O nome de Deus é misericórdia

Saiba o porque o nome de Deus é misericórdia

padreantonioaguiar

Padre Antônio Aguiar. Foto: ArquivoCN

Ao entrar aqui eu não havia prestado atenção na decoração do palco do Centro de Evangelização. Começo falando de São João Paulo II que, durante a sua juventude, conheceu todo o trabalho que Santa Faustina havia feito naquele momento, ainda não canonizada, porque foi ele que a canonizou.

Esse homem que, quando ia trabalhar na pedreira, passava diante do convento onde vivia Santa Faustina e ali estava exposta a primeira imagem da Divina Misericórdia e ele ficava ali fazendo a sua oração. Quando foi consagrado padre, eleito bispo e cardeal, ele divulgou a Divina Misericórdia pois ele foi escolhido para revelar ao mundo a misericórdia do Pai.

São João Paulo II abriu para a Igreja a devoção à Divina Misericórdia. Quando era ainda cardeal, Karol Wojtyla participava dos congressos da misericórdia e pediu todos os documentos para então escrever a encíclica da Divina Misericórdia. O papa da Misericórdia canonizou Santa Faustina e instituiu a Festa da Misericórdia no domingo após a Páscoa de Cristo. João Paulo II morreu dia 2 de abril, eu estava na Canção Nova, e por isso hoje celebramos a páscoa desse grande homem de Deus.

São João Paulo II foi preparando a Igreja e, através dele, até chegarmos no Papa Francisco que nos dá o grande presente do Ano Santo da Misericórdia. Ele lançou o livro ‘O nome de Deus é Misericórdia’, um grande presente que aconselho você a ler e presentear alguém.

Leia mais:

:: Seja anunciador da misericórdia

Jesus não quis manter o seu coração fechado, mas aberto por mim e por você. O corpo de Jesus ressuscitado continua aberto para mim e para você. Os Santos Padres contemplaram do coração aberto de Jesus e foi daí que nasceu a Igreja e os admiráveis sacramentos da Igreja. Um estudioso da espiritualidade do coração de Jesus diz que o maior presente que nos foi dado do lado aberto de Cristo foi o Espírito Santo. O coração de Jesus está aberto para você.

Jesus escolhe os miseráveis

Deus abre o coração a você, miserável. Mas, o que é miséria? É um termo usado para definir as fraquezas e imperfeições humanas. Deus abre o coração para as suas fraquezas e imperfeições humanas, por isso não é de admirar que Jesus abria o coração para os fracos e muitas vezes Ele foi questionado e pressionado pelos anciãos e doutores da Lei, porque Jesus estava rodeado de pecadores e publicanos. Mas Ele respondia: “eu vim para os pecadores e não para os sãos”. Jesus veio para os fracos e não para os fortes.

Deus escolheu aqueles que são fracos para confundir os fortes. Basta olhar os instrumentos escolhidos por Deus para a sua Igreja. Deus se sente atraído por aqueles que são fracos.

Jesus poderia ter vindo ao nosso encontro revestido de Sua divindade, de toda grandeza que é própria de Deus. Mas Ele escolheu vir vestido da nossa humanidade. Ele poderia escolher uma roupagem celeste, mas escolheu uma roupagem humana justamente para mostrar o Seu poder através da nossa fraqueza. É na fraqueza humana que Deus manifesta a sua força. Deus sempre escolheu os fracos

Se olharmos para Abraão, nosso pai da fé, num momento de fraqueza, quando estava no Egito e o faraó ficou encantado pela beleza de Sara, para não ser morto, ele pediu Sara para dizer que era irmão dele e não esposo. Abraão tinha uma fraqueza, mas era um escolhido de Deus.

Materia-G--595x420

Padre Antônio Aguiar. Foto: ArquivoCN

Jacó, escolhido por Deus, passou seu irmão para trás e se revestiu de pelo de cabra para receber a benção no lugar do irmão.

O grande Davi, homem que escreveu os salmos que nós rezamos, tinha as mãos sujas de sangue e cometeu adultério com a esposa de Urias.

Pedro, que era violento, cortou a orelha do soldado e Jesus mandou-o guardar a espada. Pedro negou Jesus três vezes e foi escolhido por Deus para construir a Sua Igreja. “Tu és Pedro e por ti construirei a minha Igreja”.

Por que Deus escolheu você?

