A cruz é a perfeição do amor

Márcio Mendes.
Foto: arquivo/cancaonova.com

A cruz não é o fracasso mas a perfeição do amor

A única vida que realmente perdemos é aquela que tentamos guardar! A única forma de realmente manter nossa vida é vivê-la intensamente e plenamente. Mas quando a Bíblia fala disso ela não fala de egoísmo; fala de uma vida dedicada aos outros, uma vida doada.

Jesus nos deu o maior exemplo de doação de vida. Mesmo consciente do preço que pagaria pela nossa salvação, Ele se doou. Jesus sofreu e declarou que Sua alma sofria com a expectativa da morte, mas não pediu ao Pai para que fosse liberto, antes Ele estimou que fosse feita a vontade de Deus.

Jesus se sacrificou para atrair a humanidade de volta para Deus, assim nós também temos que nos sacrificar se quisermos ser instrumentos de conversão na vida de outras pessoas. Sem sacrifício não há salvação!

Sacrificar-se é uma forma de tornar o amor que sentimos visível e sagrado! Jesus fez isso por nós, assim Ele nos mostrou que sem sacrifício nunca traremos a Deus aqueles a quem amamos.

Você pode me dizer que já sofre, que já suporta, mas sofrimento por si só não é sacrifício. Sacrifício é sofrimento e amor, pois assim existe a consciência de que o sofrimento não é em vão! Logo, tornemos o sofrimento em sacrifício de amor.

Quem ama não pede oportunidade para fugir do sacrifício, mas pede oportunidade para demonstrar o amor. Pois o amor que não se sente, muitas vezes, é esquecido, porque existe a sensação de que ele não existe.

Jesus demonstrou o Seu amor para conosco, amando-nos, sacrificando-se por nós, mas não tirando a nossa liberdade! Para que os outros possam nos amar, precisam ser livres. Ele se entregou por nós, esse foi Seu maior exemplo! Na cruz vemos o exemplo de como deve ser o nosso amor para com o próximo: de braços abertos e de coração escancarado.

Leia Mais:
A obra de Deus é que acrediteis naquele que Ele enviou
Ser discípulo de um Deus crucificado

Transcrito e adaptado por Jonatas Passos


Márcio Mendes


Missionário da Comunidade Canção Nova, teólogo e escritor

Facebook
Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo