A sua família tem que ter a marca de Deus

A sua família tem que ter as marcas de Deus e o pecado vai estragando isso

NaotenhamosmedodeDeus

Padre Chrystian Shankar. Foto: Arquivo Canção Nova

Nesta sexta-feira, a Igreja traz um Evangelho que diz muito bem para as famílias. Não sei como está sua família, seu casamento, mas eu digo que pode melhorar, sempre pode melhorar. “Senhor, se Tu queres, podes purificar a minha família!”, é isso que precisamos dizer. E se Ele quer, nós precisamos querer também.

Deus tem um presente muito valioso para você, mas se você não aceitar, o presente ficará com Ele. Muitas vezes, pedimos e quando Deus nos dá reclamamos, graça fora de hora é desgraça, por isso é bom você falar: “Senhor, Tu sabes tudo, sabes o que eu quero, mas não me dê o que eu quero, dê o que eu preciso e me faça feliz!”

O Evangelho fala de um leproso que representa todos nós, a lepra desfigura o homem por fora, o pecado desfigura o homem por dentro. E o demônio quer desfigurar a nossa família. A lepra tira as características do ser humano e o pecado vai tirando de nós as características de filhos de Deus, de família, para que Deus olhe para nós e não nos reconheça, por isso diga ao Senhor: “Se queres, tens o poder de curar-me, para que eu seja reconhecido!”

Não deixe que a lepra interior tire da sua vida as características de Deus em você, trazemos em nossa vida as marcas de Deus. Quem molda um vaso, as digitais do artista ficam na obra, eu trago na minha vida as digitais de Deus. A sua família tem que ter as marcas de Deus e o pecado vai estragando isso, a mídia vai entrando em sua casa, propõe coisas contrárias ao Evangelho e vai tirando as suas características de filho de Deus. Nosso mundo está virando um “chiqueirão”.

Jesus não tem medo dos nossos pecados, por isso não tenhamos medo de Deus. Quando Ele toca, não é para condenar, é para curar. Jesus tocava nos leprosos para curá-los, para refazê-los.

“E Jesus recomendou-lhe: “Não digas nada a ninguém. Vai mostrar-te ao sacerdote e oferece pela purificação o prescrito por Moisés como prova de tua cura”. (Lucas 5, 14)

“Ele, porém, se retirava para lugares solitários e se entregava à oração.” (Lucas 5, 16)

Quero destacar dois pontos: o valor da oração e por que o leproso tinha que ir ao sacerdote depois de ter sido curado

Deus é misericordioso e não tem medo de tocar as nossas misérias, mas Ele não fica apenas na cura, Ele vai para a oração. A sua força vem de onde? Jesus não é só mestre, Ele é modelo de oração. Jesus se retirava para lugares desertos para rezar. Sem oração eu vou nadar, nadar, nadar e morrer na praia, porque estou nadando com minha própria força, sem a oração. E sem oração não chego a lugar nenhum! Se você quer ser vitorioso, precisa ter uma força e esta força vem da oração.

Deus cuida de nós, Ele nos acaricia e é do cuidado de Deus que vem a nossa força. A nossa força não está na espada, a nossa força está nos joelhos. Não reze sozinho, pelo menos uma vez por semana, reze com sua família. Há poder em nossas orações! Rezar leva-nos a entrar na perspectiva de Deus partindo do Seu amor, só reza quem ama. Eu não rezo para amar a Deus, rezar é deixar Deus nos amar. A oração é também resposta ao dom de Deus a nós mesmos, Ele se oferece a nós.

Oração é ação de graças, é festa, é liturgia da vida. Leve sua vida para a oração e leve a oração para sua vida!

Em Levítico 14, 13-18 lemos: “Degolará o cordeiro no lugar onde se imolam as vítimas pelo pecado e o holocausto, no lugar santo, porque a vítima do sacrifício de reparação, assim como a do sacrifício pelo pecado, pertencem ao sacerdote: esta é uma coisa santíssima. O sacerdote tomará do sangue do sacrifício de reparação, e pô-lo-á na ponta da orelha direita do homem que se há de purificar, bem como no polegar de sua mão direita e no hálux de seu pé direito. O sacerdote tomará a medida de óleo e derramará um pouco na sua mão esquerda; em seguida, molhando o dedo de sua mão direita no óleo que está na mão esquerda, fará sete vezes com o dedo uma aspersão de óleo diante do Senhor. Do óleo que sobrar na mão esquerda, o sacerdote porá na ponta da orelha direita do homem que se purifica, bem como no polegar de sua mão direita e no hálux de seu pé direito, no mesmo lugar onde pôs o sangue da vítima de reparação. O que lhe restar ainda de óleo na mão, derramá-lo-á sobre a cabeça do homem que se purifica, e fará por ele a expiação diante do Senhor.”

Isto é o que o leproso deveria fazer. O processo de cura do leproso é o processo pelo qual nós precisamos passar, todos nós somos pecadores na presença de Deus. Primeira coisa para ser abençoado é saber quem você é, apresente-se a Deus como pecador, como pequenino. Deus quer purificar os nossos ouvidos para que possamos escutar a Sua Palavra, quer purificar as nossas mãos para fazermos as Suas obras, quer purificar os nossos pés para seguirmos o Seu caminho. Igreja é lugar de “ex”. Há pessoas que acham que Igreja é lugar de santo, Igreja é lugar de pecador, mas que é “ex”, ex fofoqueiro, ex ladrão, ex corrupto. O sangue é a Eucaristia, quer ser um homem curado? Se aproxime da Eucaristia, é pela Missa e pela efusão do Espírito que Deus vai nos curar.

Deus quer purificar nossos ouvidos, e Ele fala não o que você quer ouvir, mas o que você precisa ouvir. Jesus é o braço direito de Deus, o Espírito Santo é o braço esquerdo, Ele quer cuidar de nós, nos acariciar com esses braços. Ele nos abraça com Jesus, nos abraça com o Espírito Santo. Não tenha medo de deixar Deus participar da sua família, fazer parte da sua história!

Transcrição e adaptação: Míriam Bernardes

contribuicaocn1

 


Padre Chrystian Shankar


Pároco do Santuário Nossa Senhora Aparecida em Divinópolis – MG

Facebook
Twitter
Blog

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo