O encontro de Zaqueu com Jesus

Zaqueu tomou a atitude de ir ao encontro de Jesus

O encontro de Zaqueu com Jesus

Cassiano Meirelles. Foto: Andreia Britta/cancaonova.com

A passagem do cobrador de impostos é muito conhecida. Ela diz sobre a história de um homem chamado Zaqueu. Essa passagem nos conta a história de quando Jesus passava por Jericó, enquanto trilhava a Sua caminhada rumo à Sua Páscoa, ou seja, Sua Morte e Ressurreição. Ali, naquela cidade, Jesus realizaria dois encontros que mudariam a vida de duas pessoas, a de Zaqueu e a de um homem que era cego e vivia à beira do caminho.

Palavra meditada:  Lucas 19, 1-10.

Aqui, iremos nos atentar a Zaqueu, ele era um homem rico, era chefe dos publicanos. E quero trazer algumas curiosidades desse homem. Conhecemos esse homem como aquele que subiu numa árvore para ver Jesus passar, mas ele foi surpreendido por Jesus. Pois ele ouve Jesus gritando o seu nome, pedindo que ele descesse daquela árvore, e dizendo que se hospedaria na sua casa.

Zaqueu era considerado impuro 

Zaqueu era chefe dos publicanos e era tão rico, ele comandava e organizava toda a coleta de impostos daquela época. Porém, era um homem tão odiado pelos seus próprios irmãos de nação, que precisava ser acompanhado o tempo todo por dois guardas romanos.

Já que Zaqueu era o chefe dos republicanos, quem eles eram? Na visão religiosa, os publicanos tinham o mesmo status dos pecadores, das prostitutas e dos leprosos. Isto significa que, Zaqueu era considerado pelos seus próprios irmãos de nação um homem cheio de pecados, era reprovável, então, era considerado impuro.

Agora, quero apresentar um coisa boa de Zaqueu. A começar pelo seu próprio nome, que em hebraico significa: “minha pureza”. O seu nome vem da raiz “purificar” e a partir disso podemos perceber que seus pais, certamente, eram judeus, fiéis à tradição Judaica, servos do Eterno. Deram a ele um nome que significa “minha pureza” e, com certeza, Zaqueu foi ensinado no caminho do Senhor, ensinado a respeitar a lei dos profetas.

O filho da pureza se perdeu, ele se corrompeu

Mas, o filho da pureza se perdeu, ele se corrompeu. A cobiça e o desejo pelas facilidades que o dinheiro e a riqueza podem trazer, falaram mais alto na vida de Zaqueu.

Façamos esta autoavaliação: o que tem falado mais alto em nossa vida? O que tem, talvez, roubado o lugar do Senhor na nossa vida? O que tem nos desviado dos projetos de Deus? 

Podemos, também, dizer da história de Zaqueu que, uma vez que seus pais eram judeus, fiéis e serviam ao Deus Eterno, certamente ele foi criado dentro daquela realidade. Então, no seu coração foi semeada uma semente. E essa semente permaneceu lá, mesmo que tímida, estava lá no fundo da sua alma.

Como é importante, nós, que somos pais, levarmos os nossos filhos desde pequenos à Igreja, para a Santa Missa, para participarem dos grupos de oração. Porque, assim, a semente estará caindo no coração deles, assim como caiu no de Zaqueu.

E, na hora derradeira, aquela Palavra, aquela semente, fez efeito. Um dia a fé dele veio pelo ouvir, e pelo ouvir a Palavra de Jesus. Pois, ele procurava ver Jesus, porque alguma coisa deve ter ressoado em seu coração.

Leia mais:
.:Ele procurava ver quem era Jesus
.:Encontro pessoal com Jesus

O que tem impedido você de ver o Senhor? De estar com Ele todos os dias?

Como vimos, ele era odiado por todos e, mesmo assim, ele se expôs. Imaginem a quantidade de pessoas que estavam passando, a multidão que queria ver a Jesus. Zaqueu quis ver Jesus, então, tomou uma decisão. Ele se arriscou, correu, e subiu em uma árvore.

Nesta mesma cidade, Jericó, estava aquele cego chamado Bartimeu, ele gritou: “Senhor, Senhor, tende piedade de mim”. Mas aquela multidão impediam que a voz dele chegasse até Jesus. E temos Zaqueu, que era um homem baixinho, e a multidão o impedia de ver a Jesus, no entanto, ambos não pararam em suas limitações.   

O que tem limitado você? Será uma “multidão” de pecado, de comodismo, preguiça, desânimo?

Quantas e quantas vezes perdemos a oportunidade de nos encontrarmos com Jesus e a partir desse encontro fazermos uma experiência de mudar a nossa vida para sempre.

O cego Bartimeu e Zaqueu não pararam em suas limitações. E um era extremamente pobre, enquanto o outro, era extremamente rico. Porém, Deus não olhou as condições deles; e não olha as nossas. Ele não olha se somos pobres ou ricos, e sim olha o nosso coração, independente de quem sejamos.

Precisamos ter uma atitude como a de Zaqueu: ir ao encontro de Jesus 

A decisão precisa ser nossa. A decisão de gritar o nome de Jesus, de sair do nosso comodismo, da nossa autopiedade.  Jesus está passando e, hoje, é o dia da nossa salvação.

Muitas vezes, perdemos a oportunidade de nos encontrarmos com Aquele que pode mudar definitivamente a nossa vida . Pois, o que muda a nossa vida, o que a transforma, é o nosso encontro com Jesus. E esse precisa ser atualizado todos os dias, porque tudo o que o Senhor toca é transformado.

Se você quer ser transformado e quer fazer uma experiência de mudança de vida, deixe-se ser encontrado por Jesus ou vá ao encontro d’Ele.

Saiba que nada em nossa vida prestará ou terá sentido, se ela estiver no lugar errado. Pois, o errado é errado mesmo que todos estejam fazendo, e o certo é certo mesmo quando ninguém esteja fazendo.

Santo Agostinho nos diz assim: “Se o pecado é o motivo da sua tristeza, deixe que a santidade seja o motivo da sua alegria”.

Nós somos feitos para viver eternamente na presença de Deus

E, aquele que ama a iniquidade odeia a sua alma. Aquele que vive a sua vida de qualquer jeito, que adia e perde a oportunidade de mudar de vida, de abandonar aquilo que não presta, aquilo que não está no projeto de Deus para a vida dele, está condenando a sua alma.

Nós somos feitos para viver eternamente na presença de Deus, e quanto mais longe de Deus estivermos, mais enfermos, doentes e infelizes nós estaremos. Quanto mais longe de Deus, mais triste ficaremos.

A cura, o milagre que Jesus fez na vida das pessoas, são de pessoas que tiveram a coragem de se arriscarem, de irem ao encontro d’Ele, que tiveram atitudes. Precisamos ser assim e buscar o Senhor, ir ao encontro d’Ele. Precisamos deixar o nosso comodismo e autopiedade, pois Ele a nossa resposta, consolo e verdadeira alegria.

Jesus é a Salvação que precisa entrar em nossa vida 

Deus nos dá a oportunidade de mudarmos de vida, assim como aconteceu com Zaqueu. Mas, ele correu ao encontro de Jesus, tomou a decisão de buscá-Lo,  e se alegrou com a chegada de Jesus em sua casa. 

Hoje, Jesus quer lhe trazer a salvação. Se você O acolher com alegria, a sua vida nunca mais será a mesma, porque onde Ele entra, o mal se retira.    

Banner do canal PlayCancaonova no Youtube

Transcrição e adaptação: Marcília Ferrer

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo