados, mas com a morte e a ressureição a tentação vai acabar. Com alegria nós vamos louvar a Deus lá na eternidade, e enquanto esta não chega, não vamos louvar a Deus já!

Na Aeronáutica enquanto marchávamos, nós íamos cantando. Da mesma forma em nossa caminhada rumo ao céu, enquanto nós vamos para a luta nós vamos cantando! Alivie a sua luta com o canto! Não como a cigarra que canta enquanto a formiga trabalha, mas cantando e trabalhando.

 

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D'Onofrio

 


Márcio Mendes


Missionário da Comunidade Canção Nova, teólogo e escritor

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo