"O Senhor luta por Ti" - Josué 10,12-15

Foto: ArquivoCN/cancaonova.com

Padre Jhon Baptista. Foto: Arquivo CN/cancaonova.com

Deus luta a nossas batalhas

Eu sei que o meu Pai me ama e mandou Seu Filho para me salvar do pecado, das maldições e do inimigo que quer desviar minha atenção das coisas de Deus. Por isso, preciso ter fé e acreditar na Sua Palavra, confiar que ela vai se cumprir.

Quando as coisas não funcionam, os problemas se acumulam e precisamos nos apresentar diante de Deus. No quarto ou outro lugar reservado, prostremo-nos e apresentemo-nos diante d’Ele dizendo: “Só o Senhor pode me resgatar”. Deus quer se comunicar conosco, Ele quer que confiemos em Sua providência.

Deus espera pela nossa atitude

Jesus Cristo é a nossa esperança, e aqueles que acreditam n’Ele não perecerão! Lembram-se de Zaqueu? Ele estava em casa, havia o barulho da multidão, Jesus estava passando. Zaqueu ouviu e perguntou o que estava acontecendo. Responderam-lhe: “É Jesus!”. Ele saiu de si mesmo, apesar de sofrer com toda a recriminação e rejeição da sociedade, e se despiu diante do Senhor. Mas, no caminho, havia muitas pessoas.

Temos de apresentar, diante do Senhor, essas barreiras, o nosso pecado e as nossas dificuldade. A fé faz com que continuemos, com que tenhamos foco, por isso precisamos saber e acreditar que Jesus é o nosso Salvador! Precisamos dar-Lhe liberdade para tirar de nossas vidas tudo aquilo que nos impede de crescer em santidade, pois Ele é santo e nós precisamos ser santos.

Confiar na Providência de Deus é ser como a mãe de Moisés, que, ao se ver incapaz de manter seu filho, confiou em Deus e Ele fez com que a filha do faraó o adotasse. Interessante que Deus fez dele o libertador dos hebreus.

Hoje é tempo de santificação

Hoje, é o tempo de santificação para nós! Deus quer trabalhar em parceira conosco, quer que façamos a nossa parte. Assim foi com Zaqueu, ele saiu de si mesmo e enfrentou os obstáculos. Se fizermos a nossa parte, se mostrarmos a nossa dificuldade, a nossa batalha para Deus, ele lutará por nós.

"Precisamos dar-lhe liberdade parar tirar de nossas vidas tudo aquilo que nos impede de crescer em santidade" Padre Jhon Baptista. ArquivoCN/cancaonova.com

“Precisamos dar-lhe liberdade parar tirar de nossas vidas tudo aquilo que nos impede de crescer em santidade”, padre Jhon Baptista. Arquivo CN/cancaonova.com

Certa vez, aconteceu algo com um cego. Ele ouviu a aproximação de Jesus, perguntou à multidão o que estava acontecendo e soube que era Jesus. Então, não se aquietou e chamou pelo Senhor, que o ouviu. Assim devemos fazer, temos de clamar a Deus! Quando ele se encontrou com o Mestre, voltou a enxergar.

É nos tempos difíceis que temos experiência com Deus

Os apóstolos tiveram uma experiência de fé interessante depois da crucificação. Como é difícil crer que Deus está conosco quando não podemos ver, quando tudo a nossa volta parece estar contra nós! Mas Jesus apareceu para eles e lhes disse: “A paz”. Ele é a verdadeira paz. Se crermos e confiarmos em Deus, desfrutaremos da verdadeira paz!

Precisamos apresentar ao Senhor nossas necessidades, nossos problemas e inseguranças, precisamos ter uma experiência com Deus em oração. Jesus nos diz que Ele quer aprofundar a intimidade d’Ele conosco, por isso nos chama de amigos.

O tempo chegou em que beberemos do Espírito Santo, e a alegria d’Ele será nossa esperança. Na alegria que vem de dentro do coração de Deus, experimentamos o céu; mas para isso temos de tirar os obstáculos.

Zaqueu superou seus obstáculos. Na verdade, ele fez algo a mais: convidou Jesus para entrar em sua casa. Você tem convidado o Senhor para entrar em sua casa? Ele não invade, Ele pede gentilmente e aguarda o convite.

Hoje, vamos abrir os nossos corações ao Senhor, para que ele possa trabalhar em nós. Ele fará de nós seus trabalhadores do céu, permitirá que tenhamos a oportunidade de levar Sua Palavra aos outros e agir contra o mal. Estamos limpos, pois o Sangue de Jesus nos limpou e nos fez cidadãos do céu.

 


Padre John Baptist Bashobora


Sacerdote da diocese de Mbarara, Uganda/África

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo