Protegidos pela misericórdia

Pe. Fábio de Melo
Foto: Paula Dizaró/cancaonova.com

A misericórdia de Deus é a nossa proteção

Quantos demônios Deus já expulsou de sua vida? Se prestarmos atenção em quem éramos, e em quem nos tornamos, veremos bem.

Recordo-me das palavras do Monsenhor Jonas: “Ainda não sou o que posso ser, mas não sou mais o que eu era”. A primeira testemunha da Ressurreição foi uma mulher que precisou lutar muito para se levantar quando foi julgada pela multidão.

Tantas vezes vejo o discurso religioso querendo se encher de regras e pouquíssima misericórdia. Madalena é o exemplo da mulher que foi devidamente transformada. Aquela mulher foi amada e acolhida quando não merecia, foi escolhida quando não demonstrava nenhuma razão para que pudesse ser e mesmo assim foi a primeira que recebeu a notícia da Ressurreição.

Se verdadeiramente vivemos a dinâmica da misericórdia de Deus em nós transformamo-nos. Você tem um antes e um depois, e a vida cristã é um apocalipse diário, um juízo final todos os dias, pois ao deitarmos julgamos como foi nosso dia e se hoje a força da Ressurreição agiu na nossa vida.

Foi o que aconteceu com Madalena, no episódio em que foi encontrada com tanta miséria e vergonha. Em sua vida de erros, encontrou um Deus humano, que não tem problema nenhum com quem erra, contanto que estes estejam dispostos a serem honestos. Não acredite erroneamente que a cruz que você tem no seu pescoço lhe livra de algo, se antes na sua mente não foi transformada. Usar a cruz e camiseta de Jesus Misericordioso é consequência do que está internalizado dentro de você.

São suas convicções interiores que te transformam em alguém misericordioso! O termômetro da nossa conversão são as nossas atitudes de misericórdia, na nossa linguagem, no nosso modo de tratar os outros, pois antes de aplicar a justiça, precisamos aplicar a misericórdia. Se eu não tiver um coração misericordioso, eu também não acreditarei nos efeitos da misericórdia em mim.

Essa é a maior riqueza que a Canção Nova pode lhe oferecer: a misericórdia. Não importa o que os outros dizem de você, o que importa é o que Deus diz de você! Você só precisa estar debaixo da Divina Misericórdia.

Leia mais: 
Formas de devoção à Divina Misericórdia
Diálogo entre Deus misericordioso e a alma


Transcrição e adaptação: Renata Santiago


Padre Fábio de Melo


Sacerdote da Diocese de Taubaté – SP

Twitter

Evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.

↑ topo