Deus te escolheu exatamente porque você é a pessoa mais fraca, miserável, pecadora. Por isso Ele decidiu manifestar o poder de Sua força através da sua fraqueza. Deus decidiu confundir os fortes ou os que pensam ser fortes manifestando a força d’Ele através da Sua fraqueza. Portanto, você é escolhido por Deus e não tenha dúvidas disso.

Entre tantas pessoas que Deus poderia escolher, por que ele escolheu você? Porque Ele quis e você é a escolha de Deus e não fique perguntando a Deus o por quê. Eu me perguntei muitas vezes: ‘Senhor, por que eu e não outro?’. Deus não quer pessoas melhores do que você, mas Ele quer exatamente você. Não duvide disso.

Você será sempre uma pessoa necessitada de misericórdia. Deus escolheu o miserável para que ele, portanto eu e você, ao vermos com quanto amor Ele nos ama, ao ver que Ele não olha para as nossas misérias, mas tem o coração aberto a elas, permaneçamos com Ele.

Jesus deseja que você saiba que é miserável e fraco. Não viva na ilusão de ser aquilo que você não é, e ao perceber sua fraqueza, saiba que você é muito amado por Deus. Ao sentir o amor de Deus tenha forças para sair dessa situação miserável que você se encontra.

Você pode ter a impressão de que os santos nasceram santos. Mas Santa Faustina era uma pessoa de temperamento forte, sanguíneo e colérico, e tinha a tendência de ser uma pessoa explosiva. Ela parece talvez com você que, diante de uma situação adversa, tem uma explosão momentânea, que acaba falando tudo e mais alguma coisa que não gostaria de dizer. Se você tem o temperamento forte, parabéns, você tem uma irmã espiritual que se chama Santa Faustina.

Com o passar do tempo, Santa Faustina foi tomando consciência da sua fraqueza e miséria e foi entendendo que o temperamento explosivo não era algo bom e, assim, foi lutando para ser uma pessoa mansa.

A pessoa que é explosiva, como eu era, acaba deixando as pessoas com medo. Você que diz: ‘eu falo aquilo que tenho para falar’… Deus está te dizendo que você tem essa miséria mas não deve permanecer assim. Quando for explodir, diga como Santa Faustina: ‘nesse momento vi diante dos meus olhos a misericórdia Divina’.

Como vencer o temperamento explosivo?

Primeiro passo: para você não agir pelo impulso e deixar de caminhar na carne e começar a caminhar no espírito é você começar a ter esse olhar de Santa Faustina.

Segundo passo: proceder com aquela pessoa como Jesus procederia no seu lugar. Se Jesus estivesse no seu lugar ele revidaria como você tem revidado? Sim ou Não? Comece a proceder com essa pessoa como Jesus procederia se Ele estivesse no seu lugar. Portanto, ai está o seu segredo.

Você quer vencer a sua fraqueza e não ser vencido por ela, comece a ter diante dos seus olhos a misericórdia de Deus e a proceder com as pessoas como Jesus procederia se Ele estivesse em seu lugar.

Sabe aquela pessoa que você não suporta? Você precisa aprender com Jesus a abrir seu coração para ela. “Sede misericordiosos como o Pai do céu é misericordioso”. Diga comigo: ‘se Deus abre o Seu coração para mim que sou miserável, n’Ele encontro forças para abrir o meu coração ao miserável’. É em Deus que você encontra forças para abrir seu coração ao miserável.

Portanto, se você quer entrar no céu, precisa fazer violência sobre si mesmo e não sobre os outros. Você é o maior fruto da Divina Misericórdia, o maior sinal da misericórdia de Deus, então faça com que as pessoas se aproximem de Deus e não se afastem d’Ele.

Me vem ao coração dizer que, se essa é a devoção mais amada por Deus, é porque ela é a última tábua de salvação. Depois desse tempo Jesus estará retornando em glória, por isso estamos muito perto da segunda vinda de Jesus.

Uma passagem no Diário da Santa Faustina diz que a Festa da Divina Misericórdia é a última tábua de salvação antes da Sua segunda vinda. Aqueles que se dedicam ao trabalho de divulgar essa devoção são odiados pelo demônio. Ele odeia quem trabalha em propagar a misericórdia de Deus. Portanto, você enfrenta muitos combates e provações. Pela sua dolorosa paixão, tende misericórdia!

Transcrição e adaptação: Fernanda Soares

Adquira essa pregação pelo telefone (12) 3186-2600

contribuicaocn1


Padre Antônio Aguiar


Sacerdote divulgador da devoção à Divina Misericórdia

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo