Os segredos para ser santo

Há alguns segredos para sermos santos

Os_segredos_para_ser_santo

Padre Vagner Baia. Foto: Wesley Almeida/cancaonova.com

Neemias era um homem tão bom que contagiava as pessoas com suas ações, com sua honestidade. Ele era cheio de vida, obediente à Palavra de Deus.

Quando colocamos a lei de Deus em nosso coração, nos tornamos alegria para os outros. O homem, a mulher de Deus não fica nos defeitos do outro, mas vai ao encontro para ajudá-lo. A pessoa que tem Deus no coração é acolhedora.

A nossa força, a nossa alegria é o Senhor. Eu aprendo a ser pai, mãe de uma família, pela graça de Deus, pois Ele mesmo é quem me envia. Os pais devem orientar os filhos na lei de Deus, esta é a graça. Precisamos caminhar na direção de Deus, santificando o nosso coração, permitindo que a Palavra não seja apenas um livro, mas se torne presente nos nossos pensamentos, desejos, vontades e que Ele nos conduza para aquilo que é a Sua vontade.

Às vezes, aprendemos tantas coisas erradas, mas Deus nos ensina a não mentir, a não fazer o que é errado. E Jesus sempre envia, Ele vai te enviar, por exemplo, para visitar um amigo que está doente.

Um pouco da história de Santa Teresinha

 

Seu pai queria ser padre e ela aprendeu, com sua mãe, a fazer bordados desde muito pequena. Ela queria ser freira desde muito nova. Foi conversar com o Papa e pedir liberação para ingressar no convento antes do tempo. O Papa disse à ela para procurar o bispo, fazer o que ele ordenasse e o bispo permitiu com que ela fosse para o convento antes dos 18 anos de idade. Em pequenos gestos ela foi se transformando, foi fazendo da sua vida uma riqueza dentro do convento.

Os cinco segredos de Santa Teresinha para sermos santos:

Primeiro é preciso ser pequeno, pois nunca queremos ser menores que o outro. Santa Teresinha era humilde. Quando a pessoa é humilde, se faz menor que o outro.

Segundo, querer ser perfeita aos olhos de Deus e não ao olhos dos homens. Amar a Deus, amar as pessoas e pedir perdão por não amar.

Terceiro segredo é a caridade, esquecer de si e dar alegria para os outros.

Quarto, ser como uma criança, no sentido de querer aprender sempre.

Quinto, não guarde nada para si, distribua, dê seu abraço, seu sorriso para o outro. Todas as riquezas que Deus coloca em seu coração não são para você, mas para o outro. É muito bom rezar para o outro, interceder pelas pessoas.

Mas, é necessário observar alguns pontos: Quando nos colocamos em oração, é preciso ter confiança em Jesus. É necessário, também, arrepender dos seus pecados e perdoar, de coração, aqueles que te ofenderam. Fazer oração de renúncia de todo mal que foi praticado. E consagrar tudo a Deus, seu salário, sua casa, seus objetos, sua família.

Padre Vagner Baia 

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn1


Padre Vagner Baia


Sacerdote da Comunidade Canção Nova

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo