Volte para Deus

.: Ouça essa pregação na íntegra

Estamos num tempo favorável nesses quarenta dias. A quaresma é um tempo de conversão, é um tempo em que Deus nos ajuda.

(Lc 15,11) Esses versículos mostram as atitudes de dois filhos, vamos refletir, principalmente, sobre o segundo filho para perceber a rebeldia que existe em nosso coração, nós que já servimos a Deus.

A primeira experiência que vemos nessa parábola é a do filho mais novo, que representa o adolescente que mora na sua casa ou o nosso lado rebelde, com toda sua realidade cruel.
As pessoas que estão vivendo essa experiência têm mais facilidade de se converter.

Quem sabe que está se afastando de Deus, não tem como esconder seu pecado. Assim como disse Davi: \”diante de mim está sempre o meu pecado\” (Salmo 50,5b)

Quem vive explicitamente no pecado também experimenta suas conseqüências. Logo, o demônio começa a cobrar por tudo que concedeu, como um terrível agiota. Coisas que você nunca imaginou começam a acontecer com você. Mas, eu quero dizer para você que está vivendo essas ou outras situações de pecado: Você tem jeito! O Pai está lhe esperando.

Você que já experimentou o amor de Deus, mas se afastou, quando percebeu, já não conseguia voltar – que essa palavra lhe alcance: o Pai quer, hoje, encontrar-lhe, Ele não desiste de você. Você é tentado, porque se tornará uma grande benção de Deus tanto para sua família como para a obra de Deus.

Existem muitas almas sedentas da Eucaristia. Jesus disse \”Quem come deste pão viverá eternamente\”(Jo 6,58b). É tempo de voltar para Deus! Peça ajuda, pois Ele tem pressa. Depois de uma noite muito escura, o Senhor quer lhe mostrar uma grande luz.

Mas vamos ver também que o Pai acolhe não apenas os que estão longe.

Muitos sentem seu coração frio por ter se acostumado com as coisas de Deus. O filho mais velho estava no campo trabalhando. Jesus não nos chama de servos, mas de amigos. Todos nós, servos do Senhor, começamos a ter a impressão de que não foi Jesus quem salvou esse mundo, e sim nós com o nosso trabalho, você acaba assumindo uma responsabiidadde que não é sua.

Volte para a adoração. Deus quer que nós sejamos muito mais filhos, mais adoradores. Se você não rezar, não suportará, perderá a direção, tomará caminhos errados.

Aquele filho mais velho achou que estava sendo prejudicado porque seu irmão estava voltando. Se não colocarmos o nosso coração em Deus, tudo nos irritará e começaremos a servir sem amor. Mas o pai também foi acolher a este, que estava sempre com ele, mas com seu coração longe.

É triste ver um grande servo de Deus fechar seu coração. Não cometemos grandes pecados, então achamos que está tudo bem, mas começamos a nos revoltar com Deus.

Quantas graças você recebe nos sacramentos!Muitas coisas bonitas Deus lhe deu, mas quando você tirou os olhos dEle não conseguiu mais ver. Ele tem cuidado de você de mil maneiras, apesar de você não conseguir mais perceber. Nessa quaresma, Deus quer que você volte ao primeiro amor.

Peça ao Espírito Santo que revele o pecado que está esfriando a sua fé.

Lembra-te, pois, donde caíste. Arrepende-te e retorna às tuas primeiras obras. Senão, virei a ti e removerei o teu candelabro do seu lugar, caso não te arrependas. (Ap 2,5)

Quase 100% das pessoas deixaram sua vida de oração pessoal, a confissão. Nós vamos perdendo o respeito, perdendo o gosto pelas coisas de Deus; isso acontece muito com nós padres.
Não podemos amar mais as obras de Deus do que a Ele. Nós servimos a alguém e não uma instituição, não uma obra… A tentação é se acomodar a viver só das obras.

Quaresma é tempo de reconhecer que Deus está sempre conosco.

Transcrição: Tatiana Gomes
Áudios: Fernando Fantini
Fotos: Paulo Sérgio


Frei Josué Pereira de Sousa


Ordem dos Frades menores conventuais da Província de Brasília

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo